Seculo


  • Lava Jato no ES

 

Rejeitada mudança no controle da jornada de trabalho de assessores jurídicos em Aracruz


10/01/2017 às 13:43
O juiz da Vara da Fazenda Pública de Aracruz (região litoral norte), André Bijos Dadalto, negou a possibilidade de mudança no controle de jornada de assessores jurídicos na Prefeitura do município. No último dia 13, o magistrado julgou extinto um mandado de segurança impetrado por três advogados (Ludmilla Dematte de Freitas Coutinho, Pollyana Alves Cuzzuol e Caio Inácio Faria Junior), que atuam como técnicos municipais de Nível Superior, em que pretendiam a isonomia de tratamento com os procuradores do Município, que não estão sujeitos ao controle de ponto e jornada.

No entanto, o juiz considerou que “podem se prender a padrões fixos de horários de entrada e saída, por ser compatível com o acompanhamento e assessoramento interno dos processos administrativos”. Para André Dadalto, os assessores não desempenham qualquer atribuição que os impeçam de permanecer na Prefeitura durante a jornada de trabalho. Segundo ele, apenas os procuradores, que atuam na representação judicial e extrajudicial do Município, não estão sujeitos ao controle por conta da realização de audiências ou deslocamentos para acompanhamento de processos, por exemplo.

No mandado de segurança (0005828-04.2016.8.08.0006), os advogados alegavam que não deveriam se sujeitar ao controle de jornada de trabalho estabelecido pela Prefeitura pelo suposto amparo no Estatuto da Advocacia, que dispõe sobre a independência da atuação do advogado. Os três advogados pediam que a municipalidade os abstivessem do controle de ponto de presença no trabalho. A sentença divulgada no site do tribunal nessa segunda-feira (9) ainda cabe recurso.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Caminhos eleitorais

PT no cenário de 2018: com Lula, missão no Estado caberá a Helder e Givaldo Vieira. Na falta dele, pode sair aliança com o PDT, que rende chapa forte à Câmara

OPINIÃO
Editorial
Acesso seletivo
Referência da comunidade escolar na Assembleia, Majeski acertou ao cobrar explicações sobre sessão que barrou professores
José Rabelo
A vez dos fichas-limpas
No país da Lava jato, pesquisa Datafolha aponta que a corrupção tornou-se a principal preocupação dos brasileiros
JR Mignone
Avalanche de informações
Talvez a juventude seja o seguimento que mais sofre com tantos fatos e versões
Geraldo Hasse
Salgado Filho, um simples herói
Hoje ninguém mais lembra o advogado que regulamentou o comércio dos ambulantes
Caetano Roque
Água da mesma pipa
Na verdade, não houve embate na eleição no Sindicomerciários
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Uma festa para Ro Ro que rolou escada abaixo
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Mulher "noiada" mostra a falência de programas sociais
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Meu dia, seu dia
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Servidores públicos e da saúde aderem à greve geral da próxima sexta-feira

Deputado cobra apuração de responsabilidades em sessão que barrou comunidade escolar

Clima político em Itapemirim se acirra entre prefeito afastado e vice

Coser anuncia desembarque, mas se cala sobre oposição ao governo Hartung

Tribunal de Contas mira criação de cargos na Prefeitura de Pinheiros