Seculo


  • Lava Jato no ES

 

Manda quem pode...


10/03/2017 às 11:54
A eleição da Associação dos Municípios do Estado (Amunes) que nos últimos anos passou despercebida, desta vez ganha contornos políticos com influência no processo eleitoral de 2018. O trabalho de meses do prefeito de Viana, Gilson Daniel (PV), correndo o Estado e angariando apoio de prefeitos está em sério risco com a entrada do Palácio Anchieta na jogada.
 
O governador Paulo Hartung (PMDB) percebendo as questões acessórias nessa discussão, entrou em campo para conter o avanço de uma articulação da oposição para a conquista daquele espaço. Não é que Gilson Daniel seja um opositor a Hartung, muito pelo contrário, o prefeito até tentou se aproximar do Palácio Anchieta, mas governador não parece ter se esquecido daquele documento elaborado pelo verde, na campanha de 2014, com a assinatura de mais de 60 prefeitos em favor da campanha de Renato Casagrande (PSB).
 
Sem antecipar nada, como é de seu costume, Hartung deixou Daniel preparar o terreno para a sua candidatura e deixou que seus desafetos buscassem aproximação com o prefeito. E assim, Daniel ganhou o apoio da senadora Rose de Freitas (PMDB) e do deputado estadual Josias Da Vitória.
 
Agora, na reta final para as inscrições, Hartung entra em campo para pedir votos ao prefeito de Linhares, Guerino Zanon (PMDB), que até semana passada jurava de pés juntos que não tinha interesse na disputa. Ao mesmo tempo, Hartung escala o prefeito de Cariacica, Juninho (PPS), para demover Gilson Daniel da disputa pela presidência da entidade.
 
Não vai surpreender ninguém se na próxima segunda-feira (13), quando acaba o prazo das inscrições para disputa, que será no dia 28, apenas uma chapa, encabeçada por Zanon, for registrada. Vai surpreender, sim se Gilson Daniel mantiver a candidatura e vier a confirmar os votos de mais de 40 prefeitos, que angariou nos últimos meses.
 
Mas até entre os aliados de Gilson Daniel, sempre se soube que se Zanon entrasse na disputa, a eleição do prefeito de Viana faria água. Além da experiência maior, do fato de ser um prefeito do interior, ajuda Zanon. Além disso, os prefeitos em crise financeira precisam do apoio do governo do Estado. Tudo bem que esse apoio hoje não tem significado recursos, mas os gestores sabem que se está ruim hoje, o governo do Estado pode se encarregar de deixar a coisa ainda pior. Por isso, se o governador mandar votar em Zanon, é isso que os prefeitos devem fazer.
 
Fragmentos:
 
1 – O prefeito de Vila Velha Max Filho (PSDB) foi esperto. Segurou o quanto pôde o reajuste da tarifa do transporte municipal, para não entrar no desgaste inicial. É claro que vai ter chiadeira, mas como a passagem do Transcol já subiu faz tempo, não acumula a bronca. A decisão saiu nessa quinta-feira (9). A passagem sobe de R$ 2,80 para R$ 3,20.
 
2 – O prefeito de Colatina, Sergio Meneguelli (PMDB), deu mais um exemplo de como se administra crise com os servidores. Em reunião nessa terça-feira (7), a prefeitura criou um grupo de trabalho para resolver as questões trabalhistas e discutir pendências com os secretários e ainda, o pagamento de 40% de insalubridade a todos os agentes de serviços urbanos. A próxima reunião com o sindicato vai acontecer no dia 29 de março.
 
3 – Não demorou para o deputado Esmael Almeida (PMDB) começar seu processo de afago no eleitorado. Nesta sexta-feira (10), a Asssembleia Legislativa realiza sessão solene para comemorar o Dia do Metodismo Capixaba, por solicitação do deputado.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Sem carimbo

Líder da maioria na Câmara dos Deputados, Lelo Coimbra está na missão de consolidar identidade própria para a disputa à reeleição em 2018

OPINIÃO
José Rabelo
Reajuste zero, tolerância zero
Governo se reuniu com representantes do funcionalismo para dizer na lata: “Não haverá revisão este ano”
Lídia Caldas
Nutrição e gestação
Será que uma gestante tem mesmo necessidade de uma dieta alimentar diferenciada?
Geraldo Hasse
Salgado Filho, um simples herói
Hoje ninguém mais lembra o advogado que regulamentou o comércio dos ambulantes
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Uma festa para Ro Ro que rolou escada abaixo
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Mulher "noiada" mostra a falência de programas sociais
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

O caso da pequena felicidade
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Deputado barra movimentos sociais em 'debate' sobre 'Escola sem Partido'

Igreja Maranata poderá acionar Justiça por ofensas sofridas nas redes sociais

Salgado Filho, um simples herói

Tribunal de Contas arquiva denúncia de taxistas contra Luciano Rezende