Seculo

 

Abuso financeiro


22/11/2016 às 13:51
Há registro de aumento nas denúncias de casos de abuso financeiro contra idosos, tendo como principais autores - filhos, netos e outros familiares próximos. Essa informação vem de um levantamento da Secretaria de Direitos Humanos, do Ministério da Justiça.
 
Há que se considerar inicialmente que a idade avançada não significa de maneira nenhuma incapacidade! Outro ponto é que prestar socorro financeiro a filhos e netos em situação de dificuldade ou pior, de descontrole financeiro, sensibiliza demais qualquer pai e mãe, avô e avó, independente da sua idade.
 
O agravamento da crise econômica, com o aumento do desemprego no país, também influência nesse crescimento, mas não há como "tapar o sol com a peneira", pois esse tipo de abuso já faz parte do nosso cenário, mesmo antes da atual crise.
 
Mas esse tipo de abuso do qual estamos tratando, não ocorre apenas com idosos ditos "com limitações", pois o que encontramos na prática são casos de familiares que tendem a se aproveitar da sensibilidade dos parentes mais velhos para tomarem dinheiro emprestado com eles ou usarem o seu nome para contratarem empréstimos, muitas vezes, sem a intenção de devolverem.
 
Do outro lado deste cenário, estão os idosos com limitações para gerir bens e até a própria vida, que realmente estão vulneráveis e; praticar violência financeira contra eles é crime, portanto, passível de punição.
 
A lei 10.741/03 – conhecida como o Estatuto do Idoso, no artigo 10, § 3º, determina que: “É dever de todos zelar pela dignidade do idoso, colocando-o a salvo de qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório ou constrangedor”, portanto, é responsabilidade de todo cidadão denunciar casos assim e para isso é utilizado o Disque 100 – Disque Direitos Humanos, que é o canal de denúncia de violência contra grupos sociais vulneráveis, onde estão também os idosos.
 
É imprescindível entender que idosos, geralmente já estão aposentados, fora do mercado de trabalho; ou seja, com receita mensal já definida e, quando contam com reservas, estas são para, eventualmente, complementarem as despesas crescentes nesta faixa etária e para os imprevistos.
 
A população parece estar se conscientizado mais sobre a importância de denunciar os casos de abusos, o que representa um avanço social e humanitário.
 
Violência financeira contra o idoso é crime!
 

Ivana Medeiros Zon, Assistente Social, especialista em Saúde da Família e em Saúde Pública,  educadora financeira, palestrante, consultora, colunista do jornal eletrônico www.seculodiario.com https://sites.google.com/site/saudefinanceiraivanamzon/

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
A bolha de Luciano

Prefeito comemora o Carnaval de Vitória ''sem ocorrências policiais'' e exagera: ''a paz venceu o medo''. Claro - que não!

OPINIÃO
Editorial
Acabou o teatro
O governo disse que não negocia mais com as mulheres dos PMs. Nenhuma novidade. Hartung nunca quis buscar uma saída negociada para a crise
Renata Oliveira
Não cola mais
O governador Paulo Hartung tem sua imagem desconstruída em nível nacional
Ivana Medeiros Zon
Vacilou, dançou
Idosos são alvos crescentes de tentativas de golpes
JR Mignone
Retrocesso
Temo pelo futuro do rádio e dou motivo ao título deste artigo
Nerter Samora
Benesse exposta
Em meio do caos da segurança pública, a questão dos incentivos fiscais da Era Hartung volta à tona
Caetano Roque
O que é mais importante?
Movimento sindical perdeu chance de ouro de colocar contra a parede o projeto neoliberal de Hartung
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Crianças trans... Trans - Encontro com Fátima Bernardes.
Flânerie

Manuela Neves

As primeiras artes de Luizah Dantas nas paredes da casa de Branca
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Os tanques de guerra e a marcha dos insensatos
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Flamingos no quintal
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Governo só retoma negociações se mulheres desbloquearem batalhões da PM

Com maioria, Coser não terá problema para se reeleger presidente do PT capixaba

Base do governo na Assembleia barra sessão especial sobre crise na segurança

Não cola mais

CNJ inicia trabalhos de inspeção no Tribunal de Justiça capixaba