Seculo

 

Quem mais?


06/01/2017 às 10:43

A história não é nova, em 2015, um grupo de deputados se mobilizou durante o recesso para criar uma alternativa à candidatura de Theodorico Ferraço (DEM), que seria reconduzido pela terceira vez à presidência da Casa. Naquele momento, com o governador passando alguns dias fora do País, os movimentos se intensificaram e as articulações convergiam para a candidatura do deputado Josias Da Vitória (PDT).

Quanto Hartung retornou de viagem, ainda antes da eleição da Mesa, não gostou nem um pouco de saber que articulação foi feita nas suas costas e tratou longo de espalhar a rodinha. Em fevereiro, quando a Assembleia retomou os trabalhos, Ferraço foi reconduzido, sem problemas.

Por isso, agora, o movimento dos grupos independentes para tentar evitar a quarta recondução de Ferraço não tem empolgado tanto. A maioria dos deputados se movimenta de acordo com a sinalização do Palácio Anchieta e até o momento, Hartung não acenou de forma contrária a mais uma reeleição de Theodorico Ferraço.

Com a possibilidade de ele vir a dar mais uma volta no filho do deputado estadual, o senador Ricardo Ferraço (PSDB), caso migre para o ninho tucano e tire o senador da disputa à reeleição, o apoio ao quarto mandato consecutivo de Ferraço pode ser um trunfo para evitar a ira do demista no futuro. Afinal, em abril de 2010, foi bem difícil, dizem, contornar a indignação de Ferração ao saber que o filho fora rifado da disputa ao governo do Estado.

Internamente, o grupo tem outro problema. Com o recuo de Da Vitória em 2015, a possibilidade de ele ser o nome que encabeçaria o grupo diminui. Então, quem seria o nome dos dissidentes? Erick Musso (PMDB) tem trânsito tanto com os deputados quanto com o governo. Mas não oferece aquilo que os deputados tanto precisam: proteção.

A eleição de 2018 pode parecer longe, mas os deputados não estão vivendo em lua de mel com as bases, precisam se fortalecer e para isso precisam de um presidente forte. Segundo um aliado do presidente, a vantagem de Ferraço é o fato de ele não ser autoritário, mas também não ser permissivo, o que mantém o equilíbrio no legislativo.

Por enquanto, ninguém colocou candidatura. Até porque no grupo não se encontrou, ainda, um nome em condições de desconstruir a candidatura de Ferraço e até fevereiro, tem gente que duvida que se encontre um adversário a altura.

Fragmentos

1 – Quem esteve na Câmara de Vila Velha na sessão da última quarta-feira (4) foi o deputado estadual Hércules Silveira (PMDB), que está com a corda toda no campo político canela-verde. Vereador do município por cinco mandatos, o parlamentar acompanhou toda a sessão e foi convidado para saudar os novatos da legislatura.

2 – O deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) propõe que a administração pública divulgue, em seu site institucional, a localização e horário de funcionamento dos radares de fiscalização de velocidade. O Projeto de Lei (PL) 359/2016 também estabelece que seja divulgado o limite de velocidade de radares fixos, móveis, estáticos ou portáteis.

3 – Bateram tanto no deputado Sandro Locutor (Pros) por causa das viagens para participar de eventos da Unale, mas no frigir dos ovos teve gente que voou mais do que ele na Assembleia.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Crônica de uma eleição

Vagões do trem do governador Paulo Hartung estão acima da capacidade da locomotiva. Haja peso para carregar...

OPINIÃO
Editorial
Futuro interrompido
Onde estão os promotores, delegados, políticos e demais agentes públicos para berrarem em defesa da infância? Mortes no Heimaba são alarmantes e inadmissíveis!
Bruno Toledo
Em defesa dos defensores
Nunca antes foi tão necessário e urgente o fortalecimento da Defensoria Pública
Eliza Bartolozzi Ferreira
A greve é um direito
Prefeito de Vitória ignorou o direito dos professores e adotou medidas coercitivas contra a liberdade de expressão e de greve
JR Mignone
Nova rádio
Tudo modificado, tudo moderno na Rádio Globo
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Arrogância também conta?
MAIS LIDAS

Vitória já poderia ter identificado as fontes de emissão de pó preto

Regimento Interno da Câmara da Serra torna nulo pedido de empréstimo para a prefeitura

Audiência Pública debate políticas de enfrentamento às desigualdades raciais

Pulverizações com agrotóxicos continuam no entorno do Parque de Itaúnas

Mordaça na escola