Seculo

 

Economia solidária


17/05/2016 às 14:24
Considerando que com as naturais passagens de ciclo, algumas profissões e negócios passam a não ser mais necessários ao mercado ou mesmo tornam-se insustentáveis, há necessidade eminente de inovações e, nesse cenário, a economia solidária representa uma fonte geradora de trabalho e renda e também um modelo alternativo de produção e de comercialização, além de representar uma alternativa para combater o crescente desemprego.
O ato de compartilhar espaços, seja de casas, empresas, propriedades rurais, bares/restaurantes, escritórios, dentre outros, possibilita a troca de experiências, a concretização e a viabilização de um projeto de negócio, muitas vezes engavetados por falta de capital inicial para implantá-lo ou mesmo para testá-lo.
Do outro lado possibilita “fazer dinheiro” do que está subutilizado e até inviabilizado, estabelecendo parcerias, abrindo novas frentes de negócios a partir e com o seu. 
A internet é um recurso imprescindível para divulgar, estimular e ampliar o negócio, por isso é destaque.
Neste arranjo todos ganham, pois quem já está estruturado, pode aproveitar a capacidade ociosa de infraestrutura, recursos humanos e materiais, potencializando seus resultados. Pode receber o aluguel, compartilhar o lucro das vendas com o parceiro ou oferecer outras opções de produtos que combinem. 
Nas relações trabalhistas não existem patrões e empregados, todos têm as suas funções e importância para o negócio, que é compartilhado, tanto nos lucros como também no zelo pelos equipamentos, pelo local, pela produção, serviços e pela equipe. Tudo e todos são valorizados neste modelo de negócio.
Quanto às despesas, é uma oportunidade inovadora representada na expectativa de alcançar eficiência de recurso, reduzindo o total de investimento e, para o caso de dar certo e ampliar, poderá optar por sair e montar o seu próprio espaço ou manter-se compartilhando.
Os exemplos de compartilhamentos vão desde sites para as trocas de brinquedos e de roupas as cooperativas em áreas rurais, cozinhas industriais, carona solidária, sublocação de sala comercial para outros profissionais ou um quarto da sua casa, até ambiente de produção.
Outro exemplo é o Escritório Virtual caracterizado por uma empresa “hospedeira”, onde outras empresas podem ficar, desde apenas domiciliadas até a compartilhar com outras o espaço físico, dividir também salas de reuniões, de treinamentos, tecnologias, funcionários, além de assim se tornar um espaço propício para o compartilhamento de negócios. Reduzem os custos, aperfeiçoam recursos e garantem a sustentabilidade do negócio. 
Aqui procuramos a todo o momento ampliar o leque de opções para esses tempos de crise, considerando que o nosso alvo é atuar para a manutenção e/ou recuperação da saúde das famílias: física, mental, social e financeira e, para gozarem de boa saúde, precisam ter acesso ao trabalho/emprego e a renda.
Em tempos de vacas magras, com a economia solidária, os riscos também são divididos e pra um ganhar o outro não precisa perder.
 

Ivana Medeiros Zon, Assistente Social, especialista em Saúde da Família e em Saúde Pública,Educadora Financeira, membro da ABEF - Associação Brasileira de Educação Financeira, palestrante, consultora, colunista do Portal EduFin www.edufin.com.br
https://sites.google.com/site/saudefinanceiraivanamzon/

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Caravana do Amaro

Com a consolidação do movimento em torno de Amaro Neto, deputados partem agora para suas bases eleitorais, exibindo o porta-estandarte de 2018

OPINIÃO
Editorial
A ‘súmula Zenkner’
O desfecho do caso do promotor que queria passar um ano nos Estados Unidos mostrou a importância do papel da imprensa de fiscalizar os agentes públicos
Piero Ruschi
Crise Ambiental
Apesar de ser abençoado pela ausência de desastres naturais como vulcões, terremotos e tufões, o Brasil amarga a desgraça de suas catástrofes ambientais
Renata Oliveira
Amaro assusta?
Os senadores Ricardo Ferraço e Magno Malta tiveram reações diferentes ao movimento do deputado
JR Mignone
Rádio saúde
Nova rádio na web mostra que esse segmento deve crescer na internet
Caetano Roque
A nova do imposto sindical
Como o Movimento Sindical não foi protagonista no processo, agora o recurso virou moeda de troca na mão do capital
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Sopa de Letrinhas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Justiça condena Gildevan Fernandes à perda do mandato por fraude em licitação

Ministério Público pede rejeição das contas de oito prefeituras em 2015

Caravana do Amaro

Ex-presidente da Câmara de Vereadores Viana é condenado a ressarcir erário

Recorde de baleias jubartes encalhadas mostra falhas no processo de monitoramento e resgate