Seculo


  • Lava Jato no ES

 

Prefeitos da GV recebem empresa que opera balsas no Rio de Janeiro


11/01/2017 às 18:27
Os prefeitos Vila Velha, Max Filho (PSDB), de Vitória, Luciano Rezende (PPS) e representantes da Prefeitura de Cariacica se reuniram nesta quarta-feira (11) para discutir a retomada do sistema de transporte aquaviário nos municípios. O encontro contou com a presença de empresários que operam com esse modal no Rio de Janeiro. O objetivo foi apresentar o modelo de operação realizado no estado vizinho a fim de adaptar as soluções para a realidade capixaba.
 
O sistema aquaviário planejado pela empresa Eco Balsas, na Barra da Tijuca, é o principal modal da região, já que o local é cortado por diversos canais e o transporte pela água facilita o acesso dos passageiros da praia aos centros comerciais da região e vice-versa. A empresa faz serviço de passeio e transporte pelas lagoas da Barra da Tijuca.
 
De acordo com o responsável pela empresa, Ricardo Herdy, o serviço, além de favorecer a mobilidade também apresenta baixo custo de operação. “São balsas leves, com calado baixo, projetadas para navegar e atracar em águas rasas, com capacidade de transportar 40, 60 até 140 passageiros e com baixíssimo impacto ambiental”, explica.
 
Para reativar o serviço nos municípios da Grande Vitória, será necessário que a empresa apresente uma proposta de serviço, contendo informações sobre o percurso dos usuários, as rotas de embarque e desembarque e o custo de operação realizado. A retomada do sistema depende também da aprovação do Governo do Estado. O prazo para entrega da proposta é de 60 dias.
 
Em Vila Velha, o plano de governo prevê, além da parceria entre prefeituras e governo do Estado para o aquaviário, a ampliação da rede de ciclovias, implantado a Ciclovia do Trabalhador, integrando a malha cicloviária atual aos bairros da região 5 (Grande Terra Vermelha). Também faz parte do planejamento a criação do Bike Vila Velha, serviço de aluguel de bicicletas nos mesmos moldes do já existente em Vitória, com possibilidade de integração dos aplicativos.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Ensaiado

Mudança de planos de Ricardo Ferraço na condução da Reforma Trabalhista atende à estratégia de Temer e da classe empresarial. Falou de empresário, é com ele mesmo!

OPINIÃO
Editorial
Defesa burocrática
Secretário Júlio Pompeu fez um discurso burocrático para defender o governo Hartung na Corte Interamericana de Direitos Humanos
Renata Oliveira
O universo conspira
A onda de falta de sorte do governador, iniciada em fevereiro, insiste em não passar
Caetano Roque
Venceu o pragmatismo
Ao reeleger o grupo que se perpetua na direção, PT perde um pouco mais de sua ideologia
Geraldo Hasse
Seremos todos boias-frias?
A palavra reforma, sempre associada a avanços, está sendo aplicada a um retrocesso
JR Mignone
Sérgio Bermudes, sempre atual
''Existe uma crise no Judiciário, que vai da falta de juízes, da infraestrutura adequada, até a postulação e prestação precárias''
Caetano Roque
A hora do Judiciário
O Supremo tem que mostrar a que veio e a serviço de quem está
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Nenna – parte II: early years na ilha
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Odebrecht quebrou a "Omertá", e agora?
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A sombra
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

CNMP pode acabar com pagamento de ‘horas-extras’ a promotores no Espírito Santo

Disputa pelo poder em Itapemirim reacende tensão entre prefeito e vice

Defesa burocrática

Ensaiado

Esgoto na Praia de Santa Helena não se resolve com teste de balneabilidade