Seculo

 

Desinformação


08/11/2016 às 15:42

É comum hoje encontrarmos trabalhadores que se dizem votantes em Lula ou Dilma, mas que não votam no PT. Essa visão da política voltada para o personalismo, para o pragmatismo em vez dos ideais partidários, atinge o partido, que deveria captar o voto ideológico. Culpa disso é o do movimento sindical, que deixou de lado uma de suas mais importantes funções: a formação política.

O cidadão hoje não diferencia entre comunismo, socialismo e capitalismo. Vive assediado por propostas de candidatos que prometem o imediato, mas não têm compromissos com mudanças sociais que atinjam a sociedade como um todo e não apenas privilegiem grupos políticos ou classes sociais. Daí essa esquizofrenia da sociedade, que vai ao sabor da onda política do momento.

Sem as informações, o trabalhador não tem como formular seu posicionamento político a partir de sua condição social. Daí a importância de o sindicato trazer as informações, seja por meio dos informativos, que trazem esclarecimentos não só para o trabalhador, mas para sua família; e as assembleias e reuniões no chão da fábrica.

O envolvimento do trabalhador nas discussões sindicais presta um grande serviço a essa tomada de consciência, que extrapola a discussão trabalhista e influencia na vida social, nas associações de moradores, nas igrejas, nas escolas, enfim, em todas as atividades comunitárias, e cria as condições para que o cidadão encontre entre os candidatos, nomes que representem suas bandeiras.

Mas, enquanto as lideranças sindicais discutem a perpetuação no comando de seus sindicatos, a formação política ficou em segundo plano ou esquecida mesmo. Sem essa consciência, o cidadão hoje acaba votando em candidatos que representam o patrão. Essa inércia do movimento sindical foi em grande parte responsável pelo governo golpista que agora articula a derrubada de direitos do trabalhador, que sem a consciência política não consegue perceber que deu um tiro no pé ao dar sustentação ao golpe.

Acorda peão!

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Caravana do Amaro

Com a consolidação do movimento em torno de Amaro Neto, deputados partem agora para suas bases eleitorais, exibindo o porta-estandarte de 2018

OPINIÃO
Editorial
A ‘súmula Zenkner’
O desfecho do caso do promotor que queria passar um ano nos Estados Unidos mostrou a importância do papel da imprensa de fiscalizar os agentes públicos
Piero Ruschi
Crise Ambiental
Apesar de ser abençoado pela ausência de desastres naturais como vulcões, terremotos e tufões, o Brasil amarga a desgraça de suas catástrofes ambientais
Renata Oliveira
Amaro assusta?
Os senadores Ricardo Ferraço e Magno Malta tiveram reações diferentes ao movimento do deputado
JR Mignone
Rádio saúde
Nova rádio na web mostra que esse segmento deve crescer na internet
Caetano Roque
A nova do imposto sindical
Como o Movimento Sindical não foi protagonista no processo, agora o recurso virou moeda de troca na mão do capital
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Sopa de Letrinhas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Justiça condena Gildevan Fernandes à perda do mandato por fraude em licitação

Ministério Público pede rejeição das contas de oito prefeituras em 2015

Caravana do Amaro

Ex-presidente da Câmara de Vereadores Viana é condenado a ressarcir erário

Recorde de baleias jubartes encalhadas mostra falhas no processo de monitoramento e resgate