Seculo

 

Câmara dos Deputados analisa inclusão de transporte cicloviário nas políticas de mobilidade urbana


07/01/2017 às 19:13
Substitutivo que prevê a adoção de ciclovias ou ciclofaixas em projetos e obras de construção, ampliação ou adequação do sistema viário urbano, além da implementação de bicicletários, paraciclos e sinalização foi aprovado na Comissão de Viação e Transportes da Câmara. O projeto, de modo geral, inclui o transporte cicloviário na lei que trata da Política de Nacional de Mobilidade Urbana e faz ajustes no Estatuto das Cidades.
 
O texto, no entanto, exclui das obrigações acima cidades com relevo acidentado, impróprios para o uso de bicicletas, ou vias históricas cuja localização, característica histórica, função na hierarquia viária e dimensões impeçam obras para seu compartilhamento entre os diversos modais de transporte. O texto original é do senado Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e recebeu parecer do deputado João Paulo Papa (PSDB-SP).
 
O parecer do deputado paulista determina ainda que cidades com mais de 500 mil habitantes deverão incluir a implantação gradual de ciclovias e ciclofaixas em seus planos diretores de mobilidade. O texto original delegava aos municípios a responsabilidade de disponibilizar à população bicicletas públicas de uso compartilhado, o que foi rejeitado pelo deputado, que alegou se tratar a obrigação de algo, no momento, “distante da realidade”.
 
O projeto tramita em regime de prioridade. Antes de ser votado em Plenário, será analisado pelas comissões de Desenvolvimento Urbano; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. 
 
De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o único município capixaba que, em um futuro muito próximo, se encaixaria nos parâmetros do projeto é a Serra, cuja população estimada para 2016 é de 494 mil habitantes. Cidade de populosa e de grandes dimensões, a Serra ainda conta com uma infraestrutura cicloviária precária, com ciclovias desconectadas e sinalização deficiente.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Caravana do Amaro

Com a consolidação do movimento em torno de Amaro Neto, deputados partem agora para suas bases eleitorais, exibindo o porta-estandarte de 2018

OPINIÃO
Editorial
A ‘súmula Zenkner’
O desfecho do caso do promotor que queria passar um ano nos Estados Unidos mostrou a importância do papel da imprensa de fiscalizar os agentes públicos
Piero Ruschi
Crise Ambiental
Apesar de ser abençoado pela ausência de desastres naturais como vulcões, terremotos e tufões, o Brasil amarga a desgraça de suas catástrofes ambientais
Renata Oliveira
Amaro assusta?
Os senadores Ricardo Ferraço e Magno Malta tiveram reações diferentes ao movimento do deputado
JR Mignone
Rádio saúde
Nova rádio na web mostra que esse segmento deve crescer na internet
Caetano Roque
A nova do imposto sindical
Como o Movimento Sindical não foi protagonista no processo, agora o recurso virou moeda de troca na mão do capital
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Sopa de Letrinhas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Caravana do Amaro

Ministério Público pede rejeição das contas de oito prefeituras em 2015

Ex-presidente da Câmara de Vereadores Viana é condenado a ressarcir erário

Recorde de baleias jubartes encalhadas mostra falhas no processo de monitoramento e resgate

Vereadores de Aracruz aprovam criação de CPI ‘mais ampla’ sobre contratos de lixo