Seculo

 

Prefeitura de Vitória convoca reunião para discutir aumento de tarifa


11/01/2017 às 18:53
A Prefeitura de Vitória publicou nesta quarta-feira (11) edital de convocação de reunião da Câmara Temática de Transporte Público de Passageiros (CT/TPP), do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito (Comuttran), para discutir aumento da tarifa do transporte público municipal. A reunião será nesta quarta-feira (12), na Prefeitura de Vitória, em Bento Ferreira.
A discussão acontece menos de duas semanas após o governo Paulo Hartung (PMDB) ter autorizado um reajusta de R$ 0,45 na tarifa do Sistema Transcol, que foi de R$ 2,75 para R$ 3,20. Organizada pelo grupo Contra a Tarifa GV, uma reunião para discutir o aumento da tarifa do sistema metropolitano já está marcada para a próxima terça-feira (17) na Praça do Eucalipto, em Maruípe, Vitória.
 
O último reajuste tarifário em Vitória ocorreu no final de janeiro de 2016, quando o valor subiu de R$ 2,40 para R$ 2,70, um reajuste de 12,5%, ou seja, acima da inflação verificada em 2015 (10,6%).
 
A reunião também acontece em um momento em que a Prefeitura de Vitória já operou a reprogramação dos quadros de horário do sistema municipal de transporte. Em 2016, os usuários de ônibus em Vitória sofreram com a redução de frotas, fruto exatamente da reprogramação do quadro de horários dos ônibus municipais realizada todo período de férias, entre o final de dezembro e o início de fevereiro. 
 
A questão é que o período de férias terminou, mas a política levada pelas empresas concessionárias, e aceita pela Prefeitura de Vitória, continuou em prática. 
 
Após o fracasso do Integra Vitória, projeto de remodelação do sistema municipal de transporte da Capital, a política de redução de custos das empresas de ônibus veio com o aumento da passagem e a redução de frota dos ônibus. Ainda no final de março, passageiros de Vitória reclamavam de demora de ônibus e superlotação, efeitos diretos de uma estratégia de redução de frota.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Sobrou

Ninho tucano no Estado já estaria pequeno para Colnago, Ferraço e Luiz Paulo. Em desvantagem, o ex-prefeito de Vitória. Será?

OPINIÃO
Editorial
Ruim da cabeça ou doente do pé?
Luciano Rezende quer acabar com o chorinho de Camburi, o Som de Fogueira da Lama e com o tradicional circuito do samba no Centro
Renata Oliveira
Pequenos detalhes, grandes problemas
Situações que antes não eram sequer cogitadas hoje trazem dores de cabeça ao governador Paulo Hartung
Lídia Caldas
Livre-se da armadilha dos rótulos
A informação é o melhor remédio contra a indústria
Geraldo Hasse
Marcha à ré nos biocombustíveis
O governo Temer desmancha os vínculos entre a Petrobras e os agricultores familiares
Caetano Roque
Discurso surdo
Não adianta fazer informativo sobre o golpe que fica restrito à fábrica. É preciso envolver a sociedade
Nerter Samora
Um novo Ministério Público
Renovação no quadro de procuradores de Justiça é oportunidade para novos grupos politicos
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

pelas beiras!
Flânerie

Manuela Neves

Carmélia, um pouco mais dela
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Os tanques de guerra e a marcha dos insensatos
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Sob o céu de Miami
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Advogada denuncia pressão de secretário de Meio Ambiente contra retomada do nome original do Revis Fradinhos

Sobrou

Urgência de projeto de cessão de PMs segue no Expediente da Assembleia

TJES condena Gratz e Gilson Gomes por esquema de diárias na Assembleia

MPES vai investigar reestruturação administrativa da Prefeitura de Viana