Seculo


  • Lava Jato no ES

 

Desinformação


08/11/2016 às 15:42

É comum hoje encontrarmos trabalhadores que se dizem votantes em Lula ou Dilma, mas que não votam no PT. Essa visão da política voltada para o personalismo, para o pragmatismo em vez dos ideais partidários, atinge o partido, que deveria captar o voto ideológico. Culpa disso é o do movimento sindical, que deixou de lado uma de suas mais importantes funções: a formação política.

O cidadão hoje não diferencia entre comunismo, socialismo e capitalismo. Vive assediado por propostas de candidatos que prometem o imediato, mas não têm compromissos com mudanças sociais que atinjam a sociedade como um todo e não apenas privilegiem grupos políticos ou classes sociais. Daí essa esquizofrenia da sociedade, que vai ao sabor da onda política do momento.

Sem as informações, o trabalhador não tem como formular seu posicionamento político a partir de sua condição social. Daí a importância de o sindicato trazer as informações, seja por meio dos informativos, que trazem esclarecimentos não só para o trabalhador, mas para sua família; e as assembleias e reuniões no chão da fábrica.

O envolvimento do trabalhador nas discussões sindicais presta um grande serviço a essa tomada de consciência, que extrapola a discussão trabalhista e influencia na vida social, nas associações de moradores, nas igrejas, nas escolas, enfim, em todas as atividades comunitárias, e cria as condições para que o cidadão encontre entre os candidatos, nomes que representem suas bandeiras.

Mas, enquanto as lideranças sindicais discutem a perpetuação no comando de seus sindicatos, a formação política ficou em segundo plano ou esquecida mesmo. Sem essa consciência, o cidadão hoje acaba votando em candidatos que representam o patrão. Essa inércia do movimento sindical foi em grande parte responsável pelo governo golpista que agora articula a derrubada de direitos do trabalhador, que sem a consciência política não consegue perceber que deu um tiro no pé ao dar sustentação ao golpe.

Acorda peão!

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Caminhos eleitorais

PT no cenário de 2018: com Lula, missão no Estado caberá a Helder e Givaldo Vieira. Na falta dele, pode sair aliança com o PDT, que rende chapa forte à Câmara

OPINIÃO
Editorial
Acesso seletivo
Referência da comunidade escolar na Assembleia, Majeski acertou ao cobrar explicações sobre sessão que barrou professores
José Rabelo
A vez dos fichas-limpas
No país da Lava jato, pesquisa Datafolha aponta que a corrupção tornou-se a principal preocupação dos brasileiros
JR Mignone
Avalanche de informações
Talvez a juventude seja o seguimento que mais sofre com tantos fatos e versões
Geraldo Hasse
Salgado Filho, um simples herói
Hoje ninguém mais lembra o advogado que regulamentou o comércio dos ambulantes
Caetano Roque
Água da mesma pipa
Na verdade, não houve embate na eleição no Sindicomerciários
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Uma festa para Ro Ro que rolou escada abaixo
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Mulher "noiada" mostra a falência de programas sociais
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Meu dia, seu dia
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Servidores públicos e da saúde aderem à greve geral da próxima sexta-feira

Deputado cobra apuração de responsabilidades em sessão que barrou comunidade escolar

Clima político em Itapemirim se acirra entre prefeito afastado e vice

Coser anuncia desembarque, mas se cala sobre oposição ao governo Hartung

Tribunal de Contas mira criação de cargos na Prefeitura de Pinheiros