Seculo

 

Só se perdeu o juízo


17/06/2016 às 17:59
A pretensão do governador Paulo Hartung (PMDB) em juntar-se ao deputado federal Max Filho (PSDB) na escolha do próximo prefeito de Vila Velha é o tipo da união para contemporizar o erro passado dele com a escolha do seu ex- secretário de Segurança Rodney Miranda (DEM) à prefeitura de Vila Velha, que resulta numa fracassada e rejeitada administração. 
 
Recorrer a Max Filho, que passou por duas elogiadas gestões em Vila Velha, é tudo que PH necessita para redimir-se da equivocada estratégia de impor a Vila Velha uma nova liderança política. Empenhando a sua própria imagem política para promover Rodney. 
 
À época da campanha do atual prefeito, PH chegou a subsidiar ataques traiçoeiros que diziam que Max Filho não fizera boas gestões quando passou pela prefeitura, por arvorar-se em oposição a ele. Deu-se mal. 
 
O negócio de PH agora é pegar carona em que tem realmente trunfo eleitoral em Vila Velha. Assim sendo, Max Filho é tudo que ele precisa para voltar a esse cenário sem a amarga companhia de Rodney.
 
Na companhia de Max Filho, ele só tem a ganhar. Ainda mais num momento em que ele soma desgastes pelo Estado afora, obrigando-se a cuidar principalmente dos grandes eleitorados, caso de Vila Velha. Dentro naturalmente de suas pretensões em se reeleger para o governo ou mesmo na busca de cadeira no Senado.
 
O que leva Max Filho de vantagem com a aliança? Nada. Só desvantagem.  A começar por apresentar-se ao seu eleitorado na companhia de quem exerceu uma voraz perseguição aos canelas-verdes entre 2000 e 2008 para punir o então prefeito. Quando candidatou-se a prefeito em 2012, Max Filho perdeu para Rodney, que incorporou a figura de Paulo Hartung. 
 
Se cair nesse canto de seria de PH, Max Filho vai pagar um alto preço junto ao eleitorado de Vila Velha. Principalmente junto aos eleitores que sofreram com a derrota dele para Rodney. Sem essa, insisto, de mistificar que Rodney seria capaz dessa proeza de conquistar uma vitória eleitoral.
 
Não devendo nos esquecer que o próprio Max Filho, agora num mandato de deputado federal conquistado com os maciços votos de Vila Velha, e em grande parte do território capixaba, por méritos políticos anexados ao legado do próprio pai, o ex-governador Max Mauro, está no andar de cima da política capixaba. 
 
Aceitar uma aliança com Paulo Hartung representaria também abrir mão da possibilidade de alinhar-se entre aqueles que podem disputar o governo do Estado. A Câmara dos Deputados vem lhe dando a oportunidade de receber os holofotes que iluminam aquele que podem atingir condições de voos mais altos na política capixaba. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Leonardo Duarte/Secom
Uma coisa só

Enquanto no campo nacional PRB e MDB ainda estão em fase de namoro, no Estado o partido já é um “puxadinho” de Hartung. E tudo começou com Roberto Carneiro...

OPINIÃO
Editorial
MPES omisso
Ministério Público decidiu não participar das audiências de custódia. Um dos prejuízos: denúncias contra tortura, comumente relatada por presos
Piero Ruschi
Pets: uma questão de responsabilidade socioambiental
Felizes as pessoas que podem ter um animal de estimação! Felizes os animais de estimação que têm um dono responsável!
Gustavo Bastos
Para que Filosofia?
''é melhor existir do que o nada''
Bruno Toledo
Por que negar os Direitos Humanos?
Não há nada de novo nesse discurso verde e amarelo que toma as ruas. É a simples manutenção das bases oligárquicas do Brasil
Eliza Bartolozzi Ferreira
Políticas de retrocesso
Dados educacionais do governo Paulo Hartung são alarmantes
Geraldo Hasse
Vampirismo neoliberal
O governo oferece refrescos aos trabalhadores enquanto suga seu sangue
Roberto Junquilho
Quem governa?
Um novo porto na região de Aracruz demonstra que, para as corporações, as minorias não importam
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Uh, Houston, temos um problem
MAIS LIDAS

Uma coisa só

MPES omisso

Processo de Valci Ferreira e Gratz por crime de peculato será remetido ao STF

Cedrolândia ainda aguarda resposta do prefeito sobre escola condenada

Diretoria do Heimaba não comparece em reunião do Conselho para explicar óbitos