Seculo

 

ONGs questionam autorização para construção de condomínio na Bacutia


08/11/2016 às 17:50
A construção de um condomínio de luxo, com 22 casas duplex, no alto do morro da Praia da Bacutia, em Guarapari, está sendo questionado por ONGs e moradores da região.

Como os demais costões rochosos do sul do Estado, o Morro da Bacutia é tombado pelo Conselho Estadual de Cultura (CEC), sendo necessário autorização do Conselho, o que ainda não aconteceu.

O corte raso da vegetação foi autorizado pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) e o empreendimento possui licença da prefeitura.

A Associação de Moradores da Enseada Azul (Ameazul) alega, também, em suas ações judiciais, que se trata de Área de Preservação Permanente (APP), precisando, por isso, de autorização do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

“É um absurdo! O Morro é tombado”, reclama o presidente da Ameazul, Manoel Gonçalves. A Associação entrou com processo na Justiça Federal, que o encaminhou para a Justiça Estadual.

O diretor da ONG Sociedade Gaia Religare, Mateus da Costa, solicitou o processo na Prefeitura e orienta, a princípio, que a Pacífico Empreendimentos apresente o projeto ao Conselho Municipal de Meio Ambiente e também à população, por meio de uma reunião pública.

Nas redes sociais, moradores denunciam a postura dos órgãos públicos em aprovar a devastação da vegetação e a construção do condomínio.

A Enseada Azul é palco,  anos, de vários outros projetos imobiliários polêmicos. A Ameazul e outros grupos da sociedade civil organizada local lutam para manter as características bucólicas e o diferencial turístico da região, evitando que prédios mais altos tragam problemas de redução de ventilação e insolação que afetam balneários como a Praia do Morro, em Guapari, e a Praia da Costa, em Vila Velha

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Jogo de cena

Quando se refere a secretários em condições de sucedê-lo, Hartung não fala que, praticamente, entregou o poder a Octaciano Neto

OPINIÃO
Editorial
Do exemplo ao risco
Uma iniciativa popular contra a pulverização área de agrotóxicos em Boa Esperança gerou graves reações de ódio e ameaças. Investigação, já!
Gustavo Bastos
Destino e acaso
''Quanto ao cético do acaso, ele chama destino de delírio e acaso de nada''
Roberto Junquilho
Os pequenos se movem
Para garantir verba do fundo partidário, siglas como o PCdoB têm que apresentar chapa majoritária em 2018. E, no Estado, como fica?
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Dois milagres de Natal
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Crea-ES terá pela primeira vez uma mulher na presidência

Vereadores de Aracruz decidem abrir investigação contra o Estaleiro Jurong

Comunidades de Alegre apostam em sensibilidade de desembargador para salvar escolas

Deterioração da Segunda Ponte será quantificada em reunião na Assembleia

Jogo de cena