Seculo

 

Livro busca reconstituir a história da imigração alemã no Estado


07/09/2016 às 18:16

Um livro de grande fôlego e estruturado para ser uma espécie de registro histórico sobre a trajetória de alguns povos alemães que vivem hoje em comunidades no Estado, como é o caso dos pomeranos em Santa Maria de Jetibá - região serrana capixaba. Este é o grande objetivo que norteia a publicação da obra Raízes da Imigração Alemã - História e Cultura Alemã no Estado do Espírito Santo, escrito por Helmar Rölke.

O livro foi lançado no final de agosto, pelo Arquivo Público do Estado (APEES), no Palácio Anchieta, Centro de Vitória, e objetiva ser material para novas pesquisas sobre os povos alemães presentes no Espírito Santo. Para além disso, a obra também nasce de um incômodo do autor em constatar que as novas gerações dos próprios imigrantes não conhecem a fundo sua história no Brasil e no Estado.

Para amenizar a falta de registro históricos sobre os imigrantes alemães, Rölke se debruçou em uma longa pesquisa, que apresenta detalhadamente a trajetória do povo alemão antes mesmo de chegar às terras capixabas. O livro, de 620 páginas, destrincha os motivos pelos quais tais alemães saíram de seu país, aborda a travessia, a chegada deles, o início das colônias alemãs e ainda um pouco de cultura e religiosidade.

De fato, é uma obra que não se lança especificamente sobre a estadia dos povos alemães no Estado, já que grande parte do livro apresenta mesmo um história da chegada, contudo, o autor recolheu documentos, cartas antigas e diversos registros que colocam os próprios alemães contando um pouco de suas história, além de escutar um pouco dos imigrantes que vivem no Espírito Santo.

Para pesquisa acadêmica, o livro serve como uma luva, já que é uma grande introdução para se aprofundar sobre o registro de como as comunidades alemãs mantém suas tradições e religiosidade - focando mais na narrativa vinda diretamente dos imigrantes que vivem no Estado.

Além de fotos, gráficos, documentos e levantamentos, a obra apresenta dados e mapas – tudo bem fragmentado ao longos de inúmeros capítulos e subcapítulos.  A obra agora já está em sua fase de circulação.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Facebook
Sem freio

Palestras, CPI, ''showmícios'' e até lançamento de disco. Quem para o casal Magno Malta e Lauriete?

OPINIÃO
Editorial
A Ponte da Discórdia
Terceira Ponte entra novamente no centro dos debates políticos em ano eleitoral. Enquanto isso, a Rodosol continua rindo à toa...
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Conto surrealista
''virei pasta para entrar mais fácil na pintura de Dalí''
Geraldo Hasse
Caetano dá força a Ciro Gomes
O artista baiano se declara admirador do político cearense candidato a presidente
Roberto Junquilho
A carne mais barata
A população de pessoas em situação de rua aumenta, como sinal de falência da gestão pública
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

Hartung recebe alertas sobre gastos, publicidade e execução de programas em ano eleitoral

Ministério Público acusa superintendente do Ibama/ES de improbidade administrativa

Conto surrealista

Comunidade reforça que base da PM deve ser instalada na parte alta do Morro da Piedade

Sem freio