Seculo

 

Mude de vida


28/02/2017 às 13:35
Tentemos somar quantos indivíduos existem com problemas de obesidade e que estão também endividados? Quantos estão endividados como Pessoa Física e também como Pessoa Jurídica? Quantos pais que possuem filhos endividados assim como eles próprios?
 
Os pontos convergentes para estas realidades somadas, vão desde a compulsão, desorganização, indisciplina, ao padrão de repetição, até a falta de cuidado e o desrespeito no uso do dinheiro e de seus recursos financeiros.
 
Os pais passam para os filhos os seus hábitos e comportamentos, assim como os indivíduos passam  para suas empresas “o seu jeito de ser e de agir”, imprimindo a sua marca pessoal ao negócio.
 
Somos o produto desse jeito construído de ser, produzidos através da educação familiar, das oportunidades, do conhecimento, das escolhas e práticas que adotamos.  Então, não dá para ser diferente em ambientes diferentes.
 
Ao fazer a reeducação alimentar num paciente com obesidade, outras áreas de sua vida também melhoram, inclusive a financeira. Como? A reeducação alimentar pressupõem a adoção de estratégias aplicáveis também ao tratamento do endividamento: Diagnóstico - conhecendo o seu peso atual, fazendo a contagem do quê e quanto ingere diariamente, Planejamento  - estimando o quanto deve ingerir e como deve gastar; controlando assim as calorias ingeridas versus as calorias gastas, mudando comportamentos e adotando novos hábitos de consumo para alcançar a meta estabelecida.
 
Quando um indivíduo é tratado do endividamento; ou seja, do seu padrão de comportamento de  consumo, naturalmente ocorrem mudanças também em seu meio familiar e social. Nessas situações estão os casos de filhos (incluindo as crianças e adolescentes) que, ao receberem educação financeira na escola, por exemplo, levam para a sua família esses novos conhecimentos e práticas, passando a refletirem antes de consumirem e a multiplicarem isso em seu meio, promovendo daí a mudança nos outros membros.
 
Ao tratar a pessoa física endividada, com foco para a promoção da mudança em seu comportamento de consumo, acaba por atingir também a pessoa jurídica, considerando que os indivíduos que se organizam e que modificam a sua forma de pensar e agir frente às suas finanças pessoais e ao consumo, também modificam estas práticas na pessoa jurídica, porque afinal “pau que dá em Chico, dá em Francisco” e mudando um, o outro muda por consequência.
 
Resumindo: é preciso pensar na saúde integral: corpo, mente, alma ... e bolso.
 

Ivana Medeiros Zon, Assistente Social, especialista em Saúde da Família e em Saúde Pública,  educadora financeira, palestrante, consultora, colunista do jornal eletrônico www.seculodiario.com https://sites.google.com/site/saudefinanceiraivanamzon/

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Choque

Como diz o ditado, dois bicudos não se beijam. É isso mesmo, Fabrício Gandini?

OPINIÃO
Editorial
Política de encarceramento
Não adianta construir novos presídios. É preciso investir em políticas públicas que sejam capazes de prevenir a criminalidade
Renata Oliveira
Fica, gente!
Hartung tem se esforçado para manter ao seu lado os três grandes partidos do Estado: PT, PSDB e PDT
Ivana Medeiros Zon
Mude de vida
Pensar na influência do comportamento e dos hábitos individuais, incluindo os de consumo, vai muito além do que podemos imaginar.
Nerter Samora
Um novo Ministério Público
Renovação no quadro de procuradores de Justiça é oportunidade para novos grupos politicos
JR Mignone
A volta da reza
Em 2013 escrevi sobre o ''Poder da Reza''. Hoje volto com ela, pois rezar, orar, falar com Deus, meditar, seja como for, nunca é demais
Caetano Roque
Briga desleal
Com a mídia na mão, o capital consegue fazer com que o cidadão acredite nas mentiras que eles querem
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

pelas beiras!
Flânerie

Manuela Neves

Carmélia, um pouco mais dela
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Deputado vai propor CPI para apurar crime da Samarco
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre sustos e suspresas
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Choque

Ferraço afirma que contrato de antecipação de royalties foi 'malfeito'

Presos do semiaberto vão trabalhar em obras e serviços públicos da Prefeitura de Colatina

Dúvida sobre relator do Caso Alexandre pode adiar julgamento de recurso no TJES

Da Vitória faz discurso apaziguador, mas mantém posição independente na Assembleia