Seculo


  • Lava Jato no ES

 

'Salve-se quem puder' foi para as ruas pedir o impeachment de Hartung


15/02/2017 às 15:55
O Fórum das Entidades dos Servidores Públicos do Estado (Fespes) promoveu uma manifestação na manhã desta quarta-feira (15), em Vitória, por meio de um bloco carnavalesco chamado “Salve-se quem puder” em que denunciaram os ataques que a sociedade está sofrendo com a política de sucateamentos dos serviços públicos promovidos pelo governador Paulo Hartung (PMDB) e pelo presidente Michel Temer, que retira direitos constitucionais trazendo graves prejuízos à população.

Durante o ato, foram distribuídos pepinos para a população, em alusão aos problemas que serão enfrentados com o desmonte dos serviços públicos.

Os manifestantes saíram da Praça Doutor Demócrito Freitas, em frente à Secretaria de Estado de Educação (Sedu) e seguiram em caminhada até a Assembleia Legislativa, onde protocolaram o pedido de impeachment do governador Paulo Hartung.

No pedido, Hartung é apontado como responsável pela instalação do caos social que o Estado vive, resultado de uma política fiscal que congela os salários do funcionalismo há três anos, negando direitos constitucionais, como a revisão anual dos vencimentos, inscrita do artigo 37, inciso X, da Constituição Federal.

Além de não recompor os vencimentos dos servidores públicos, o governo impede que seja concedido o auxílio alimentação ao funcionalismo, mesmo que o Conselho Superior da Procuradoria Geral do estado (PGE) já tenha reconhecido o direito.

O pedido de impeachment lembra que mesmo não concedendo a revisão anual e o auxílio-alimentação, o governo irá conceder mais de R$ 4,3 bilhões em renúncias fiscais a um grupo de empresas que não comprovaram a realização das contrapartidas previstas nos contratos assinados com a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), além do fato que parte considerável das empresas que foram beneficiadas deram baixa nos seus registros após receberem os aportes fiscais.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Ensaiado

Mudança de planos de Ricardo Ferraço na condução da Reforma Trabalhista atende à estratégia de Temer e da classe empresarial. Falou de empresário, é com ele mesmo!

OPINIÃO
Editorial
Defesa burocrática
Secretário Júlio Pompeu fez um discurso burocrático para defender o governo Hartung na Corte Interamericana de Direitos Humanos
Renata Oliveira
O universo conspira
A onda de falta de sorte do governador, iniciada em fevereiro, insiste em não passar
Caetano Roque
Venceu o pragmatismo
Ao reeleger o grupo que se perpetua na direção, PT perde um pouco mais de sua ideologia
Geraldo Hasse
Seremos todos boias-frias?
A palavra reforma, sempre associada a avanços, está sendo aplicada a um retrocesso
JR Mignone
Sérgio Bermudes, sempre atual
''Existe uma crise no Judiciário, que vai da falta de juízes, da infraestrutura adequada, até a postulação e prestação precárias''
Caetano Roque
A hora do Judiciário
O Supremo tem que mostrar a que veio e a serviço de quem está
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Nenna – parte II: early years na ilha
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Odebrecht quebrou a "Omertá", e agora?
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A sombra
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

CNMP pode acabar com pagamento de ‘horas-extras’ a promotores no Espírito Santo

Disputa pelo poder em Itapemirim reacende tensão entre prefeito e vice

Defesa burocrática

Ensaiado

Esgoto na Praia de Santa Helena não se resolve com teste de balneabilidade