Seculo

 

Assembleia aprova PEC pela ‘aprovação automática’ das contas de prefeitos


13/02/2017 às 17:50
A Assembleia Legislativa aprovou, nesta segunda-feira (13), em primeiro turno, a proposta de emenda constitucional (PEC 11/2016), que garante a emissão do parecer prévio pela aprovação das contas de prefeitos que não foram analisadas dentro do prazo pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). A matéria prevê ainda a responsabilização de conselheiros ou servidores pela demora no exame dos casos. A PEC foi aprovada por vinte votos favoráveis contra apenas um contrário – além de uma abstenção. Para fazer parte da Constituição, o texto ainda precisa ser votado em segundo turno.

A proposta é de autoria do deputado Enivaldo dos Anjos (PSD), conselheiro aposentado do TCE, que defendeu novamente a possibilidade de aprovação automática das contas – cujo julgamento definitivo cabe às Câmaras de Vereadores. Na sessão desta segunda, ele citou que a própria Assembleia tem várias prestações de contas pendentes de análise, algumas do início da década de 2000. O deputado fez o apelo aos colegas para aprovação da PEC em primeiro turno para colaborar com o debate em segundo turno.

O objeto da proposta é alvo de divergências no mundo jurídico. Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) declarou a inconstitucionalidade de artigos da Constituição do Estado de Sergipe que tratavam do mesmo assunto. Para a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, relatora da ação, a exigência do parecer prévio elaborado pelo TCE para julgamento das contas do prefeito não pode ser dispensada. A PEC capixaba tem dispositivo semelhante à norma sergipana, obrigando a remessa das contas após 18 meses sem julgamento.

A proposta de Enivaldo foi considerada inconstitucional pela Comissão de Justiça, mas o parecer acabou sendo derrubado pelo plenário da Casa. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Disputa indefinida

Hoje, a raia que tem a linha de chegada no Palácio Anchieta tem apenas dois competidores: PH e Rose. O campo de oposição às lideranças de perfil tradicional ainda está aberto

OPINIÃO
Editorial
Operação seletiva
Mandado de busca coletivo cumprido nesta quinta (17) em Jesus de Nazareth viola Estado Democrático de Direito
Renata Oliveira
A escolha de Sofia
Os prefeitos do Estado têm de escolher entre Rose de Freitas ou Paulo Hartung
JR Mignone
Radiamadores
Os radioamadores continuam na sua ação principal, aquela de ajudar, informar, localizar, conhecer e explorar as distâncias
Geraldo Hasse
Pedalando rumo ao Norte
Até quando os brasileiros se deixarão governar por quem não os representa?
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Força Nacional e o marketing de uma falsa segurança
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Sopa de Letrinhas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Disputa indefinida

Mexer no PDU pode custar caro aos vereadores

À medida que a eleição se aproxima, perfil da equipe de Hartung se torna mais político

Justiça recebe ação penal contra ex-prefeito e vereadores de Barra de São Francisco

'Agricultura e cultura no nosso quilombo é a mesma coisa'