Seculo

 

Extinta ação civil pública contra ex-prefeito de São Gabriel da Palha


10/01/2017 às 13:05
O juiz Paulo Moises de Souza Gagno, da 1ª Vara de São Gabriel da Palha (região noroeste), extinguiu uma ação civil pública contra o ex-prefeito do município e ex-deputado estadual, Luiz Pereira do Nascimento. O Ministério Público Estadual (MPES) acusava o ex-político e mais uma empresa de construção por irregularidades em loteamentos. A ação exigia a regularização das áreas pelos seus responsáveis, porém, o magistrado entendeu pela ocorrência da “perda do interesse de agir” pelo fato das irregularidades existentes já terem sido sanadas.

“Houve acordo entre as partes, não homologado por decisão judicial, tendo os réus cumprido as obrigações assumidas, sanando as irregularidades existentes nos loteamentos de sua responsabilidade. Lado outro, ainda que não seja o caso de formação de título executivo judicial, dada a perda superveniente do interesse de agir, primeiro e segundo réus devem arcar com as custas do processo, pois ao caso se aplica o princípio da causalidade”, afirmou o juiz, na sentença assinada no final de agosto e publicada apenas nesta terça-feira (10).

Na denúncia inicial (0000094-57.2013.8.08.0045), o MPES pediu liminarmente a emanação de ordem ao Município para que promovesse o embargo de todas as obras em andamento nos referidos loteamentos e de novas vendas de lotes, que acabou deferido pela Justiça. No decorrer do processo, os réus apontaram que as irregularidades foram sanadas, tanto que a liminar foi revogada com a concordância do Ministério Público.

Na fase de alegações finais, o autor da ação admitiu o cumprimento das obrigações contra Luiz Pereira e a empresa Santa Rita Construções e Empreendimentos Ltda, mas pediu a procedência do pedido – no entanto, o juiz preferiu extinguir o processo sem o julgamento de mérito. A decisão ainda cabe recurso.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Mesmo barco

Se Majeski deixar o PSDB e decidir por uma candidatura majoritária, primeiro tucano a revoar atrás será Luiz Paulo Vellozo Lucas

OPINIÃO
Editorial
Fosso social
No Espírito Santo, população negra é mais vulnerável à violência, é maioria no sistema carcerário e nas filas de desempregados
Renata Oliveira
Só espuma
Os pretensos vices-presidentes Paulo Hartung e Magno Malta se mostram ao mercado, mas só terão seus encaixes em 2018
JR Mignone
Rádio bandeira
A trajetória deste segmento de rádio em capitais é grande
Geraldo Hasse
Os golpes se sucedem
Em plena era do GPS, a reforma trabalhista sugere multiplicar os ''chapas''
Caetano Roque
Agora é tarde
Não adianta a bancada fazer discurso a favor do trabalhador se ela votou quase à unanimidade a favor do impeachment
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Fuga do Paraíso
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Conselheiro José Antônio Pimentel vira réu em ação penal por corrupção

MPES quer fim do uso de comissionados na segurança da Assembleia

Mesmo barco

Mesa Diretora da Assembleia 'desomenageia' ex-presidente Lula

Arquivada denúncia de irregularidades na compra de software pelo IPAJM