Seculo

 

Vereadores querem volta do monitoramento do pó preto na Grande Vitória


12/11/2016 às 20:55

Vereadores de Vitória se mobilizam para requerer ao governo estadual o retorno do monitoramento do material particulado que polui o ar da Grande Vitória, o conhecido pó preto. Davi Esmael (PSB) anunciou nessa quinta-feira (10), em suas redes sociais, a solicitação feita ao Estado.

A última medição do pó preto foi feita em junho. Com o vencimento do contrato com o laboratório responsável pelo trabalho, o monitoramento foi interrompido. Desde julho, o site do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) não mostra nenhum dado das emissões, de responsabilidade principalmente das poluidoras Vale e ArcelorMittal.

A Juntos SOS Ambiental foi a primeira entidade a fazer a denúncia da interrupção do monitoramento. No início de novembro, após repercussão na imprensa, o Iema disse que um novo contrato já está tramitando na Procuradoria Geral do Estado (PGE). A população, no entanto, continua sem informações sobre as emissões.

O monitoramento da quantidade de pó preto traz dados importantes para a definição de medidas de controle da poluição e de mitigação dos danos provocados sobre a saúde e o meio ambiente. “Não podemos comprometer a saúde e bem-estar dos capixabas e, muito menos, ignorar as questões ambientais”, afirmou Davi Esmael.

O Sindicato dos Servidores Públicos do Estado (Sindpúblicos) também questionou ao Iema e ao secretário de Estado de Meio Ambiente, Aladim Cerqueira, sobre a suspensão do monitoramento, mas não obteve respostas. A entidade cobrou informações sobre o fim do contrato, a empresa responsável pelo monitoramento, e os motivos dos últimos dados se referirem a maio de 2016.

"A situação só reforça a total submissão do governo Hartung às grandes empresas poluidoras, muitas financiadoras de suas campanhas, e revela o descaso para com a população da Grande Vitória, que é diariamente prejudicada tendo sua saúde e qualidade de vida afetadas", aponta a entidade.

Segundo o sindicato, com a recusa em fornecer informações básicas à sociedade, a gestão estadual fere a própria Constituição Federal Brasileira, que preconiza o Princípio da Publicidade, bem como a Lei de Acesso à Informação (Lei Federal nº 12.527/2011), que determina que os entes públicos forneçam informações objetivas, transparentes, claras e em linguagem de fácil compreensão; e dados em formato aberto e manejável. O Sindipúblicos informa que irá fazer denúncias formais aos órgãos competentes para providências.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Rabiscos eleitorais

Articuladores já fazem suas contas de 2018. Entre os deputados considerados reeleitos, está quase toda bancada do PMDB, incluindo Erick Musso. Mas, antes, terá que colocar um ''bonde'' pra correr

OPINIÃO
Editorial
À oposição, o respeito!
Seja manifestando uma simples opinião ou criticando medidas do próprio legislativo ou do governo, falou em Sergio Majeski, o tiroteio é garantido
Piero Ruschi
Carta de aniversário ao papai
‘Venho lhe desejar um feliz aniversário de 102 anos, o mais feliz possível, diante de todas mazelas que atormentam o Museu que o senhor criou e o meio ambiente que tanto defendeu
Gustavo Bastos
Destino e acaso
''Quanto ao cético do acaso, ele chama destino de delírio e acaso de nada''
Geraldo Hasse
Em defesa da soberania
Manifesto combate o entreguismo, filho dileto do colonialismo neoliberal
Roberto Junquilho
Hartung e seu muro
Sem a presença da senadora Rose de Freitas, evento com lideranças do PMDB vira palanque para o governador
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Quem quer dinheiro?
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Em defesa da soberania

Hartung e seu muro

Hartung reforça interesse em projeto nacional nas eleições de 2018

Greve dos auditores da Receita Federal adia início do 'Bike VV'

Rabiscos eleitorais