Seculo

 

'Ficamos receosos que haja uso político para favorecer ou prejudicar alguém'


10/03/2017 às 13:09
José Rabelo e Rogério Medeiros
Imagens: Leonardo Sá/Porã
 
Na entrevista a seguir, o major Rogério Fernandes Lima, presidente da Associação dos Policiais Militares do Espírito Santo (Assomes), analisa as principais consequencias do Projeto de Lei Complementar (PLC), aprovado nessa quarta-feira (8) na Assembleia, que altera as regras de promoção da Polícia Militar.
 
Para o major, a proposta deveria ser discutida com as associações e com a categoria. Como pontos controversos do PLC, o presidente da Assomes destacou os critérios de promoção. “Ficamos receosos que haja uso político para favorecer ou prejudicar alguém. Não estamos dizendo em momento algum que isso irá acontecer. Mas que há temor, há.”
 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

O poder político mudou de domicílio

Perfil de Marcelo Santos, um viciado governista, não interessa a PH no Tribunal de Contas. Mas, sim, um aliado fiel para todas as intempéries

OPINIÃO
JR Mignone
Sessão nostalgia
Músicas do passado continuam soberanas, encantando novos ouvintes e matando a saudade dos mais velhos
Geraldo Hasse
Aprimorando a arte das panacéias
Proliferam nas ruas os vendedores de panos de prato a 10 reais por meia dúzia
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Quem quer dinheiro?
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

O poder político mudou de domicílio

Polêmico projeto da Marina de Vitória é tema de audiência pública na Câmara