Seculo

 

Prefeitura de Vitória convoca reunião para discutir aumento de tarifa


11/01/2017 às 18:53
A Prefeitura de Vitória publicou nesta quarta-feira (11) edital de convocação de reunião da Câmara Temática de Transporte Público de Passageiros (CT/TPP), do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito (Comuttran), para discutir aumento da tarifa do transporte público municipal. A reunião será nesta quarta-feira (12), na Prefeitura de Vitória, em Bento Ferreira.
A discussão acontece menos de duas semanas após o governo Paulo Hartung (PMDB) ter autorizado um reajusta de R$ 0,45 na tarifa do Sistema Transcol, que foi de R$ 2,75 para R$ 3,20. Organizada pelo grupo Contra a Tarifa GV, uma reunião para discutir o aumento da tarifa do sistema metropolitano já está marcada para a próxima terça-feira (17) na Praça do Eucalipto, em Maruípe, Vitória.
 
O último reajuste tarifário em Vitória ocorreu no final de janeiro de 2016, quando o valor subiu de R$ 2,40 para R$ 2,70, um reajuste de 12,5%, ou seja, acima da inflação verificada em 2015 (10,6%).
 
A reunião também acontece em um momento em que a Prefeitura de Vitória já operou a reprogramação dos quadros de horário do sistema municipal de transporte. Em 2016, os usuários de ônibus em Vitória sofreram com a redução de frotas, fruto exatamente da reprogramação do quadro de horários dos ônibus municipais realizada todo período de férias, entre o final de dezembro e o início de fevereiro. 
 
A questão é que o período de férias terminou, mas a política levada pelas empresas concessionárias, e aceita pela Prefeitura de Vitória, continuou em prática. 
 
Após o fracasso do Integra Vitória, projeto de remodelação do sistema municipal de transporte da Capital, a política de redução de custos das empresas de ônibus veio com o aumento da passagem e a redução de frota dos ônibus. Ainda no final de março, passageiros de Vitória reclamavam de demora de ônibus e superlotação, efeitos diretos de uma estratégia de redução de frota.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Quem segura?

Depois da seca, a bonança. Hartung tirou o último mês do ano para liberar seu ''pacote de bondades'''

OPINIÃO
Editorial
Morta-viva
Enfim, cumpre-se o destino óbvio no País das relações promíscuas: a Samarco/Vale-BHP tem as primeiras licenças ambientais para voltar a operar
Piero Ruschi
INMA e Ruschi em rota (s) de colisão
Nomeação de diretor dá sequência ao processo de imoralidades e falta de transparência contra patrimônio deixado por Ruschi
Gustavo Bastos
A volta do shoegaze
Ressurgimento do shoegaze se deu, sobretudo, com o retorno oficial do My Bloody Valentine
Geraldo Hasse
Aprimorando a arte das panacéias
Proliferam nas ruas os vendedores de panos de prato a 10 reais por meia dúzia
JR Mignone
Gazeta AM 34
Pode-se definir essa emissora em três fases distintas nesses 34 anos de comunicação
Roberto Junquilho
O abono como estratégia política
Como hábil conhecedor do seu mister, Hartung vislumbra apenas a conjuntura de 2018
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Quem quer dinheiro?
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Redução de número de comissionados gera embate entre deputados na Assembleia

Questionamentos judiciais podem anular resultado da disputa ao comando do Crea-ES

Cesan e Cariacica negam responsabilidade sobre esgoto lançado na baía de Vitoria

Funcionário dos Correios é condenado por desviar encomendas do centro de triagem do aeroporto de Vitória

Projeto que garante abono aos servidores segue para sanção de Hartung