Seculo


  • Lava Jato no ES

 

Compulsões e seus efeitos


27/09/2016 às 13:02
A compulsão é a repetição com um exagero do comportamento, do hábito, gerando um transtorno pelo descontrole provocado.

Das compulsões existentes apontamos aqui algumas, como por compras, jogo, drogas e a sexual.

A compulsão por compras é regida pelo impulso, pelo desejo de comprar somado ao ato, sem que se imponha nesta relação nenhum “freio”.

Compra-se cada vez mais, sem analisar se precisa e se pode financeiramente comprar, movido por uma ansiedade que só passa a partir do ato de comprar. Feita a compra neste molde, vem um sentimento profundo de vazio, que precisa ser preenchido por outro desejo, o quanto antes.

A compulsão por jogo provoca no indivíduo um comportamento semelhante a anterior, com diferenças, envolvendo estratégias para ir até o jogo. A omissão, a mentira e até mesmo o roubo fazem parte deste transtorno.

A compulsão por drogas acende um desejo incessante de usar substâncias psicoativas tanto para vencer a timidez, para encorajar, chegando à dependência orgânica, quando o corpo passa a pedir mais e mais. Quando os sintomas são crescentes os limites distanciam-se destes indivíduos gradativamente, ficando sem regras e também sem uma rotina de vida. Vemos na sociedade atual muitos jovens “zumbis”, vagando pelas ruas, anestesiados por drogas cada vez mais potentes e muitos deles têm famílias em casa sofrendo as consequências.

A compulsão sexual é um transtorno que também gera um descontrole pelo “vício”, comprometendo a vida social, as relações familiares, o trabalho/emprego, a saúde e as finanças. Obcecado por satisfazer a qualquer custo a sua necessidade, usam e abusam da internet, gastam com parceiros e quando não se satisfazem, partem para outros, aumentando o risco de contraírem doenças sexualmente transmissíveis.

Em todas as compulsões o dinheiro é usado sem razão, para saciar, motivado pelos impulsos delas e pela urgência que os vícios impõem.  Compram mais produtos, drogas lícitas e ilícitas, apostam mais e gastam mais para terem o sexo e se saciarem momentaneamente. Em alguns casos há compulsões cruzadas, aumentando o problema.

Com o passar do tempo e sem tratamento adequado estas compulsões comprometem a vida, as relações e as finanças dos indivíduos vitimados e também de suas famílias.  Considerando isso, o tratamento preconizado é médico-psiquiátrico, geralmente com a prescrição de medicamentos controlados, atrelado também à psicoterapia e a participação em grupos anônimos de mútua ajuda, que é um recurso terapêutico: Grupos Devedores Anônimos, Compradores Compulsivos, Jogadores Anônimos, Alcoólicos Anônimos, Narcóticos Anônimos, Dependentes de Amor e Sexo, que utilizam os doze passos dos Alcoólicos Anônimos.

A compulsão é um comportamento exacerbado, extremo, que chega a cegar àquele que é acometido por este mal, mas tem tratamento e controle, reduzindo assim os riscos das suas consequências.

Atenção a esses casos!

______________________________________________________________________________________________________
 
Ivana Medeiros Zon, Assistente Social, especialista em Saúde da Família e em Saúde Pública,  educadora financeira, palestrante, consultora, colunista do jornal eletrônico www.seculodiario.com https://sites.google.com/site/saudefinanceiraivanamzon/

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Caminhos eleitorais

PT no cenário de 2018: com Lula, missão no Estado caberá a Helder e Givaldo Vieira. Na falta dele, pode sair aliança com o PDT, que rende chapa forte à Câmara

OPINIÃO
Editorial
Acesso seletivo
Referência da comunidade escolar na Assembleia, Majeski acertou ao cobrar explicações sobre sessão que barrou professores
José Rabelo
A vez dos fichas-limpas
No país da Lava jato, pesquisa Datafolha aponta que a corrupção tornou-se a principal preocupação dos brasileiros
JR Mignone
Avalanche de informações
Talvez a juventude seja o seguimento que mais sofre com tantos fatos e versões
Geraldo Hasse
Salgado Filho, um simples herói
Hoje ninguém mais lembra o advogado que regulamentou o comércio dos ambulantes
Caetano Roque
Água da mesma pipa
Na verdade, não houve embate na eleição no Sindicomerciários
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Uma festa para Ro Ro que rolou escada abaixo
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Mulher "noiada" mostra a falência de programas sociais
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Meu dia, seu dia
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Servidores públicos e da saúde aderem à greve geral da próxima sexta-feira

Deputado cobra apuração de responsabilidades em sessão que barrou comunidade escolar

Clima político em Itapemirim se acirra entre prefeito afastado e vice

Coser anuncia desembarque, mas se cala sobre oposição ao governo Hartung

Tribunal de Contas mira criação de cargos na Prefeitura de Pinheiros