Seculo

 

Grupo Gota, Pó e Poeira começa janeiro com duas apresentações no Theatro Carlos Gomes


04/01/2017 às 15:43

A comédia farsesca é aquela que faz uso da farsa e da ironia para criticar situações. E neste janeiro o grupo teatral Gota, Pó e Poeira abre duas apresentações para uma dessas comédias, é A Absurda Comédia de Duas Vidas, que tem apresentações nos próximos dias 13 e 14 nos palcos do Theatro Carlos Gomes, no Centro de Vitória. Os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e R$10,00 (meia).

A peça conta a história de duas Mirtes e Ester. Ambas são mulheres que vivem num mundo à parte em busca de uma suposta herança deixada pelo pai. Sozinhas numa casa quase sem móveis, elas relembram fases de suas vidas e suas paixões. Enquanto procuram pistas, destilam suas ironias e pessimismo diante da vida.

A partir dessa busca elas vão apresentando seus desequilíbrios, alguns deles surgidos a partir de tragédias que marcaram suas vidas, como as mortes das outras cinco irmãs e ainda da mãe, tudo de forma misteriosa. Apesar dessas pontuações trágicas, a peça é levada num tom que beira o cômico.

Essa característica de peças irônicas é bem típica do grupo Gota, Pó e Poeira, criado em 1983, em Guaçuí. Diante da trajetória, eles já possuem vários espetáculos em seu repertório e prêmios. Uma peça bem trabalhada nesse viés pelo grupo em 2016 foi A História do Homem que Vendeu A Alma ao Diabo e Quase Perdeu o Seu Amor, que narra a história de um homem negro e pobre que, apaixonado por uma donzela rica, resolve pedir a mão da jovem em casamento, mas passa pela triagem do pai da moça, um coronel. Toda a narrativa é feita em cima do cômico e amarrado por ironias tratando assuntos sérios, como em A Absurda Comédia de Duas Vidas.

Acompanhe o grupo Gota, Pó e Poeira nas redes sociais

Serviço

As apresentações da peça A Absurda Comédia de Duas Vidas, do grupo Gota, Pó e Poeira, serão realizadas nos dias 13 e 14 nos Theatro Carlos Gomes – avenida Jerônimo Monteiro, Centro de Vitória. Os ingressos custam R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia).

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Caravana do Amaro

Com a consolidação do movimento em torno de Amaro Neto, deputados partem agora para suas bases eleitorais, exibindo o porta-estandarte de 2018

OPINIÃO
Editorial
A ‘súmula Zenkner’
O desfecho do caso do promotor que queria passar um ano nos Estados Unidos mostrou a importância do papel da imprensa de fiscalizar os agentes públicos
Piero Ruschi
Crise Ambiental
Apesar de ser abençoado pela ausência de desastres naturais como vulcões, terremotos e tufões, o Brasil amarga a desgraça de suas catástrofes ambientais
Renata Oliveira
Amaro assusta?
Os senadores Ricardo Ferraço e Magno Malta tiveram reações diferentes ao movimento do deputado
JR Mignone
Rádio saúde
Nova rádio na web mostra que esse segmento deve crescer na internet
Caetano Roque
A nova do imposto sindical
Como o Movimento Sindical não foi protagonista no processo, agora o recurso virou moeda de troca na mão do capital
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Sopa de Letrinhas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Ex-presidente da Câmara de Vereadores Viana é condenado a ressarcir erário

Equipe de Hartung está na alça de mira dos deputados na disputa por bases eleitorais

Recorde de baleias jubartes encalhadas mostra falhas no processo de monitoramento e resgate

Vereadores de Aracruz aprovam criação de CPI ‘mais ampla’ sobre contratos de lixo

A ‘súmula Zenkner’