Seculo

 

Lei João Bananeira será lançada com valor 24% menor


07/01/2017 às 18:18

Com o início do ano algumas das leis municipais de incentivo à cultura já começam a abrir suas seleções de projetos. Em Cariacica, a Lei João Bananeira já está em andamento e será aberta oficialmente ao público na próxima segunda-feira (9). As inscrições seguem até o dia 27 de março gratuitamente.

A Prefeitura de Cariacica divulgou em nota que "em razão da crise econômica, o valor disponibilizado para este edital será 24% menor, com R$ 538.500,00 disponível". A redução é significativa e como de tendência nos últimos meses, a crise no país é a justificativa usada.

Os projetos apresentados neste ano devem ter valor máximo de R$ 22.305,50 e os critérios de pontuação envolvem relevância temática, inovação, viabilidade técnica, princípios éticos, adequação física e adequação financeira. Em 2016, 35 projetos foram contemplados.

Acesse ao edital do processo

O formulário de inscrição do edital está disponível no site da prefeitura. Os interessados devem preencher, anexar os documentos dispostos no edital e apresentar no Protocolo Geral da Prefeitura, que fica no Trevo de Alto Lage; ou na Central Faça Fácil, em Santo André. 

O edital determina a livre participação de produtores, técnicos, artistas, autores e agentes das áreas de patrimônio cultural, música, artes cênicas, audiovisual, artes visuais, literatura, artes plásticas, cultura popular e arte contemporânea.

Serviço

O edital da Lei João Bananeira tem abertura na próxima segunda-feira (9) e as inscrições seguem até o dia 17 de março. O Protocolo Geral da Prefeitura fica no Palácio Municipal, no Trevo de Alto Lage, já a Central Faça Fácil está localizada na avenida Aloízio Santos, 500, Santo André (próximo ao Terminal de Campo Grande).

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Crônica de uma eleição

Vagões do trem do governador Paulo Hartung estão acima da capacidade da locomotiva. Haja peso para carregar...

OPINIÃO
Editorial
Futuro interrompido
Onde estão os promotores, delegados, políticos e demais agentes públicos para berrarem em defesa da infância? Mortes no Heimaba são alarmantes e inadmissíveis!
Bruno Toledo
Em defesa dos defensores
Nunca antes foi tão necessário e urgente o fortalecimento da Defensoria Pública
Eliza Bartolozzi Ferreira
A greve é um direito
Prefeito de Vitória ignorou o direito dos professores e adotou medidas coercitivas contra a liberdade de expressão e de greve
JR Mignone
Nova rádio
Tudo modificado, tudo moderno na Rádio Globo
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Arrogância também conta?
MAIS LIDAS

Vitória já poderia ter identificado as fontes de emissão de pó preto

Regimento Interno da Câmara da Serra torna nulo pedido de empréstimo para a prefeitura

Audiência Pública debate políticas de enfrentamento às desigualdades raciais

Pulverizações com agrotóxicos continuam no entorno do Parque de Itaúnas

Mordaça na escola