Seculo

 

Psicólogos capixabas querem a saída do ministro de Saúde por causa de nomeação


04/03/2016 às 16:36
O Conselho Regional de Psicologia do Espírito Santo (CRP-ES) reunirá os profissionais do Estado para discutir as articulações para pedir a saída do ministro da Saúde Marcelo Castro (PMDB). Para CRP, ele demonstrou não ter compromisso com a pauta da reforma psiquiátrica e com o fim dos manicômios. 
A insatisfação dos psicólogos com o ministro foi motivada pela nomeação de Valencius Wurch para a Coordenação Geral de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas, em dezembro do ano passado. Wurch dirigiu por 10 anos o maior manicômio da América Latina, a Casa de Saúde Dr. Eiras de Paracambi, no Rio de Janeiro, fechada por ordem judicial em 2012 por violação de direitos humanos.
Os encontros deste final de semana que vão discutir a questão acontecem no auditório do Incaper, em Vitória, das 14 às 17 horas; no sábado (5), das 9 às 12 horas, na Multivix de São Mateus; e no dia 12 de março, das 9 às 12 horas na Faculdade Pitágoras de Linhares.
As atividades do fim de semana fazem parte do Congresso Regional de Psicologia (4º Corep), que acontecerá em abril, e são chamadas de Pré-Coreps. 
Além de discutir as estratégias para afastar o ministro, os pré-congressos que começam neste fim de semana farão a defesa da laicidade da profissão, com afastamento completo das influências de convicções religiosas da atuação do profissional, rechaçando práticas como a chamada “cura gay”, por exemplo, que não encontra nenhum respaldo científico legitimado pela profissão.
Também será defendida a despatologização da identidade trans com a revogação da necessidade de laudos psicológicos atestando doença para que as pessoas transexuais façam a retificação de seus nomes. A visibilidade trans passa pela retificação do registro civil e é preciso dialogar com os movimentos, com as pessoas trans e com os operadores do Direito para a desconstrução da necessidade de um CID (Classificação Internacional de Doenças), o que muitas vezes ainda é exigido no Poder Judiciário.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Tabuleiro de 2018

Ele já negou intenção de deixar o PT ou mudanças de planos, mas movimentações de Givaldo continuam chamando atenção do mercado político

OPINIÃO
Editorial
Fosso social
No Espírito Santo, população negra é mais vulnerável à violência, é maioria no sistema carcerário e nas filas de desempregados
Renata Oliveira
Solidão sem fim
A oposição de Majeski na Assembleia não encontra coro entre os pares, nem no grupo arredio
JR Mignone
Rádio bandeira
A trajetória deste segmento de rádio em capitais é grande
Caetano Roque
A força da CUT
É hora de a Central assumir sua função de agregadora dos trabalhadores e das bandeiras de luta
Geraldo Hasse
Os golpes se sucedem
Em plena era do GPS, a reforma trabalhista sugere multiplicar os ''chapas''
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Fuga do Paraíso
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

'Orgânico não tem que ser caro'

Tabuleiro de 2018

Conselheiro José Antônio Pimentel vira réu em ação penal por corrupção

Eleição da nacional alimenta divisão no PSDB capixaba

Cariacica pode ter redistribuição de votos para disputa eleitoral de 2018