Seculo

 

Acabando com tudo


01/11/2016 às 10:38

O governo golpista vem dando mais uma demonstração do quanto sua atuação é antidemocrática. Vem tentando sufocar os servidores públicos, retirando deles o direto à greve, impedindo sindicalização, enfim, evitando que haja mobilização da categoria.

A ideia parecer ser a de tentar calar o trabalhador do setor público, mas não para por aí. Começando pelo setor público, com o tempo, o setor privado também será contaminado e o movimento sindical como um todo está sendo desidratado. Tirando o trabalhador da rua, o governo golpista terá mais liberdade para acabar com direitos fundamentais, e fazer farra com o dinheiro público, beneficiando a elite e arrochando ainda mais o trabalhador.

O clima para isso foi criado com a intensa campanha de criminalização do Partido dos Trabalhadores. Com a ideia de qualquer luta por direitos é “coisa de petista” e que “petista é tudo ladrão”, a corja que tomou conta do País consegue com a ajuda da mídia tradicional, que é seu grande cabo eleitoral, semear na população à rejeição à qualquer tipo de mobilização dos trabalhadores.

Cabe às centrais, sobretudo à Central Única dos Trabalhadores (CUT) revidar. Não permitir que o trabalhador saia da rua. Não permitir que os direitos dos trabalhadores sejam usurpados da forma que estão sendo, com a ajuda do Congresso Nacional.

Na falta da mobilização das centrais, coube, quem diria à juventude assumir um papel de luta. Com mais de 50 escolas ocupadas só no Espírito Santo, são os jovens que estão dando a lição no movimento sindical. Estão lutando contra a aberração da PEC 241, que congela por 20 anos os investimentos em Educação e Saúde. Uma lição a ser entendida pelas lideranças sindicais.

Alguns sindicatos já entenderam como o Sinfais, de Vila Velha; o sindibancários, Sintrasincal e o Sindialimantação, que estão dando suporte às ocupações. Mas é preciso que o movimento sindical como um todo encampe a luta dos estudantes contra a PEC e se contamine também por esse espírito de luta.

Abre o olho, trabalhador!

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

PH é estopim da crise no PSDB

Crise no partido é prenúncio de que a era Hartung está encerrando seu ciclo no Espírito Santo

OPINIÃO
Editorial
Oásis
Os capixabas que ouvem o governador Hartung propagandear os atrativos do ES devem pensar que moram em outro Estado
Renata Oliveira
Paraísos artificiais
O que o governador Paulo Hartung e o prefeito Luciano Rezende têm em comum?
Gustavo Bastos
O verão do amor e o movimento hippie
O que representava o movimento hippie como tal era a utopia
Geraldo Hasse
As abelhas e o Agro
Alguns líderes se dão conta da mútua dependência entre animais e plantas
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Este blog fica por aqui
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Olha no mapa
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Oásis

'Eu quero uma direção independente, capaz de optar pela melhor estratégia no ano que vem’

Fórum de Fundão não conta com nenhum analista judiciário

Pó preto extrapola legislações municipal e estadual e ONG cobra providências

Estratégia do PSDB nacional pode desmontar ação de Ricardo Ferraço