Seculo

 

Grupos de teatro, dança, música, circo e ópera já podem se inscrever para ocupar o Carlos Gomes


26/12/2016 às 13:49
Como em todo final de ano, o Theatro Carlos Gomes, no Centro de Vitória, abre as inscrições para apresentações de propostas de ocupação. A abertura do processo nessa época do ano já é um costume do Theatro, que selecionará grupos de teatro, dança, circo, ópera, música, manifestações das culturas populares e, neste ano, duas novas modalidades: linguagens artísticas integradas e formação e/ou qualificação.
 
Em Linguagens Artísticas Integradas, enquadram-se propostas e artes visuais, artes plásticas, artes cênicas, audiovisual e música, aliadas a uma ou mais linguagens artísticas. Já em Formação e/ou Qualificação entram as propostas de oficinas, workshops, masterclass, seminários, minicursos e exposição de processos criativos. 
 
Os interessados devem se inscrever até o dia 31 janeiro na sede da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), no setor Protocolo, que fica na Enseada do Suá, em Vitória, ou enviar a inscrição via Correios.  As propostas selecionadas irão ocupar o Carlos Gomes de fevereiro a julho de 2017, preenchendo um total de 50 dias de programação do espaço.
 
A inscrições são gratuitas e podem ser feitas por grupos residentes no Estado ou sediados em outros estados brasileiros e outros países no caso de pessoas jurídicas. Um pré-requisitos é que os integrantes dos grupos sejam maiores de 18 anos. 
 
 
As propostas inscritas serão selecionadas por uma Comissão de Pauta composta por cinco membros  titulares, sendo três servidores públicos com reconhecida atuação na área, representante oriundo da Secult, além de dois representantes da sociedade civil, também com atuação na área. Já os critérios para seleção dos grupos serão resumidos em excelência e relevância do projeto; potencial de realização da equipe envolvida; acessibilidade ao público e efeito multiplicador.
 
Serviço 
 
As inscrições para a ocupação do Theatro Carlos Gomes, localizado no Centro de Vitória, seguem até o dia 31 de janeiro, no setor de Protocolo da Secult - rua Luiz Gonzales Alvarado, 51, Enseada do Suá, Vitória. O processo é gratuito. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Quem segura?

Depois da seca, a bonança. Hartung tirou o último mês do ano para liberar seu ''pacote de bondades'''

OPINIÃO
Editorial
Morta-viva
Enfim, cumpre-se o destino óbvio no País das relações promíscuas: a Samarco/Vale-BHP tem as primeiras licenças ambientais para voltar a operar
Piero Ruschi
INMA e Ruschi em rota (s) de colisão
Nomeação de diretor dá sequência ao processo de imoralidades e falta de transparência contra patrimônio deixado por Ruschi
Gustavo Bastos
A volta do shoegaze
Ressurgimento do shoegaze se deu, sobretudo, com o retorno oficial do My Bloody Valentine
Geraldo Hasse
Aprimorando a arte das panacéias
Proliferam nas ruas os vendedores de panos de prato a 10 reais por meia dúzia
JR Mignone
Gazeta AM 34
Pode-se definir essa emissora em três fases distintas nesses 34 anos de comunicação
Roberto Junquilho
O abono como estratégia política
Como hábil conhecedor do seu mister, Hartung vislumbra apenas a conjuntura de 2018
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Quem quer dinheiro?
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Redução de número de comissionados gera embate entre deputados na Assembleia

Questionamentos judiciais podem anular resultado da disputa ao comando do Crea-ES

Cesan e Cariacica negam responsabilidade sobre esgoto lançado na baía de Vitoria

Funcionário dos Correios é condenado por desviar encomendas do centro de triagem do aeroporto de Vitória

Projeto que garante abono aos servidores segue para sanção de Hartung