Seculo

 

Contrato da BR 101 será detalhado a membros de Comissão Federal


10/03/2016 às 17:35
Em reunião nesta quinta-feira (10), os membros da Comissão Externa de Fiscalização da BR 101 definiram que na próxima semana realizarão novo encontro administrativo para a apresentação do estudo encomendado sobre o contrato de concessão da via no Espírito Santo e determinar as ações a serem tomadas em virtude dos resultados conhecidos após esta investigação.
 
A Consultoria da Câmara dos Deputados está elaborando um detalhamento do documento assinado entre governo federal e Eco 101, a fim de esclarecer todas as competências, prazos e determinar responsabilidades pelos eventuais atrasos nas obras de duplicação da via no Espírito Santo.
 
“Queremos ouvir a população e também dar as devidas respostas a fim de que não haja expectativas frustradas”, afirmou o deputado Lelo Coimbra (PMDB). Também estiveram presentes à reunião o coordenador Marcus Vicente (PP), Jorge Silva (PROS), Paulo Foletto (PSB), Sérgio Vidigal (PDT) e Helder Salomão (PT). O deputado Evair de Melo não compareceu em virtude de missão oficial.
 
O deputado Marcus Vicente sugeriu, e os demais membros acataram, que seja formatado documento para reunir todos os pontos críticos para que agência reguladora e empresa responsável esclareçam quais as possíveis intervenções.
 
“Precisamos saber ao certo o que é realizável e o qual o impacto financeiro das intervenções, principalmente se haverá aumento de tarifas. Muitas cidades solicitam contornos, que são soluções de tráfego não previstas no projeto”, disse Vicente.
 
Encontros municipais

Também ficou definido na reunião desta quinta-feira (10), que a Comissão vai ter encontros públicos nos municípios de Guarapari e Cariacica, por solicitação do deputado federal Helder Salomão.
 
Colatina também receberá as reuniões da Comissão, a pedido do deputado Paulo Foletto. “As intervenções não acontecem na nossa cidade, mas interferem diretamente no cotidiano dos moradores de Colatina, Barra de São Francisco, Nova Venécia, dentre outras”, explica.
 
Também será agendada a ida da Comissão de Fiscalização Federal ao município da Serra, que terá a coordenação do deputado Sérgio Vidigal. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
CMV
Blindagem coletiva

Greve dos professores não reforçou apenas o perfil antidemocrático do prefeito, mas também a omissão da Câmara de Vitória. Só Roberto Martins enxerga o óbvio?

OPINIÃO
Editorial
'Gestão compartilhada'
Ofensiva de Luciano Rezende contra movimento dos professores revela autoritarismo e inabilidade política
Piero Ruschi
Pets: uma questão de responsabilidade socioambiental
Felizes as pessoas que podem ter um animal de estimação! Felizes os animais de estimação que têm um dono responsável!
Gustavo Bastos
Para que Filosofia?
''é melhor existir do que o nada''
Bruno Toledo
Por que negar os Direitos Humanos?
Não há nada de novo nesse discurso verde e amarelo que toma as ruas. É a simples manutenção das bases oligárquicas do Brasil
JR Mignone
O voto facultativo
Atual insatisfação com a política seria uma chance para começar a estudar a implantação do voto facultativo?
Roberto Junquilho
Que novo é esse?
O presidenciável do PRB, Flávio Rocha, apresenta velhas fórmulas de gestão e envolve jovens lideranças
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Para, relógio
MAIS LIDAS

Blindagem coletiva

STF mantém interrupção de pagamento de gratificação a procuradores de Justiça no ES

Que novo é esse?

Professores encerram greve, mas movimento reivindicatório continua em Vitória

MAB: 'Falta organização e profissionalismo na Fundação Renova'