Seculo

 

Leite derramado


07/02/2017 às 12:42

Na noite dessa segunda-feira (6), começou a circular a informação de que o governador Paulo Hartung (PMDB), que passou por uma cirurgia na última sexta-feira (3) para retirar um tumor da bexiga, retornaria ainda nesta terça-feira (7) por causa do caos instalado no Estado em relação à segurança pública.

Mas, depois da explosão da violência, da vinda das Força Nacional e do Exército na rua, a vinda do governador em recuperação depois de um procedimento médico tão sério é viável? É como tentar segurar o leite que já entornou.

Está claro nos meios políticos que há um movimento dentro do movimento. Além da pauta de reivindicação sindical, mais do que justa, existe um movimento político. A troca de comando parece ser pouco. O alvo seria o secretário de Segurança, André Garcia. Os discursos na Assembleia Legislativa apontam para  a insustentabilidade da permanência do titular na pasta.

O que faria o governador ao retornar de São Paulo, despachando de casa, vai exonerar o secretário? Vai intensificar a caça às bruxas na Polícia Militar? Negociar, é que não vai. Se fizer isso, vai abrir um precedente e ter de abrir diálogo com as outras categorias do funcionalismo, e olha que tem muito servidor insatisfeito.

Também não vai dar o braço a torcer e pedir ajuda ao governo federal. Contrário à renegociação das  dívidas dos estados, o governador focou no projeto econômico e esqueceu que o que sustenta seu governo não é a economia e sim os servidores.

Uma estratégia já está funcionando. A ofensiva do secretário mostra que o movimento não tem mais legitimidade com a população. Desviar o descontentamento para a  categoria pode até amenizar o desgaste,  mas que a conta estará sobre a mesa do governador, isso estará.  

 

Fragmentos:

1 – Com a cabeça a prêmio, o secretário de Segurança André Garcia subiu o tom contra o movimento paredista da Polícia Militar. Nos bastidores, já tem gente falando em uma volta do “Rambo” Rodney Miranda (DEM) para tentar puxar pelo rabo a vaca que já foi pro brejo há muito tempo.

2 – De qualquer forma a o estrago na imagem de André Garcia já foi feito. O secretário que era cotado para disputar uma vaga de deputado federal, dentro do leque das novas lideranças do governador Paulo Hartung, pode nem chegar a 2018 no cargo.

3 – O Diário do Legislativo dessa segunda-feira (6) trouxe a exoneração do diretor-geral da Casa Paulo Marcos Lemos e a nomeação de Roberto Carneiro para o cargo. O diário sangrento ainda é aguardado com apreensão pelos servidores.
 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Crônica de uma eleição

Vagões do trem do governador Paulo Hartung estão acima da capacidade da locomotiva. Haja peso para carregar...

OPINIÃO
Editorial
Futuro interrompido
Onde estão os promotores, delegados, políticos e demais agentes públicos para berrarem em defesa da infância? Mortes no Heimaba são alarmantes e inadmissíveis!
Bruno Toledo
Em defesa dos defensores
Nunca antes foi tão necessário e urgente o fortalecimento da Defensoria Pública
Eliza Bartolozzi Ferreira
A greve é um direito
Prefeito de Vitória ignorou o direito dos professores e adotou medidas coercitivas contra a liberdade de expressão e de greve
JR Mignone
Nova rádio
Tudo modificado, tudo moderno na Rádio Globo
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Arrogância também conta?
MAIS LIDAS

Vitória já poderia ter identificado as fontes de emissão de pó preto

Regimento Interno da Câmara da Serra torna nulo pedido de empréstimo para a prefeitura

Audiência Pública debate políticas de enfrentamento às desigualdades raciais

Pulverizações com agrotóxicos continuam no entorno do Parque de Itaúnas

Mordaça na escola