Seculo

 

Sindicato empresário


10/01/2017 às 10:02

Na próxima semana acontece a eleição no Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza e Conservação (Sindilimpe), um sindicato basicamente formado pelo proletário. Na disputa, três chapas estão concorrendo, o que mostra a falta de interesse nas bandeiras da categoria e o foco na briga pelo poder.

Essa prática é comum nos sindicatos, o que deixa as entidades cada vez mais distantes das categorias e os sindicatos cada vez mais enfraquecidos pelo desinteresse do trabalhador. Enquanto as lideranças se engalfinham pelo poder, deixam de ouvir a base, passam a atuar apenas para alimentar o poder e não para entrar na luta dos trabalhadores.

Esse caso é grave, mas existem coisas bem piores. Na semana passada, os jornais trouxeram uma notícia no mínimo estranha. Com toda a pompa o Sindicomerciários anunciou a compra do Praia Grande Hotel, em Fundão. Com 42 quartos e estrutura com piscina e tudo mais, o sindicato garante que “fez história” ao adquirir o hotel. Só pode ser brincadeira!

E ainda vai gastar com o negócio. “Como qualquer outro empreendimento que muda de direção, existem vários acertos a serem feitos, tanto trâmites burocráticos quanto pequenas reformas e implantações de novas regras”, disse o presidente da entidade Jackson Andrade da Silva .

E não estamos falando de um sindicato novo, começando a trilhar o caminho da militância e por isso, sujeito a erros. É o pessoal das antigas que acha que vai salvar a categoria comprando hotel. Um hotel que, abriga menos de 300 pessoas, para uma categoria que tem mais de 20 mil trabalhadores. Se não for para explorar essa aquisição economicamente, não faz sentido algum comprar um hotel.

Esse é o grande problema do movimento sindical que não se foca nas necessidades da categoria. Procuram oferecer “brindes” para atrair os trabalhadores. Coisas como essas são festejadas pelas entidades e pela própria CUT – E, aliás, são os comerciários que estão lá na Central –, enquanto a luta, a mobilização, a formação política e a comunicação com a base ficam em segundo plano.

O sindicato mudou de rumo!

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Crônica de uma eleição

Vagões do trem do governador Paulo Hartung estão acima da capacidade da locomotiva. Haja peso para carregar...

OPINIÃO
Editorial
Futuro interrompido
Onde estão os promotores, delegados, políticos e demais agentes públicos para berrarem em defesa da infância? Mortes no Heimaba são alarmantes e inadmissíveis!
JR Mignone
Nova rádio
Tudo modificado, tudo moderno na Rádio Globo
Roberto Junquilho
Para onde ir?
A crítica vazia e sem fundamento à classe política coloca em risco a democracia
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Arrogância também conta?
MAIS LIDAS

Flic-ES: 'As livrarias não vendem obras capixabas'

Vitória já poderia ter identificado as fontes de emissão de pó preto

'Pensar a educação como a preparação do corpo para sentir, aprender e sonhar'

Webdoc Corpo Flor reflete sobre negritude e sexualidade