Seculo

 

Grande engodo


13/12/2016 às 10:55

Enquanto o Japão reduz em 10 anos o tempo de aposentadoria da população, no Brasil, o governo golpista de Michel Temer (PMDB) aumenta esse tempo em 20 anos, sob a justifica de que a Previdência está quebrada. Isso é uma tremenda de uma sacanagem. A Previdência tem até superávit. Essa não cola.

Se houvesse necessidade, o caminho não seria esse. Se você prorroga o tempo de aposentadoria, mantém o idoso no emprego e quem fica desempregado é o jovem, que precisa dos espaços no mercado de trabalho. É uma situação desigual. Quanto ao recurso, vale lembrar que o dinheiro que o aposentado recebe não é do governo. Ele contribuiu para receber esse recurso por décadas.

O caminho na verdade é a redução da jornada de trabalho, como se faz na Europa e que garante o emprego, a contribuição e a produtividade. A lógica da elite brasileira de sufocamento da classe trabalhadora, com a ideia de quanto mais trabalho e menos remuneração melhor, é que está falindo o País.

Ainda apegados à dinâmica das longas jornadas de trabalho e das poucas ou nenhumas garantias trabalhistas, os patos da Fiesp é que comandam uma política atrasada, ainda do início da industrialização, que quer manter o trabalhador o máximo de tempo possível na fábrica, com poucos momentos de descanso, e sem tempo para as outras atividades da vida, como o lazer e a família. Uma prática desumana e improdutiva.

Diante desta movimentação sem sentido é que a classe trabalhadora deve se mobilizar. Agora, que começa a se desnudar o cenário do golpe, com o prejuízo do trabalhador, é hora de reagir. Não dá para aguentar mais esse golpe na população. Cabe ao movimento sindical lutar para reverter essa situação. O presidente golpista quer se reunir com as centrais para discutir a tal reforma. Não há o que discutir. Nos termos que o governo quer, não há como participar de mais uma cilada para o trabalhador.

Reforma é tiro no pé!

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Caravana do Amaro

Com a consolidação do movimento em torno de Amaro Neto, deputados partem agora para suas bases eleitorais, exibindo o porta-estandarte de 2018

OPINIÃO
Editorial
A ‘súmula Zenkner’
O desfecho do caso do promotor que queria passar um ano nos Estados Unidos mostrou a importância do papel da imprensa de fiscalizar os agentes públicos
Piero Ruschi
Crise Ambiental
Apesar de ser abençoado pela ausência de desastres naturais como vulcões, terremotos e tufões, o Brasil amarga a desgraça de suas catástrofes ambientais
Renata Oliveira
Amaro assusta?
Os senadores Ricardo Ferraço e Magno Malta tiveram reações diferentes ao movimento do deputado
JR Mignone
Rádio saúde
Nova rádio na web mostra que esse segmento deve crescer na internet
Caetano Roque
A nova do imposto sindical
Como o Movimento Sindical não foi protagonista no processo, agora o recurso virou moeda de troca na mão do capital
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Sopa de Letrinhas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Justiça condena Gildevan Fernandes à perda do mandato por fraude em licitação

Ministério Público pede rejeição das contas de oito prefeituras em 2015

Caravana do Amaro

Ex-presidente da Câmara de Vereadores Viana é condenado a ressarcir erário

Recorde de baleias jubartes encalhadas mostra falhas no processo de monitoramento e resgate