Seculo

 

Clima entre deputados esquenta nos bastidores da eleição da Assembleia


11/01/2017 às 14:13

Enquanto o deputado Theodorico Ferraço (DEM) fazia “campanha eleitoral” na reunião do colégio de líderes nessa terça-feira (10), um grupo de deputados que tenta encontrar uma candidatura alternativa ao atual presidente tentava botar fogo nos bastidores, vendendo uma animosidade entre o presidente da Casa e o deputado Rodrigo Coelho (PDT), que na verdade não existiu.

Rodrigo voltou a Assembleia e era tido como candidato, mas vem fazendo jus à fama de “político jeitoso” e não tem entrado em zona de atrito com o presidente da Assembleia. Os blefes de bastidores são mais uma tentativa de desestabilizar a estratégia de reeleição de Theodorico Ferraço (DEM), que vem testando suas condições junto aos coelgas de plenário, com um certo eleitorado cativo.

O grupo tenta incendiar o debate para criar condições de conseguir um nome em condições de enfrentar Ferraço ou criar um clima adverso para que o atual presidente desista do pleito, abrindo o caminho para outros nomes do plenário. O problema é encontrar uma candidatura que ofereça ao plenário a proteção que os deputados precisam para a disputa de 2018.

Além disso, algumas lideranças estão na discussão para buscar acomodação de cargos na Mesa Diretora. Sem um nome com musculatura vai ser difícil convencer o  plenário. Boa parte dos deputados acredita que apenas o atual presidente pode oferecer uma boa negociação com o Palácio Anchieta e condições de aumento de visibilidade dos parlamentares.

A eleição acontece no próximo dia 2 de fevereiro, por isso a expectativa é de que o debate esquente no decorrer do mês de janeiro. Outro fator que deve influenciar muito no processo é o fato de o governador Paulo Hartung (PMDB) demonstrar interesse na eleição da Assembleia, o que pode colocar água no chope do grupo dissidente.

O momento político favorece um acordo de Hartung com Ferraço e para os meios políticos, a movimentação que pode levar o filho do deputado estadual, Ricardo Ferraço (PSDB), à disputa do governo do Estado, entra também nessa articulação.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
'Tudo dominado'

Até agora, o terreno parece armado para permitir que César Colnago acumule a vice-governadoria com a presidência do PSDB no Estado. Só parece?

OPINIÃO
Editorial
Ajuste fiscal, a 'isca' do negócio
Hartung tem feito publicidade nacional para mostrar que o ES é o novo paraíso para investidores. Esconde, porém, os problemas internos, que não são poucos
Piero Ruschi
Risco à natureza gera efeito bolha em turismo de Santa Teresa
Desenvolvimento tem sido norteado pelo crescimento do turismo e seu potencial. Mas ‘corre solto’, o que pode ter um preço alto demais
Renata Oliveira
Tem que saber separar
Governador troca ministro por conversa com jornalistas, só para evitar Rose de Freitas
Gustavo Bastos
Swinging London
Um dos pontos de convergência em que a arte em geral se movia
Caetano Roque
Sindicalismo unilateral
O processo de debate no movimento sindical deve ser participativo, mas não é isso que vem acontecendo no país
JR Mignone
Proliferação de rádios na internet
Fazer rádio todo mundo gosta e quer fazer, mas fazer rádio de bom gosto ainda é difícil
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Este blog fica por aqui
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Algo de novo no ar
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Sindicalismo unilateral

Hartung se reúne com Rodrigo Maia em Brasília

Tem que saber separar

Tribunal de Contas volta a cobrar informações sobre venda da Cesan

'Tudo dominado'