Seculo

 

Livro busca reconstituir a história da imigração alemã no Estado


07/09/2016 às 18:16

Um livro de grande fôlego e estruturado para ser uma espécie de registro histórico sobre a trajetória de alguns povos alemães que vivem hoje em comunidades no Estado, como é o caso dos pomeranos em Santa Maria de Jetibá - região serrana capixaba. Este é o grande objetivo que norteia a publicação da obra Raízes da Imigração Alemã - História e Cultura Alemã no Estado do Espírito Santo, escrito por Helmar Rölke.

O livro foi lançado no final de agosto, pelo Arquivo Público do Estado (APEES), no Palácio Anchieta, Centro de Vitória, e objetiva ser material para novas pesquisas sobre os povos alemães presentes no Espírito Santo. Para além disso, a obra também nasce de um incômodo do autor em constatar que as novas gerações dos próprios imigrantes não conhecem a fundo sua história no Brasil e no Estado.

Para amenizar a falta de registro históricos sobre os imigrantes alemães, Rölke se debruçou em uma longa pesquisa, que apresenta detalhadamente a trajetória do povo alemão antes mesmo de chegar às terras capixabas. O livro, de 620 páginas, destrincha os motivos pelos quais tais alemães saíram de seu país, aborda a travessia, a chegada deles, o início das colônias alemãs e ainda um pouco de cultura e religiosidade.

De fato, é uma obra que não se lança especificamente sobre a estadia dos povos alemães no Estado, já que grande parte do livro apresenta mesmo um história da chegada, contudo, o autor recolheu documentos, cartas antigas e diversos registros que colocam os próprios alemães contando um pouco de suas história, além de escutar um pouco dos imigrantes que vivem no Espírito Santo.

Para pesquisa acadêmica, o livro serve como uma luva, já que é uma grande introdução para se aprofundar sobre o registro de como as comunidades alemãs mantém suas tradições e religiosidade - focando mais na narrativa vinda diretamente dos imigrantes que vivem no Estado.

Além de fotos, gráficos, documentos e levantamentos, a obra apresenta dados e mapas – tudo bem fragmentado ao longos de inúmeros capítulos e subcapítulos.  A obra agora já está em sua fase de circulação.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Mais um 'lote'

Depois de conseguir o controle do PSDB e retomar o do DEM, Hartung se volta para um antigo aliado: o PDT

OPINIÃO
Piero Ruschi
Perseguição à honra de Ruschi
Infelizmente, de nada valeram meus 14 anos de contribuição mediante a minha postura de defender o Museu Mello Leitão, criado por meu pai
Renata Oliveira
Cidadãos ilustres
Assembleia deve tomar cuidado com suas medalhas, pois os homenageados de hoje podem ser os apedrejados de amanhã
Gustavo Bastos
Bancas de jornal
A banca de jornal, hoje, é um mundo que tem tudo
JR Mignone
Rádio bandeira
A trajetória deste segmento de rádio em capitais é grande
Geraldo Hasse
Os golpes se sucedem
Em plena era do GPS, a reforma trabalhista sugere multiplicar os ''chapas''
Caetano Roque
Agora é tarde
Não adianta a bancada fazer discurso a favor do trabalhador se ela votou quase à unanimidade a favor do impeachment
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Fuga do Paraíso
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Mais um 'lote'

Operação da Polícia Federal pune empresa que lançava esgoto in natura no Rio Doce

MPES quer reinclusão do fundador da Imetame em ação de improbidade

PDT realiza convenção estadual em dezembro de olho em 2018

Empresários já pressionam Câmara de Vitória por 'ajustes'