Seculo

 

Como um resgate dos antigos bailes cariocas, 'Bekoo das Pretas' vai conquistando o público em Vitória


10/01/2017 às 17:49

Uma das novidades em festas de Vitória tem sido a chamativa Bekoo das Pretas, que migrou de uma primeira edição experimental no Centro de Vitória para a quadra da escola de samba Novo Império, no bairro Caratoíra . O evento poderia ser só mais um desses alternativos em meio a leva de novidades da Grande Vitória que de tempos em tempos surgem. Contudo, o Bekoo apresenta diferenciais que esbarram numa questão maior e significativa, a protagonização da cultura negra sob o lema da "resistência black power".

A proposta se assemelha aos antigos bailes norte-americanos – e posteriormente o início dos bailes cariocas de funk – que juntavam em grandes espaços b-boys, DJs e muita Black Music, onde as comunidades negras frequentavam em peso estampando roupas, cabelos e visual de valorização à cultural negra. Nesse sentido, o Bekoo Das Pretas chega resgatando um clima de mesmo objetivo.

A festa promovida tem ficado cada vez mais cheia e o público já comprou a ideia. Em meio às caixas de som no último volume, homens e mulheres dançam e a festa abre espaço para concurso de danças improvisadas - novamente como nos antigos bailes. A música passa do hip hop ao funk brasileiro, eletrônika e segue reunindo os inúmeros gêneros da black music.

Dar uma breve passeada em qualquer edição do Bekoo das Prestas é ver um público predominantemente negro e empolgante, ativo, que dança e resgata a aura dos antigos “bailes pesadões”. Outro diferencial é a quantidades de mulheres rappers e DJs convidadas para apresentar setlists no evento e cantar. O Bekoo já foi inclusive cenário para a gravação de um novo clipe da dupla de rap Preta Root’s – que será lançado futuramente.

Toda essa variedade musical e riqueza cultural vem acompanhada de um preço que tem sido bem acessível ao público: entrada sempre a R$ 5,00 e com bebidas igualmente bem em conta no local. A iniciativa é do Instituto das Pretas, que tem promovido eventos de valorização da cultura negra na Grande Vitória e tido bastante repercussão nessa empreitada.

Para quem planeja conhecer pessoalmente o Bekoo, a próxima edição já tem data e programação definidas: próximo sábado (14), das 22h às 5h, na quadra da Novo Império e com as discotecagens de P Drita Brill (Preta Root’s), Sistah IlluLico, Monkey Select, Renata Prado (Batekoo-SP), Flyp e Los Noronha.

Acompanhe o evento em rede social

Serviço

A próxima edição do Bekoo das Pretas tem realização no sábado (14), das 22h às 5h, na quadra da escola de samba Novo Império – Praça Antônio Ferreira, bairro Caratoíra, Vitória. A entrada custa R$5,00.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Agência Senado
Cotações

Apesar de já ter anunciado apoio a Majeski, sobem as apostas de que Max Filho poderá, mesmo, é fixar lugar no palanque de Rose

OPINIÃO
Editorial
Quem paga a conta senta na cabeceira?
O financiamento pela Arcelor de uma pesquisa da Ufes de R$ 2 milhões acende o alerta sobre a autonomia universitária e a transparência nos acordos entre academia e capital privado
Piero Ruschi
Visita à coleção zoológica de Augusto Ruschi
Visitei a coleção zoológica criada por meu pai e seu túmulo na Estação Biológica. Por um lado, bom, por outro, angústia
JR Mignone
Uma análise
Algumas emissoras, aquelas que detêm alguma ou boa audiência, dedicam-se pouco à situação do país
Geraldo Hasse
Refém do Mercado
O País está preso ao neoliberalismo do tucano Pedro Parente, presidente da BR
Roberto Junquilho
A montagem da cena
Em baixa junto aos prefeitos da Grande Vitória, Hartung dispara para o interior do Estado
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Arrogância também conta?
MAIS LIDAS

Candidatura de Lula à Presidência será lançada neste domingo em Vitória e Serra

Servidores do Ibama e ICMBio no Estado protestam contra loteamento político do órgão

Projeto da nova sede do IPAJM é 'reavaliado' por Instituto de Obras do Estado

Quem paga a conta senta na cabeceira?

A montagem da cena