Seculo

 

Projeto artístico dá visibilidade a histórias vividas por imigrantes e refugiados


20/10/2016 às 13:32

Um inusitado conjunto de trabalhos artísticos: uma exposição unida a uma performance de dança e ainda um programa de rádio. Este é o projeto Imagina Geografia que vai ser aberto ao público na próxima segunda-feira (24), no Museu de Arte do Espírito Santo (Maes) e no Sesc Glória, ambos no Centro de Vitória. O projeto é a junção do trabalho de três pessoas, Julia Salaroli, na performance de dança, Polliana Dalla Barba, na exposição, e Fannie Vrillaud, na produção dos programas de rádio.

A concepção do projeto foi desenvolvida a partir de narrativas de deslocamento de imigrantes em situação irregular e de refugiados, dando visibilidade às histórias vividas por eles durante as suas travessias. A partir dessas histórias, a questão da migração surge para repensar a configuração rígida das fronteiras do mapa-mundi, propondo um olhar no qual os territórios mundiais possam ser compreendidos como um lugar aberto e em transformação.

Além das visitações à exposição, das 17h às 20h, os visitantes poderão presenciar também performances de dança, de quarta-feira (26) a sábado (29), a partir das 20h, também no Maes. A atividade será seguida por debates nos mesmos dias e, em novembro, mais um leva de performances serão apresentadas.

Serviço

A exposição Imagina Geografia será aberta na próxima segunda-feira (24), das 17h às 20h; e as performances de dança serão realizadas de quarta-feira (26) a sábado (29), a partir das 20h, no Maes – avenida Jerônimo Monteiro, 631, Centro de Vitória. A entrada é livre. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Precipitou-se

Com um olho em 2018 e outro em 2020, Luciano Rezende antecipou o processo eleitoral, mas esqueceu a Lava Jato. Aí mora o problema.

OPINIÃO
Renata Oliveira
Bicho-papão
O ajuste fiscal de Paulo Hartung precisa do exemplo do Rio de Janeiro tanto para cortar quanto para supervalorizar a liberação de recursos
Renata Oliveira
Majeski deve bater asas
Pelo andar da carruagem da disputa pela presidência do PSDB estadual, a história do deputado com o partido caminha para um melancólico fim
JR Mignone
Qual rádio ouviria hoje?
Sinceramente, não saberia explicar que tipo de rádio eu ouviria hoje, isto é, que me motivaria a ligar o botão para ouvi-la: uma de notícia ou uma só de música selecionada
Geraldo Hasse
A doença da intolerância
Ela está nos estádios, nos governos, nas igrejas, nos parlamentos, nas ruas, nos tribunais
Caetano Roque
Emprego de ficção
Diariamente vagas e mais vagas são prometidas nos jornais e onde está o sindicato para cobrar isso
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Branca, o Teatro e a sala de estar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Fuzis e baionetas, nunca mais!
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Turista acidental
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Precipitou-se

Subseção da OAB-ES cobra esclarecimento sobre atuação de Homero Mafra na defesa de acusado

Posse de tucano no Turismo é demonstração interna de força de Colnago

Justiça Federal determina que 14 municípios adotem ponto eletrônico para médicos e dentistas

Dary Pagung vai fechar a porta para emendas de deputados no orçamento