Seculo

 

Justiça determina que Prefeitura de Vitória suspenda Praia Acessível em local impróprio para banho


04/01/2017 às 18:33
Apontando riscos sérios à saúde humana, a Justiça estadual deferiu ação com pedido de liminar apresentada pelo Ministério Público Estadual (MPES) e determinou que a Prefeitura de Vitória suspenda a implantação do programa Praia Acessível, destinado a pessoas com deficiência, na Curva da Jurema. O local é impróprio para banho. A decisão determina ainda que o município implante o programa em local próprio em até 10 dias.
 
“As fotografias que fazem parte da representação recebida pelo Ministério Público revelam com clareza que o local onde foi instalado o projeto fica em uma praia imprópria para banho, fato que, com a mais absoluta certeza, coloca em risco a saúde das pessoas beneficiadas pelo projeto. (...). Como o município oferta um serviço tão relevante em um local em que a própria Administração classificou como imprópria?”, sustenta a decisão.
 
Em seu site, a prefeitura anunciou a mudança de local, mas não explicitou a razão. Divulgou a transferência para a Praia de Camburi apenas sob a justificativa de que a balneabilidade na Curva da Jurema foi comprometida pelas chuvas de dezembro. Ou seja, não citou a decisão judicial. O projeto funciona de quinta-feira a domingo, das 8h às 13h.
 
A decisão aponta que não é apenas o lazer das pessoas com deficiência que está em jogo com a instalação do Praia Acessível em local impróprio para banho, mas o direito à saúde de todos os cidadãos. 
 
A política da Prefeitura de Vitória para as pessoas com deficiência também enfrenta críticas na área de transporte público. As pessoas com deficiência moradoras do município estão insatisfeitas com o Porta a Porta, serviço municipal de oferta de transporte para pessoas com deficiência. Com frota deficitária e uma lista de cerca de 300 pessoas aguardando inscrição, o programa é alvo constante de denúncias de serviço precário.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Cara e crachá

Uns publicaram vídeos e notas nas redes sociais, outros só notas, outros nada. Mas a CPI da Lava Jato continua na conta dos deputados arrependidos

OPINIÃO
Editorial
A Ponte da Discórdia
Terceira Ponte entra novamente no centro dos debates políticos em ano eleitoral. Enquanto isso, a Rodosol continua rindo à toa...
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Conto surrealista
''virei pasta para entrar mais fácil na pintura de Dalí''
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
Geraldo Hasse
Mundo velho sem catraca
Cinquenta anos depois, é possível fazer um curso técnico por correspondência via internet
Roberto Junquilho
Hartung, o suspense
O governador Paulo Hartung mantém o suspense e pode até não disputar a reeleição em 2018
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

‘Lutava contra um sistema podre e falido com os braços amarrados. Agora estou livre’

Visita de interlocutores de Hartung a Rodrigo Maia sinaliza mudança de cenário

Juiz Leopoldo mais próximo de ir a Júri Popular por assassinato de Alexandre Martins

Hartung, o suspense

Agenda Cultural: festa do Caboclo Bernardo em Linhares