Seculo

 

Intercâmbio literário: Caravana Rolidey volta ao Espírito Santo


04/04/2015 às 08:29
 
O Caravana Rolidey pode parecer até o nome de um tour de banda de pop rock, mas é um evento literário criado pelo escritor Erre Amaral – inspirado no personagem Lorde Cigano do filme Bye Bye Brasil (1980) –, de São Paulo, para circular o Brasil levando discussões sobre o universo da literatura. A ideia é integrar a iniciativa às necessidades temáticas do local de passagem e, desta forma, passear pelas cidades e capitais realizando uma espécie de intercâmbio entre escritores. Em Vitória, o Caravana Rolidey já esteve uma vez, mas volta para trazer o debate-papo sobre Produção e circulação: literatura independente
 
Para que o Caravana Rolidey chegue até Vitória, foi preciso uma parceria entre dois atuantes capixabas, a editora Cousa, de Saulo Ribeiro, e o site Livros por Lívia, de Lívia Corbelari – que juntos irão unir três escritores no debate-papo, o próprio  Erre Amaral. Manoel Herzog (SP) e Orlando Lopes (ES). O evento terá início na quarta-feira (8), às 19h30, no Grappino RangoBar, em Vitória, com o lançamento de obras de Erre Amaral e Manoel Herzog. Já na quinta-feira (9), será a vez da discussão sobre literatura independente na Biblioteca Pública Estadual, em Vitória, às 19h. 
 
 
As parcerias literárias
 
A volta do Caravana Rolidey em Vitória se deve ao entusiasmo da editora Cousa em trazer o evento, que dessa vez contou com a parceira do Livros por Lívia, um blog de resenhas literárias encabeçado pela jornalista Lívia Corbelari, que conta um pouco de como foi que ela e Saulo se articularam. “O Livros por Lívia sempre foi muito próximo das editoras locais, principalmente a Cousa e a Pedregulho, por conta da amizade que tenho com os editores. Sempre ajudei a divulgar os lançamentos por meio dos blogs e costumo resenhar muitos livros de capixabas, até então, a parceria se dava apenas dessa maneira. Daí, quando surgiu a oportunidade de recebermos o Caravana em Vitória, o Saulo me procurou para ser mediadora do debate e, além disso, consolidar de vez a parceria da Cousa com o Livros por Lívia
 
E foi assim que o evento começou a ser pensado em Vitória. Primeiramente, ambos escolherem os escritores que iriam participar, depois o tema a abordar e, logo, partiram para a produção e divulgação do evento.  O Caravana Rolidey foi  uma forma que os dois projetos, a editora e o blog, encontraram de fortalecer um ao outro e agregar públicos diferentes. Sobre a união de pessoas que o evento faz, Saulo Ribeiro conta um pouco da ideia inicial até escolha de cada um. “A proposta de trazer novamente o evento veio do Erre Amaral, que vive em Minas Gerais, mas lançou seu último livro pela Cousa. O nome de Manoel Herzog, paulista, foi logo lembrado pela participação que ele fez no seminário Bravos Companheiros e fantasmas, realizado em Vitória. Já a Lívia e Orlando Lopes foram lembrados pelo forte trabalho de difusão literária que promovem no Espírito Santo” .
 
Já sobre a escolha do eixo temático, a produção literária independente, Lívia apresenta quais foram as motivações em levantar a pauta do tema. “Os três escritores trabalham literaturas e estilos bem diferentes, entre poemas, contos e romances. Então, nós pensamos em um ponto em comum que unisse a obra de cada um, e logo levantamos a pauta da literatura produzida de forma independente e com poucos recursos, que é um tema que perpassa a obra dos três. Além disso, o legal é também que, como os escritores vivem em cidades diferentes, vamos poder conhecer realidades de locais diferentes, incentivando novas formas de produção e publicação independente por aqui”. 
 
Intercâmbio de obras literárias
 
No dia 8, Erre Amaral (escritor, poeta e ensaísta) e Manoel Herzog (poeta e romancista) dão abertura ao Caravana Rolidey, ao trazerem algumas obras escritas por eles para circular com os capixabas. O primeiro irá trazer as obras Uma Denise (romance, Editora Cousa, 2014); e Le mot juste (romance, Orobó Ediçoes, 2011). Já Herzog trará A Comédia de Alissia Bloom (romance, Editora Patuá, 2014); Os Bichos (romance, Realejo Ediçoes, 2012); e CBA. Cia. Brasileira de Alquimia (romance, Editora Patuá, 2013). Cada livro será vendido por, em média, R$ 30,00.  
 
Serviço
 
O Caravana Rolidey em Vitória terá início da quarta-feira (8), às 19h30, com lançamento de obras literárias no Grappino Rangobar –  Rua Gama Rosa, 128, Centro de Vitória. A entrada é livre. 
 
Na quinta-feira (9), às 19h, será a vez do debate-papo sobre Produção e circulação: literatura independente, às 19h, na Biblioteca Pública Estadual do Espírito Santo (BPES) – Avenida João Batista Parra, 165, Praia do Suá - Vitória. . A entrada é livre.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Mais um 'lote'

Depois de conseguir o controle do PSDB e retomar o do DEM, Hartung se volta para um antigo aliado: o PDT

OPINIÃO
Piero Ruschi
Perseguição à honra de Ruschi
Infelizmente, de nada valeram meus 14 anos de contribuição mediante a minha postura de defender o Museu Mello Leitão, criado por meu pai
Renata Oliveira
Cidadãos ilustres
Assembleia deve tomar cuidado com suas medalhas, pois os homenageados de hoje podem ser os apedrejados de amanhã
Gustavo Bastos
Bancas de jornal
A banca de jornal, hoje, é um mundo que tem tudo
JR Mignone
Rádio bandeira
A trajetória deste segmento de rádio em capitais é grande
Geraldo Hasse
Os golpes se sucedem
Em plena era do GPS, a reforma trabalhista sugere multiplicar os ''chapas''
Caetano Roque
Agora é tarde
Não adianta a bancada fazer discurso a favor do trabalhador se ela votou quase à unanimidade a favor do impeachment
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Fuga do Paraíso
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Mais um 'lote'

Operação da Polícia Federal pune empresa que lançava esgoto in natura no Rio Doce

MPES quer reinclusão do fundador da Imetame em ação de improbidade

PDT realiza convenção estadual em dezembro de olho em 2018

Empresários já pressionam Câmara de Vitória por 'ajustes'