Seculo

 

Para Sindbares, culpa da poluição sonora não é dos bares


08/03/2017 às 17:13
Embora sem uma saída em perspectiva, o Sindicato dos Restaurantes, Bares e Similares do Estado do Espírito Santo (Sindbares) busca uma solução alternativa à penalização dos bares e restaurantes do Centro de Vitória imposta pelo Termo de Compromisso Ambiental (TCA) firmado entre o Ministério Público Estadual (MPES) e Prefeitura de Vitória contra a poluição sonora na região. 
“Estamos criando um entendimento com a prefeitura para ajustar as pontas e evitar que isso aconteça”, diz o presidente da entidade, Wilson Kalil, que se reuniu com a prefeitura segunda-feira (6) para discutir novamente a questão. Para Kalil, a prefeitura entende que o problema não é causado por bares e restaurantes, mas pelos eventos espontâneos que acontecem em torno dos locais. “Todo mundo entende que a culpa não é do dono do bar, mas ele está sendo usado para isso”. 
 
O TCA firmado para minimizar a poluição sonora no Centro de Vitória excluiu o alvo das denúncias: os donos de bares e restaurantes do local. O acordo foi assinado apenas entre o MPES e a Prefeitura de Vitória. 
 
O termo, fruto de inquérito civil originado de reclamações de moradores, impõe medidas para reduzir os problemas de poluição sonora e mira os bares e restaurantes localizados nas ruas Sete de Setembro e entorno, Gama Rosa, Professor Baltazar e Coutinho Mascarenhas. 
 
O presidente da Associação de Moradores do Centro de Vitória (Amacentro), Everton Martins, qualificou a ação de “política”. “Foi uma ação política que visa atender um grupo de moradores ainda descontente com o resultado das eleições da Amacentro. E, unilateralmente, adota medidas para desconstruir o processo de revitalização cultural do Centro”, critica.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

PH é estopim da crise no PSDB

Crise no partido é prenúncio de que a era Hartung está encerrando seu ciclo no Espírito Santo

OPINIÃO
Editorial
Oásis
Os capixabas que ouvem o governador Hartung propagandear os atrativos do ES devem pensar que moram em outro Estado
Renata Oliveira
Paraísos artificiais
O que o governador Paulo Hartung e o prefeito Luciano Rezende têm em comum?
Gustavo Bastos
O verão do amor e o movimento hippie
O que representava o movimento hippie como tal era a utopia
Geraldo Hasse
As abelhas e o Agro
Alguns líderes se dão conta da mútua dependência entre animais e plantas
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Este blog fica por aqui
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Olha no mapa
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Oásis

'Eu quero uma direção independente, capaz de optar pela melhor estratégia no ano que vem’

Fórum de Fundão não conta com nenhum analista judiciário

Pó preto extrapola legislações municipal e estadual e ONG cobra providências

Estratégia do PSDB nacional pode desmontar ação de Ricardo Ferraço