Seculo

 

Grande engodo


13/12/2016 às 10:55

Enquanto o Japão reduz em 10 anos o tempo de aposentadoria da população, no Brasil, o governo golpista de Michel Temer (PMDB) aumenta esse tempo em 20 anos, sob a justifica de que a Previdência está quebrada. Isso é uma tremenda de uma sacanagem. A Previdência tem até superávit. Essa não cola.

Se houvesse necessidade, o caminho não seria esse. Se você prorroga o tempo de aposentadoria, mantém o idoso no emprego e quem fica desempregado é o jovem, que precisa dos espaços no mercado de trabalho. É uma situação desigual. Quanto ao recurso, vale lembrar que o dinheiro que o aposentado recebe não é do governo. Ele contribuiu para receber esse recurso por décadas.

O caminho na verdade é a redução da jornada de trabalho, como se faz na Europa e que garante o emprego, a contribuição e a produtividade. A lógica da elite brasileira de sufocamento da classe trabalhadora, com a ideia de quanto mais trabalho e menos remuneração melhor, é que está falindo o País.

Ainda apegados à dinâmica das longas jornadas de trabalho e das poucas ou nenhumas garantias trabalhistas, os patos da Fiesp é que comandam uma política atrasada, ainda do início da industrialização, que quer manter o trabalhador o máximo de tempo possível na fábrica, com poucos momentos de descanso, e sem tempo para as outras atividades da vida, como o lazer e a família. Uma prática desumana e improdutiva.

Diante desta movimentação sem sentido é que a classe trabalhadora deve se mobilizar. Agora, que começa a se desnudar o cenário do golpe, com o prejuízo do trabalhador, é hora de reagir. Não dá para aguentar mais esse golpe na população. Cabe ao movimento sindical lutar para reverter essa situação. O presidente golpista quer se reunir com as centrais para discutir a tal reforma. Não há o que discutir. Nos termos que o governo quer, não há como participar de mais uma cilada para o trabalhador.

Reforma é tiro no pé!

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Crônica de uma eleição

Vagões do trem do governador Paulo Hartung estão acima da capacidade da locomotiva. Haja peso para carregar...

OPINIÃO
Editorial
Futuro interrompido
Onde estão os promotores, delegados, políticos e demais agentes públicos para berrarem em defesa da infância? Mortes no Heimaba são alarmantes e inadmissíveis!
Bruno Toledo
Em defesa dos defensores
Nunca antes foi tão necessário e urgente o fortalecimento da Defensoria Pública
Eliza Bartolozzi Ferreira
A greve é um direito
Prefeito de Vitória ignorou o direito dos professores e adotou medidas coercitivas contra a liberdade de expressão e de greve
JR Mignone
Nova rádio
Tudo modificado, tudo moderno na Rádio Globo
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Arrogância também conta?
MAIS LIDAS

Vitória já poderia ter identificado as fontes de emissão de pó preto

Regimento Interno da Câmara da Serra torna nulo pedido de empréstimo para a prefeitura

Audiência Pública debate políticas de enfrentamento às desigualdades raciais

Pulverizações com agrotóxicos continuam no entorno do Parque de Itaúnas

Mordaça na escola