Seculo

 

Compulsões e seus efeitos


27/09/2016 às 13:02
A compulsão é a repetição com um exagero do comportamento, do hábito, gerando um transtorno pelo descontrole provocado.

Das compulsões existentes apontamos aqui algumas, como por compras, jogo, drogas e a sexual.

A compulsão por compras é regida pelo impulso, pelo desejo de comprar somado ao ato, sem que se imponha nesta relação nenhum “freio”.

Compra-se cada vez mais, sem analisar se precisa e se pode financeiramente comprar, movido por uma ansiedade que só passa a partir do ato de comprar. Feita a compra neste molde, vem um sentimento profundo de vazio, que precisa ser preenchido por outro desejo, o quanto antes.

A compulsão por jogo provoca no indivíduo um comportamento semelhante a anterior, com diferenças, envolvendo estratégias para ir até o jogo. A omissão, a mentira e até mesmo o roubo fazem parte deste transtorno.

A compulsão por drogas acende um desejo incessante de usar substâncias psicoativas tanto para vencer a timidez, para encorajar, chegando à dependência orgânica, quando o corpo passa a pedir mais e mais. Quando os sintomas são crescentes os limites distanciam-se destes indivíduos gradativamente, ficando sem regras e também sem uma rotina de vida. Vemos na sociedade atual muitos jovens “zumbis”, vagando pelas ruas, anestesiados por drogas cada vez mais potentes e muitos deles têm famílias em casa sofrendo as consequências.

A compulsão sexual é um transtorno que também gera um descontrole pelo “vício”, comprometendo a vida social, as relações familiares, o trabalho/emprego, a saúde e as finanças. Obcecado por satisfazer a qualquer custo a sua necessidade, usam e abusam da internet, gastam com parceiros e quando não se satisfazem, partem para outros, aumentando o risco de contraírem doenças sexualmente transmissíveis.

Em todas as compulsões o dinheiro é usado sem razão, para saciar, motivado pelos impulsos delas e pela urgência que os vícios impõem.  Compram mais produtos, drogas lícitas e ilícitas, apostam mais e gastam mais para terem o sexo e se saciarem momentaneamente. Em alguns casos há compulsões cruzadas, aumentando o problema.

Com o passar do tempo e sem tratamento adequado estas compulsões comprometem a vida, as relações e as finanças dos indivíduos vitimados e também de suas famílias.  Considerando isso, o tratamento preconizado é médico-psiquiátrico, geralmente com a prescrição de medicamentos controlados, atrelado também à psicoterapia e a participação em grupos anônimos de mútua ajuda, que é um recurso terapêutico: Grupos Devedores Anônimos, Compradores Compulsivos, Jogadores Anônimos, Alcoólicos Anônimos, Narcóticos Anônimos, Dependentes de Amor e Sexo, que utilizam os doze passos dos Alcoólicos Anônimos.

A compulsão é um comportamento exacerbado, extremo, que chega a cegar àquele que é acometido por este mal, mas tem tratamento e controle, reduzindo assim os riscos das suas consequências.

Atenção a esses casos!

______________________________________________________________________________________________________
 
Ivana Medeiros Zon, Assistente Social, especialista em Saúde da Família e em Saúde Pública,  educadora financeira, palestrante, consultora, colunista do jornal eletrônico www.seculodiario.com https://sites.google.com/site/saudefinanceiraivanamzon/

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Rabiscos eleitorais

Articuladores já fazem suas contas de 2018. Entre os deputados considerados reeleitos, está quase toda bancada do PMDB, incluindo Erick Musso. Mas, antes, terá que colocar um ''bonde'' pra correr

OPINIÃO
Editorial
À oposição, o respeito!
Seja manifestando uma simples opinião ou criticando medidas do próprio legislativo ou do governo, falou em Sergio Majeski, o tiroteio é garantido
Piero Ruschi
Carta de aniversário ao papai
‘Venho lhe desejar um feliz aniversário de 102 anos, o mais feliz possível, diante de todas mazelas que atormentam o Museu que o senhor criou e o meio ambiente que tanto defendeu
Gustavo Bastos
Destino e acaso
''Quanto ao cético do acaso, ele chama destino de delírio e acaso de nada''
Geraldo Hasse
Em defesa da soberania
Manifesto combate o entreguismo, filho dileto do colonialismo neoliberal
Roberto Junquilho
Os pequenos se movem
Para garantir verba do fundo partidário, siglas como o PCdoB têm que apresentar chapa majoritária em 2018. E, no Estado, como fica?
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Quem quer dinheiro?
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Hartung reforça interesse em projeto nacional nas eleições de 2018

Manifesto denuncia ameaças a lideranças mobilizadas contra agrotóxicos em Boa Esperança

Fundação Renova é multada e Samarco/Vale-BHP vira alvo de mais uma ação civil pública

Morre Chico Flores

Trabalhadores encerram Greve em Brasília e Jejum nos estados