Seculo

 

Clima entre deputados esquenta nos bastidores da eleição da Assembleia


11/01/2017 às 14:13

Enquanto o deputado Theodorico Ferraço (DEM) fazia “campanha eleitoral” na reunião do colégio de líderes nessa terça-feira (10), um grupo de deputados que tenta encontrar uma candidatura alternativa ao atual presidente tentava botar fogo nos bastidores, vendendo uma animosidade entre o presidente da Casa e o deputado Rodrigo Coelho (PDT), que na verdade não existiu.

Rodrigo voltou a Assembleia e era tido como candidato, mas vem fazendo jus à fama de “político jeitoso” e não tem entrado em zona de atrito com o presidente da Assembleia. Os blefes de bastidores são mais uma tentativa de desestabilizar a estratégia de reeleição de Theodorico Ferraço (DEM), que vem testando suas condições junto aos coelgas de plenário, com um certo eleitorado cativo.

O grupo tenta incendiar o debate para criar condições de conseguir um nome em condições de enfrentar Ferraço ou criar um clima adverso para que o atual presidente desista do pleito, abrindo o caminho para outros nomes do plenário. O problema é encontrar uma candidatura que ofereça ao plenário a proteção que os deputados precisam para a disputa de 2018.

Além disso, algumas lideranças estão na discussão para buscar acomodação de cargos na Mesa Diretora. Sem um nome com musculatura vai ser difícil convencer o  plenário. Boa parte dos deputados acredita que apenas o atual presidente pode oferecer uma boa negociação com o Palácio Anchieta e condições de aumento de visibilidade dos parlamentares.

A eleição acontece no próximo dia 2 de fevereiro, por isso a expectativa é de que o debate esquente no decorrer do mês de janeiro. Outro fator que deve influenciar muito no processo é o fato de o governador Paulo Hartung (PMDB) demonstrar interesse na eleição da Assembleia, o que pode colocar água no chope do grupo dissidente.

O momento político favorece um acordo de Hartung com Ferraço e para os meios políticos, a movimentação que pode levar o filho do deputado estadual, Ricardo Ferraço (PSDB), à disputa do governo do Estado, entra também nessa articulação.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Espelho democrático

PH, com certeza, vai jogar pra frente dúvida sobre candidatura à reeleição. Mas não o vejo fora da disputa e sem mandato

OPINIÃO
Editorial
MPES omisso
Ministério Público decidiu não participar das audiências de custódia. Um dos prejuízos: denúncias contra tortura, comumente relatada por presos
JR Mignone
O voto facultativo
Atual insatisfação com a política seria uma chance para começar a estudar a implantação do voto facultativo?
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Para, relógio
MAIS LIDAS

Extermínio da juventude negra será tema de jornada de luta no mês da abolição

Presidenciável do PRB articula construção de palanque eleitoral no Estado

Sindicato dos Médicos e CRM encontram cenário caótico em hospitais do norte e noroeste

Processo de nepotismo contra Sérgio Vidigal vai a julgamento nesta terça-feira no TJES

Um filme sobre o extermínio da juventude negra