Seculo


  • Lava Jato no ES

 

Ano de eleição


22/11/2016 às 10:52

O próximo ano será de eleições em vários sindicatos importantes do Estado. Neste sentido, a coluna quer alertar os trabalhadores para ficarem ligados nas chapas que vão ser formadas. Isso porque, boa parte dos sindicatos estão fazendo uma nefasta parceria com a classe empresarial. Eles tentam se manter no poder para manter essa aliança firme. E advinha quem perde com isso? O trabalhador.

Na prática, o movimento sindical está dando um tiro no pé. Os empresários não mexem no imposto sindical, já que quem leva vantagem com isso são eles mesmos. É por meio dele, que o patronato controla os sindicatos, cooptando as lideranças em troca da manutenção perpétua à frente das entidades sindicais.

O sinal mais claro disso é que o governo golpista nem fala nisso. Fala-se em uma série de perdas de direitos trabalhistas, como o fim da aposentadoria, por exemplo, mas não quer acabar com a moeda de troca entre o capital e o movimento sindical, que é o imposto.

A coluna sempre se colocou contra o imposto. Sempre defendeu que o fim do imposto, significa a liberdade para que o meio sindical possa se comprometer com a bandeira de luta para a qual foi criado: a defesa dos interesses do trabalhador.

Agora, para que isso aconteça, é preciso que os trabalhadores tomem conta daquilo que é deles. Precisam entender a importante ferramenta que têm nas mãos, se informar e cobrar das direções de seus sindicatos uma postura mais aguerrida, sem conchavos. Quando mais o trabalhador se afasta do sindicato, mas espaço dá para que o capital influa dentro da entidade.

Por isso, com a proximidade de 2017, o trabalhador precisa conhecer os integrantes de cada chapa e as propostas de cada grupo, para que depois possam cobrar os compromissos feitos durante a campanha eleitoral nos sindicatos.

O momento político pelo qual passa o País é crítico e as ameaças aos direitos dos trabalhadores são iminentes. Por isso, o processo de eleições de 2017 é tão importante. É hora de voltar às origens do movimento sindical, voltar à luta para evitar um retrocesso seja político, seja trabalhista.

A hora é de mudança já!

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Caminhos eleitorais

PT no cenário de 2018: com Lula, missão no Estado caberá a Helder e Givaldo Vieira. Na falta dele, pode sair aliança com o PDT, que rende chapa forte à Câmara

OPINIÃO
Editorial
Acesso seletivo
Referência da comunidade escolar na Assembleia, Majeski acertou ao cobrar explicações sobre sessão que barrou professores
José Rabelo
A vez dos fichas-limpas
No país da Lava jato, pesquisa Datafolha aponta que a corrupção tornou-se a principal preocupação dos brasileiros
JR Mignone
Avalanche de informações
Talvez a juventude seja o seguimento que mais sofre com tantos fatos e versões
Geraldo Hasse
Salgado Filho, um simples herói
Hoje ninguém mais lembra o advogado que regulamentou o comércio dos ambulantes
Caetano Roque
Água da mesma pipa
Na verdade, não houve embate na eleição no Sindicomerciários
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Uma festa para Ro Ro que rolou escada abaixo
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Mulher "noiada" mostra a falência de programas sociais
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Meu dia, seu dia
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Servidores públicos e da saúde aderem à greve geral da próxima sexta-feira

Deputado cobra apuração de responsabilidades em sessão que barrou comunidade escolar

Clima político em Itapemirim se acirra entre prefeito afastado e vice

Coser anuncia desembarque, mas se cala sobre oposição ao governo Hartung

Tribunal de Contas mira criação de cargos na Prefeitura de Pinheiros