Faça do seculodiario.com sua home

Siga
Twitter Facebook RSS

PUBLICIDADE

Prefeituta de Aracruz
Livro Polmeranos
MPES ofereceu denúncia contra agentes envolvidos no episódio que culminou com lesões graves nos presos

Human Rights Watch inclui tortura em penitenciária de Vila Velha em relatório

O presidente da OAB-ES ignorou solenemente as escutas ilegais feita pelo juiz Carlos Magno Moulin Lima contra a advogada Karla Pinto

Mafra critica juízes do Rio que grampearam advogados, mas ignora caso semelhante no ES

Exibições acontecem no Cine Metrópolis nesta quinta (31). Na programação,  o <i>Entre Rocks e Ruínas</i> (foto)

Com temas diversificados, mostra Próximos Olhares chega à 3ª edição

Prefeito havia sido acusado de supostas ameaças a pessoas, mas o caso foi arquivado por falta de provas

Ministério Público arquiva investigação contra Rodney Miranda

Com Campos e Marina, o governador foi recebido com festa pela militância. Ele voltou a fazer críticas veladas ao antecessor: ''Na hora da bonança, você pode gastar errado que ninguém vê

'Me julgo no direito de concluir o projeto que comecei', diz Casagrande

Prefeitura de Vitória lançará edital para estudos do Projeto Acquário
Localização do parque marítimo, que servirá como novo ponto turístico da Capital, é motivo de críticas da sociedade civil

Any Cometti

10/12/2013 18:54 - Atualizado em 17/12/2013 22:15


No próximo dia 27, a Prefeitura de Vitória lançará o edital para contratação dos estudos de viabilidade técnica e econômica do Projeto Acquário Vitória. A Prefeitura pretende que o local, uma espécie de “oceanário” que reunirá várias espécies da vida marinha dos quatro oceanos (Atlântico, Ártico, Índico e Pacífico), seja um centro de pesquisas científicas em parceria com o Instituto de Oceanografia da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e também um local para visitação de turistas e de moradores. O projeto do Acquário é desenvolvido pela Companhia de Desenvolvimento de Vitória (CDV).
 
Segundo o prefeito Luciano Rezende (PPS), o edital prevê que os estudos definam a localização, o modelo de negócio, a viabilidade técnica, questões ambientais e o custo do projeto. A proposta de ocupação de um espaço da Praça do Papo, como anunciado anteriormente, motivou críticas da sociedade civil organizada.

Os moradores da Capital não querem que um espaço já existente e consolidado de uso público seja sacrificado. Eles sugeriram que o parque fosse construído na área atrás do Shopping Vitória e, inclusive, entregaram sugestões de uso para as áreas voltadas ao mar ao prefeito, em uma das primeiras reuniões do Gabinete Itinerante, projeto implantado na sua gestão. Em manifestações nas redes sociais, os moradores defenderam que o uso da área atrás do Shopping também seria uma forma de preservar a região do crescimento desordenado da cidade.
 
A área em questão, conhecida como ZEE8, é palco de um enfrentamento entre os moradores da região e o Grupo Buaiz, que quer construir torres residenciais e comerciais na região. Entretanto, o projeto está paralisado por conta de uma recusa da população durante uma audiência pública em 2012, mesma ocasião em que foi reivindicado que a área fosse devolvida ao Exército para construção de equipamentos de lazer. A região foi uma doação ao Grupo Buaiz.
 
A sociedade civil organizada encontra respaldo nas propostas do economista e professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Arlindo Villaschi, que defende o melhor aproveitamento de espaços vazios da Capital, o que aumenta a competitividade turística e a qualidade de vida para moradores e visitantes da cidade.
 
Villaschi propõe a criação do Museu do Mar e do Aquário Municipal na área em questão e declara que implantar o parque marítimo na Praça do Papa seria o mesmo que implantar o aquário no Parque Moscoso, no Centro, ou na Curva da Jurema, por exemplo. Ao invés de substituir as poucas áreas de lazer existentes, ele defende a criação de novas áreas. 
 
A previsão é de que o projeto de implantação do novo ponto turístico e de pesquisa tenha três fases e, já na primeira, a Prefeitura terá a noção exata da implantação ou não do projeto. Será neste momento que acontecerão os estudos preliminares do projeto. A segunda fase será de desenvolvimento do projeto executivo de arquitetura e urbanismo e dos projetos complementares de engenharia. E a terceira será a execução das obras e a implantação modular do Acquário.

PUBLICIDADE

  

PUBLICIDADE

''Deus muda de aparência a cada segundo. Abençoado é o homem que pode reconhecê-lo em qualquer de seus disfarces''

Wanda Sily

De A a Z

''Deus muda de aparência a cada segundo. Abençoado é o homem que pode reconhecê-lo em qualquer de seus disfarces''

Se tem alguém que vem sofrendo entradas desleais de PH, esse alguém é o Luiz Paulo

Rogério Medeiros

Caneladas e carrinhos por trás

Se tem alguém que vem sofrendo entradas desleais de PH, esse alguém é o Luiz Paulo

Empolgados com a mudança feita na Copa, Congresso quer flexibilizar horário do programa em definitivo

JR Mignone

Voz do Brasil

Empolgados com a mudança feita na Copa, Congresso quer flexibilizar horário do programa em definitivo

As empresas defendem que a prática é uma tendência global, já os sindicatos a apontam como um mecanismo de exploração dos trabalhadores

Geraldo Hasse

A terceirização em alta

As empresas defendem que a prática é uma tendência global, já os sindicatos a apontam como um mecanismo de exploração dos trabalhadores

BLOGS

Vitória sem chuva por 15 dias

MOVIMENTO
Alvaro Nazareth

Aviso aos Navegantes

Vitória sem chuva por 15 dias