Faça do seculodiario.com sua home

Siga
Twitter Facebook RSS

PUBLICIDADE

anuncio seculo
Decisão afastou a existência de irregularidades em concurso investigado na Operação Naufrágio; Frederico Pimentel figurava como réu no processo

Juíza absolve ex-presidente do TJES e acusados por fraudes em concurso público

Confira os filmes em cartaz nos cinemas da Grande Vitória até o dia 11 de março. O destaque da semana é o documentário <i>Cássia</i> sobre a vida e a obra da cantora Cássia Eller

Cinema
programação da semana

Iriny Lopes sugeriu que Assembleia encomende um estudo para descobrir por que se mata tantas mulheres no Estado

Em audiência pública, entidades pedem redução da violência contra mulher

O prefeito nega, até porque a Rede ainda não existe oficialmente, mas aproximação com o PMDB impede sua permanência no ninho socialista

Movimentação política de Audifax é de saída do PSB

Secretário dos Transportes e Obras Públicas, Paulo Ruy Carnelli, se reuniu com comerciantes da região

Após um ano em obras, Leitão da Silva fica pronta em nove meses

Moradores reclamam de lixo após festas na Praia de Camburi
A sujeira tem sido deixada no local principalmente após a noite do sábado e se dispersa na areia e no asfalto

Any Cometti

19/11/2013 16:20 - Atualizado em 24/11/2013 08:53


Os moradores das proximidades da Praia de Camburi, em Vitória, têm se incomodado há meses com o lixo que fica acumulado no Quiosque 1, próximo à Ponte da Passagem, após as festas que acontecem no local, sobretudo nas noites de sábado.
 
Paulo Pedrosa, presidente da Associação dos Amigos da Praia de Camburi (AAPC), ressaltou que “as pessoas esquecem o compromisso que têm com o meio ambiente” ,e muitas vezes, as lixeiras são pequenas e insuficientes para tamanha quantidade de lixo gerada no local. Além das vendas das mercadorias nos quiosques, o lixo também é consequência da venda de gêneros alimentícios feita por vendedores ambulantes, que trabalham nos dias de festa.
 
Pedrosa apontou ainda que a praia já está suja por conta de outros eventos que ali aconteceram e o lixo gerado nas festas do Quiosque 1 agravam a situação. Ele ainda apontou que, enquanto a equipe de limpeza da Prefeitura não chega, na manhã seguinte, para fazer a limpeza do local, o passivo se dispersa e atinge desde o mar até o asfalto, chegando à rede pluvial. No mar, resíduos sólidos como sacolas e pequenos materiais plásticos podem ser engolidos por tartarugas, peixes e aves marinhos, causando a morte desses indivíduos, ou podem atingir o corpo desses animais, causando deformidades.
 
A Secretaria de Serviços da Prefeitura de Vitória informou que a limpeza na orla de Camburi é feita diariamente por uma equipe de garis, das 6h às 9h, mesmo em dias chuvosos; e que partir da próxima quinta-feira (21), mais um reforço de limpeza será feito por uma equipe de 30 garis, que limparão a praia de 14h20 às 21h20. Segundo a secretaria, para preparar a praia para o domingo e início de semana, houve intensificação da limpeza aos domingos e segundas-feiras, com uma equipe de 40 garis que percorrem a praia em duas frentes: uma saindo do píer de Iemanjá e outra do ponto em frente ao bairro Jardim Camburi, no mesmo horário. 
 
A Secretaria também comunicou que a equipe de fiscalização aborda rotineiramente comerciantes e ambulantes e faz vistoria nas praias do município, multando em caso de irregularidade. Ainda informou que foram colocadas 40 novas lixeiras de manilha na areia e que mais 30 serão instaladas até o final do ano.

PUBLICIDADE

  

PUBLICIDADE

Editorial

Um governo de vitrine

O terceiro governo Hartung é muito parecido com os dois anteriores: vistoso por fora e oco por dentro

Depois de dois meses de governo, Hartung entrega o projeto da Escola Viva à Assembleia

Renata Oliveira

Escola dividida

Depois de dois meses de governo, Hartung entrega o projeto da Escola Viva à Assembleia

Cada vez mais as mulheres são a base do núcleo financeiro e afetiva da família

Coluna Do Phil

Quem falou em sexo frágil?

Cada vez mais as mulheres são a base do núcleo financeiro e afetiva da família

Hartung ataca mais uma vez de ambientalista: de boas intenções, o inferno está cheio

Manaira Medeiros

Por trás da
máscara verde

Hartung ataca mais uma vez de ambientalista: de boas intenções, o inferno está cheio