Seculo


  • Lava Jato no ES

 

Para Sindbares, culpa da poluição sonora não é dos bares


08/03/2017 às 17:13
Embora sem uma saída em perspectiva, o Sindicato dos Restaurantes, Bares e Similares do Estado do Espírito Santo (Sindbares) busca uma solução alternativa à penalização dos bares e restaurantes do Centro de Vitória imposta pelo Termo de Compromisso Ambiental (TCA) firmado entre o Ministério Público Estadual (MPES) e Prefeitura de Vitória contra a poluição sonora na região. 
“Estamos criando um entendimento com a prefeitura para ajustar as pontas e evitar que isso aconteça”, diz o presidente da entidade, Wilson Kalil, que se reuniu com a prefeitura segunda-feira (6) para discutir novamente a questão. Para Kalil, a prefeitura entende que o problema não é causado por bares e restaurantes, mas pelos eventos espontâneos que acontecem em torno dos locais. “Todo mundo entende que a culpa não é do dono do bar, mas ele está sendo usado para isso”. 
 
O TCA firmado para minimizar a poluição sonora no Centro de Vitória excluiu o alvo das denúncias: os donos de bares e restaurantes do local. O acordo foi assinado apenas entre o MPES e a Prefeitura de Vitória. 
 
O termo, fruto de inquérito civil originado de reclamações de moradores, impõe medidas para reduzir os problemas de poluição sonora e mira os bares e restaurantes localizados nas ruas Sete de Setembro e entorno, Gama Rosa, Professor Baltazar e Coutinho Mascarenhas. 
 
O presidente da Associação de Moradores do Centro de Vitória (Amacentro), Everton Martins, qualificou a ação de “política”. “Foi uma ação política que visa atender um grupo de moradores ainda descontente com o resultado das eleições da Amacentro. E, unilateralmente, adota medidas para desconstruir o processo de revitalização cultural do Centro”, critica.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
No divã

PDT e PSDB, alvos de ingerência de Hartung, estão em turbulência interna. Que o diga Euclério e Majeski...

OPINIÃO
Renata Oliveira
No rastro
Quando o governador Paulo Hartung retornar de Paris, vai enfrentar um Sérgio Majeski ainda mais incômodo
Caetano Roque
Venceu o pragmatismo
Ao reeleger o grupo que se perpetua na direção, PT perde um pouco mais de sua ideologia
Geraldo Hasse
Seremos todos boias-frias?
A palavra reforma, sempre associada a avanços, está sendo aplicada a um retrocesso
JR Mignone
Sérgio Bermudes, sempre atual
''Existe uma crise no Judiciário, que vai da falta de juízes, da infraestrutura adequada, até a postulação e prestação precárias''
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Nenna – parte II: early years na ilha
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Odebrecht quebrou a "Omertá", e agora?
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A sombra
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Euclério Sampaio abre fogo contra presidente regional do PDT

Embate entre Majeski e Colnago ainda repercute na Assembleia

Violações no sistema socioeducativo do Estado são novamente denunciadas à OEA

Justiça condena ex-deputado federal e ex-prefeito de Marilândia

Colibris desaparecem na cidade e no Estado que os têm como símbolos