Seculo

 

Só se perdeu o juízo


17/06/2016 às 17:59
A pretensão do governador Paulo Hartung (PMDB) em juntar-se ao deputado federal Max Filho (PSDB) na escolha do próximo prefeito de Vila Velha é o tipo da união para contemporizar o erro passado dele com a escolha do seu ex- secretário de Segurança Rodney Miranda (DEM) à prefeitura de Vila Velha, que resulta numa fracassada e rejeitada administração. 
 
Recorrer a Max Filho, que passou por duas elogiadas gestões em Vila Velha, é tudo que PH necessita para redimir-se da equivocada estratégia de impor a Vila Velha uma nova liderança política. Empenhando a sua própria imagem política para promover Rodney. 
 
À época da campanha do atual prefeito, PH chegou a subsidiar ataques traiçoeiros que diziam que Max Filho não fizera boas gestões quando passou pela prefeitura, por arvorar-se em oposição a ele. Deu-se mal. 
 
O negócio de PH agora é pegar carona em que tem realmente trunfo eleitoral em Vila Velha. Assim sendo, Max Filho é tudo que ele precisa para voltar a esse cenário sem a amarga companhia de Rodney.
 
Na companhia de Max Filho, ele só tem a ganhar. Ainda mais num momento em que ele soma desgastes pelo Estado afora, obrigando-se a cuidar principalmente dos grandes eleitorados, caso de Vila Velha. Dentro naturalmente de suas pretensões em se reeleger para o governo ou mesmo na busca de cadeira no Senado.
 
O que leva Max Filho de vantagem com a aliança? Nada. Só desvantagem.  A começar por apresentar-se ao seu eleitorado na companhia de quem exerceu uma voraz perseguição aos canelas-verdes entre 2000 e 2008 para punir o então prefeito. Quando candidatou-se a prefeito em 2012, Max Filho perdeu para Rodney, que incorporou a figura de Paulo Hartung. 
 
Se cair nesse canto de seria de PH, Max Filho vai pagar um alto preço junto ao eleitorado de Vila Velha. Principalmente junto aos eleitores que sofreram com a derrota dele para Rodney. Sem essa, insisto, de mistificar que Rodney seria capaz dessa proeza de conquistar uma vitória eleitoral.
 
Não devendo nos esquecer que o próprio Max Filho, agora num mandato de deputado federal conquistado com os maciços votos de Vila Velha, e em grande parte do território capixaba, por méritos políticos anexados ao legado do próprio pai, o ex-governador Max Mauro, está no andar de cima da política capixaba. 
 
Aceitar uma aliança com Paulo Hartung representaria também abrir mão da possibilidade de alinhar-se entre aqueles que podem disputar o governo do Estado. A Câmara dos Deputados vem lhe dando a oportunidade de receber os holofotes que iluminam aquele que podem atingir condições de voos mais altos na política capixaba. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Quem dá mais?

Enquanto o mercado político se divide cada vez mais entre o bloco palaciano e o puxado por Casagrande, Audifax segue com acenos para o lado que mais convém

OPINIÃO
Editorial
Castigada seja a hipocrisia!
Ideal, mesmo, seria ver tamanha indignação dos deputados estaduais no debate sobre nudez artística em casos reais de atentado à paciência da sociedade
Piero Ruschi
A decadência da celulose
O plantio de eucalipto destinado à produção de celulose no Estado sofrerá reduções extremamente positivas ao capixaba
Gustavo Bastos
Conto carnavalesco
''Qual é o sentido do carnaval para você?''
Geraldo Hasse
Manobras perigosas
Os empresários, que surfaram na onda de Lula, estão assustados com a pororoca de Temer
JR Mignone
Banalização
O carnaval fez com que se desse uma trégua nas informações sobre política no Brasil
Roberto Junquilho
Hora do plano B
Os planos de Hartung e Colnago retornam à estaca zero com a saída de Luiz Paulo do PSDB
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

A arte de pilotar motocicletas – ou com Chico na garupa
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Yes, nós também!
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Hora do plano B

Polícia Militar tenta calar cabos e soldados após publicações na internet

Quem dá mais?

Ricardo Ferraço ensaia chapa casada ao Senado com Amaro Neto

Estudantes reagem contra manutenção do reajuste na passagem de ônibus