Seculo


  • Lava Jato no ES

 

Grande engodo


13/12/2016 às 10:55

Enquanto o Japão reduz em 10 anos o tempo de aposentadoria da população, no Brasil, o governo golpista de Michel Temer (PMDB) aumenta esse tempo em 20 anos, sob a justifica de que a Previdência está quebrada. Isso é uma tremenda de uma sacanagem. A Previdência tem até superávit. Essa não cola.

Se houvesse necessidade, o caminho não seria esse. Se você prorroga o tempo de aposentadoria, mantém o idoso no emprego e quem fica desempregado é o jovem, que precisa dos espaços no mercado de trabalho. É uma situação desigual. Quanto ao recurso, vale lembrar que o dinheiro que o aposentado recebe não é do governo. Ele contribuiu para receber esse recurso por décadas.

O caminho na verdade é a redução da jornada de trabalho, como se faz na Europa e que garante o emprego, a contribuição e a produtividade. A lógica da elite brasileira de sufocamento da classe trabalhadora, com a ideia de quanto mais trabalho e menos remuneração melhor, é que está falindo o País.

Ainda apegados à dinâmica das longas jornadas de trabalho e das poucas ou nenhumas garantias trabalhistas, os patos da Fiesp é que comandam uma política atrasada, ainda do início da industrialização, que quer manter o trabalhador o máximo de tempo possível na fábrica, com poucos momentos de descanso, e sem tempo para as outras atividades da vida, como o lazer e a família. Uma prática desumana e improdutiva.

Diante desta movimentação sem sentido é que a classe trabalhadora deve se mobilizar. Agora, que começa a se desnudar o cenário do golpe, com o prejuízo do trabalhador, é hora de reagir. Não dá para aguentar mais esse golpe na população. Cabe ao movimento sindical lutar para reverter essa situação. O presidente golpista quer se reunir com as centrais para discutir a tal reforma. Não há o que discutir. Nos termos que o governo quer, não há como participar de mais uma cilada para o trabalhador.

Reforma é tiro no pé!

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Caminhos eleitorais

PT no cenário de 2018: com Lula, missão no Estado caberá a Helder e Givaldo Vieira. Na falta dele, pode sair aliança com o PDT, que rende chapa forte à Câmara

OPINIÃO
Editorial
Acesso seletivo
Referência da comunidade escolar na Assembleia, Majeski acertou ao cobrar explicações sobre sessão que barrou professores
José Rabelo
A vez dos fichas-limpas
No país da Lava jato, pesquisa Datafolha aponta que a corrupção tornou-se a principal preocupação dos brasileiros
JR Mignone
Avalanche de informações
Talvez a juventude seja o seguimento que mais sofre com tantos fatos e versões
Geraldo Hasse
Salgado Filho, um simples herói
Hoje ninguém mais lembra o advogado que regulamentou o comércio dos ambulantes
Caetano Roque
Água da mesma pipa
Na verdade, não houve embate na eleição no Sindicomerciários
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Uma festa para Ro Ro que rolou escada abaixo
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Mulher "noiada" mostra a falência de programas sociais
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Meu dia, seu dia
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Servidores públicos e da saúde aderem à greve geral da próxima sexta-feira

Deputado cobra apuração de responsabilidades em sessão que barrou comunidade escolar

Clima político em Itapemirim se acirra entre prefeito afastado e vice

Coser anuncia desembarque, mas se cala sobre oposição ao governo Hartung

Tribunal de Contas mira criação de cargos na Prefeitura de Pinheiros