Seculo

 

Moradores do Centro, trabalhadores e funcionários do Banco do Brasil fazem ato contra a reestruturação


10/01/2017 às 18:42
O Banco do Brasil da Praça Pio XII, no Centro de Vitória, ficou paralisado até as 10h30 nesta terça-feira (10) por causa do Dia de Luta contra a Reestruturação do Banco do Brasil. Realizado pelo Sindicato dos Bancários do Estado (Sindibancários-ES), o ato uniu trabalhadores, clientes e a sociedade civil organizada. Durante a manifestação, foram colhidas assinaturas contra o fechamento das agências Rio Branco, na Praia do Canto; e Moscoso, no Parque Moscoso. Além disso, o microfone esteve aberto para quem quisesse falar dos impactos da reestruturação no cotidiano das comunidades.

Estiveram presentes representantes da Associação de Moradores do Centro de Vitória (Amacentro) e um representante sindical dos empregados da Vale. O Movimento de Pequenos Agricultores (MPA) não pôde estar presente, mas fez questão de entrar em contato para dizer que apoia as mobilizações.

“Não queremos nem um direito a menos. A reestruturação reduz postos de trabalho nos bancos e afetará negativamente também os agricultores e agricultoras, pois o Banco do Brasil é um dos principais agentes de liberação de crédito para a agricultura familiar e camponesa. O desmonte da instituição financeira dificultará o acesso a esse crédito”, afirma um dos integrantes do Movimento de Pequenos Agricultores (MPA), Leomar Lírio.

A diretora do Sindibancários, Goretti Barone, destaca que a luta vai além de querer impedir o fechamento das agências. “O ato tem a ver com a manutenção das agências, mas também com a defesa do patrimônio público, do Banco do Brasil enquanto agente de políticas públicas, dos direitos dos trabalhadores e da importância de se organizar coletivamente”, diz.

Na ocasião foi entregue ao superintendente do Banco do Brasil um documento contendo o abaixo assinado contra o fechamento das agências Moscoso e Rio Branco, cujas assinaturas vêm sido colhidas há cerca de um mês pelos diretores do Sindibancários com apoio de moradores, comerciantes e associações comunitárias de ambos os bairros.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Lá e cá

Enquanto Rose volta a se movimentar em Brasília, Casagrande delimita território no Estado. Cada um no seu quadrado...

OPINIÃO
Gustavo Bastos
Black Block
Pensou que a poeira iria baixar, que ele estava mascarado e ninguém iria identificá-lo. Resolveu ir ao RJ...
Geraldo Hasse
Vendilhões no comando
Os governos petistas deram mole aos Mercados, mas o MDB escancara a prática do entreguismo
Roberto Junquilho
Nem tudo o que parece é!
Investigação a Ferraço, exoneração no Iema...casos podem dar dor de cabeça aos envolvidos em ano de eleição
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Admirável mundo novo
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Familiares de soldado preso fazem manifestação em frente ao comando da PM

Bancários param atividades nas agências do BB por uma hora nesta sexta-feira

Filho de Jango vem a Vitória em março e lança candidatura à Presidência

Graffiti e o não graffiti de Renato Ren

Anama expõe argumentos ineptos da ArcelorMittal para se livrar de ação na Justiça