Seculo

 

Trabalhadores da Viação Itapemirim protestam por pagamento de verbas rescisórias


29/12/2016 às 14:03
Os funcionários da viação Itapemirim, que entrou com pedido de recuperação judicial em março deste ano, protestaram na noite desta terça-feira (28), pelo pagamento das verbas rescisórias. Além das verbas rescisórias, os funcionários ficaram sem salários e tíquetes alimentação.

Os trabalhadores se manifestaram em frente ao presépio da Viação, em Cachoeiro de Itapemirim, no sul do Estado.

A empresa alegou, quando entrou com o pedido de recuperação judicial, a existência de mais de R$ 300 milhões em dívidas. O pedido de recuperação envolvia as empresas Viação Itapemirim S/A, Transportadora Itapemirim S/A, ITA – Itapemirim Transportes S/A, Imobiliária Branca Ltda, Cola Comercial e Distribuidora Ltda e Flexa S/A – Turismo Comércio e Indústria.

Este processo, no entanto, não incluiu a Viação Kaissara, que anunciou ter adquirido 40% da frota de veículos da Itapemirim no segundo semestre do ano passado. A Viação Itapemirim e a Kaissara se confundem até mesmo na cor dos ônibus e a Kaissara utiliza a garagem da Itapemirim, localizada próxima ao Trevo de Alto Laje, às margens da BR-262 no trecho urbano de Cariacica, para estacionamento dos ônibus.

Em abril do ano passado, a ANTT autorizou a transferência dos serviços entre a Viação Itapemirim e a Viação Caiçara. Ao todo, cerca de 70 rotas foram repassadas à nova empresa, entre eles, as linhas mais expressivas – Rio de Janeiro x São Paulo, Recife x Rio de Janeiro, São Paulo x Curitiba, além de outros trechos como destino final em Salvador, Belo Horizonte e outras Capitais. O fato permitiu que, da noite para o dia, a Kaissara se tornasse uma das principais do setor no País.

Segundo informações do jornal Aqui Notícias, da região sul do Estado, nesta a Itapemirim  e a Kaissara foram vendidas e se tornarão uma só empresa. Em contato com a assessoria de imprensa das empresas, elas alegaram ao jornal que não se manifestariam sobre o assunto.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Choque

Como diz o ditado, dois bicudos não se beijam. É isso mesmo, Fabrício Gandini?

OPINIÃO
Editorial
Política de encarceramento
Não adianta construir novos presídios. É preciso investir em políticas públicas que sejam capazes de prevenir a criminalidade
Renata Oliveira
Fica, gente!
Hartung tem se esforçado para manter ao seu lado os três grandes partidos do Estado: PT, PSDB e PDT
Ivana Medeiros Zon
Mude de vida
Pensar na influência do comportamento e dos hábitos individuais, incluindo os de consumo, vai muito além do que podemos imaginar.
JR Mignone
A volta da reza
Em 2013 escrevi sobre o ''Poder da Reza''. Hoje volto com ela, pois rezar, orar, falar com Deus, meditar, seja como for, nunca é demais
Caetano Roque
Briga desleal
Com a mídia na mão, o capital consegue fazer com que o cidadão acredite nas mentiras que eles querem
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

pelas beiras!
Flânerie

Manuela Neves

Carmélia, um pouco mais dela
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Deputado vai propor CPI para apurar crime da Samarco
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre sustos e suspresas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Choque

Centrais sindicais convocam greve geral para 28 de abril

Ferraço afirma que contrato de antecipação de royalties foi 'malfeito'

Política de encarceramento

Dúvida sobre relator do Caso Alexandre pode adiar julgamento de recurso no TJES