Seculo

 

A um passo do PDT, Rodrigo Coelho se acomoda no governo


28/01/2016 às 12:07
Com o encaminhamento no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pela procedência do pedido de desfiliação do PT, do deputado estadual Rodrigo Coelho o deixa a um passo de consolidar sua ida para o PDT. Neste sentido, o governo do Estado, que em um primeiro momento negou a manobra, agora confirma a ida do deputado para a Secretaria de Assistência Social do Estado. O deputado assume a pasta que era comandada por Sueli Vidigal (PDT).
 
Ao puxar o deputado estadual, o governador acomoda o PDT na Assembleia, concedendo a tão disputada vaga para Luiz Durão. O presidente do PT Estadual, Genivaldo Lievore, até tentou reivindicar a vaga, que beneficiaria a ele próprio, mas o parecer da Procuradoria Eleitoral e o voto do relator no TRE indicam que a desfiliação, sem caracterizar infidelidade partidária, é uma questão de tempo. 
 
Mas, para os meios políticos, a movimentação de Hartung em relação ao deputado estadual não estaria mirando apenas a acomodação do PDT na Assembleia. Ao trazer Coelho para o secretariado, a intenção do governador seria fortalecer o deputado de olho na eleição em Cachoeiro de Itapemirim, colocando-o como um postulante competitivo à sucessão de Carlos Casteglione na prefeitura. 
 
Rodrigo Coelho, que foi secretário de Casteglione, ao deixar o PT corta de vez o cordão umbilical com a atual gestão. Mas a intenção palaciana seria a de impor a Theodorico Ferraço (DEM) a segunda derrota consecutiva na disputa de sua principal base eleitoral. Em 2012, Ferraço apoiou a candidatura de Glauber Coelho (morto em 2014) e Hartung apoiou a reeleição de Casteglione
 
Ferraço e Hartung não estão alinhados mais e o governador parece decidido a sufocar os espaços políticos do demista. Como Rodrigo Coelho já demonstra fidelidade ao governador, se torna uma liderança importante nesse jogo contra Ferraço.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Crônica de uma eleição

Vagões do trem do governador Paulo Hartung estão acima da capacidade da locomotiva. Haja peso para carregar...

OPINIÃO
Editorial
Futuro interrompido
Onde estão os promotores, delegados, políticos e demais agentes públicos para berrarem em defesa da infância? Mortes no Heimaba são alarmantes e inadmissíveis!
Bruno Toledo
Em defesa dos defensores
Nunca antes foi tão necessário e urgente o fortalecimento da Defensoria Pública
Eliza Bartolozzi Ferreira
A greve é um direito
Prefeito de Vitória ignorou o direito dos professores e adotou medidas coercitivas contra a liberdade de expressão e de greve
JR Mignone
Nova rádio
Tudo modificado, tudo moderno na Rádio Globo
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Arrogância também conta?
MAIS LIDAS

Vitória já poderia ter identificado as fontes de emissão de pó preto

Regimento Interno da Câmara da Serra torna nulo pedido de empréstimo para a prefeitura

Audiência Pública debate políticas de enfrentamento às desigualdades raciais

Pulverizações com agrotóxicos continuam no entorno do Parque de Itaúnas

Mordaça na escola