Seculo

 

Oposto


16/01/2017 às 20:04
vVolto a analisar a imprensa capixaba porque ela está intrigante e chata ao mesmo tempo. Vamos lá: Verão! Só se vê nos jornais e TVs da terra matérias sobre praias, nascer do sol, turistas, sujeiras, mar, barcos. Todas fazem a mesma coisa, justificando que é verão. Enjoa.
 
Por que um dos jornais não sai do lugar comum? Por exemplo, uma matéria nas montanhas, de como estão os hotéis, as cidades, se tem turista por lá. Não, esse tipo de matéria reservam paro o inverno. Falta de imaginação dos editores? Dos pauteiros (existem ainda?)
 
Talvez um jornalista dissesse que se deve perseguir e registrar o fato. Tudo bem. Acontece que há veículos demais para uma informação relevante. Daí se torna chata muita informação sobre o mesmo assunto.
 
As informações sobre a rebelião dos presos já passaram dos limites. Particularmente, só gostaria de votar a ler ou ouvir sobre este assunto se as autoridades tivessem resolvido o problema com rapidez e eficazmente. No lado esportivo, as contratações do time do Flamengo e de outros clubes já “encheram os patuás”. E por ai vai.
 
Mas tem um tipo de notícia, que por mais incrível que pareça, desperta a atenção. Pelo menos dos que querem saber como ficará o nosso mundo. São as noíicias envolvendo o excêntrico presidente norte-americano Donald Trump. Cada dia uma novidade e isso faz com que desperte a atenção de como será seu governo na relação doméstica e com o exterior
 
Vamos às máximas populares: "Muito sabido vira bobo"; "Sm estudo a pessoa é cega"; "Malandro demais vira otário"; "Muita informação emburrica". 
 
PARABÓLICAS
 
Em merecidas férias Juninho Victor (o Juninho de Vanessa), um dos melhores profissionais de rádio e TV do Espírito Santo.
 
Finalmente Guarnandir Silva, a lenda do FM dos anos 80, colocou uma foto dele no seu perfil no Facebook.
 
A dupla Monica Camilo e Paco DJ em nova frequência, precisamente do outro lado da ponte, fazendo sucesso...
 
Com a saída da Antena 1 do mercado de Vitória, quem deveria tomar seu lugar seria a Tribuna FM, mas isto não ocorreu. Programação muito elitista e chata.
 
MENSAGEM FINAL
 
Um liberal é um homem que distribuirá tudo o que ele não possui. Frank Dane

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Tudo azul

Visita ao Estado do prefeito de São Paulo, João Dória, reforça articulação de migração de Hartung do PMDB para o ninho tucano, com efeitos também para Erick Musso

SOCIOECONÔMICAS
Caravana do Amaro

Com a consolidação do movimento em torno de Amaro Neto, deputados partem agora para suas bases eleitorais, exibindo o porta-estandarte de 2018

OPINIÃO
Editorial
A ‘súmula Zenkner’
O desfecho do caso do promotor que queria passar um ano nos Estados Unidos mostrou a importância do papel da imprensa de fiscalizar os agentes públicos
Piero Ruschi
Crise Ambiental
Apesar de ser abençoado pela ausência de desastres naturais como vulcões, terremotos e tufões, o Brasil amarga a desgraça de suas catástrofes ambientais
Renata Oliveira
Amaro assusta?
Os senadores Ricardo Ferraço e Magno Malta tiveram reações diferentes ao movimento do deputado
JR Mignone
Rádio saúde
Nova rádio na web mostra que esse segmento deve crescer na internet
Caetano Roque
A nova do imposto sindical
Como o Movimento Sindical não foi protagonista no processo, agora o recurso virou moeda de troca na mão do capital
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Sopa de Letrinhas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Ex-presidente da Câmara de Vereadores Viana é condenado a ressarcir erário

Equipe de Hartung está na alça de mira dos deputados na disputa por bases eleitorais

Recorde de baleias jubartes encalhadas mostra falhas no processo de monitoramento e resgate

Vereadores de Aracruz aprovam criação de CPI ‘mais ampla’ sobre contratos de lixo

A ‘súmula Zenkner’