Seculo

 

Euclério critica novo reajuste na 'Terceira bem paga Ponte'


14/03/2017 às 17:13
Crítico da cobrança de pedágio na Terceira Ponte, o deputado estadual Euclério Sampaio (PDT) subiu à tribuna da Assembleia na sessão desta terça-feira (14) para disparar contra a decisão da Justiça estadual que autorizou novo reajuste na ponte. “Fiquei perplexo que a Justiça liberou o reajuste na ‘Terceira bem paga Ponte’. É um consórcio que espolia o cidadão do Espírito Santo há anos”, criticou, empunhando uma tira de pano preto para representar “o luto do cidadão capixaba com mais esse aumento”.
 
Nesta semana, decisão do juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual, Felippe Monteiro Morgado Horta autorizou a concessionária Rodosol, que administra a Terceira Ponte, a reajustar a tarifa do pedágio. O último reajuste ocorreu em janeiro do ano passado, quando o valor saltou de R$ 0,80 para R$ 0,95. 
 
O deputado lembrou ainda que o Ministério Público Estadual (MPES) denunciou obras e serviços não realizados pela concessionária que, no entanto, de acordo com a ação, cobraria o valor dos usuários. O órgão cobra o ressarcimento dos valores cobrados pela “conservação especial” – tipo de manutenção mais complexa com vistas a recuperar o tempo de vida útil da rodovia. 
 
Para Euclério, portanto, não é lógico reajustar o pedágio. “Tenho que reconhecer que o poder de persuasão dessa empresa é muito grande”.
 
Euclério também solicitou à Raquel Lessa (SD), que presidia a sessão, que seu decreto legislativo que anula os efeitos do contrato de concessão da Rodosol entre na pauta de votação já a partir da próxima segunda-feira (14). “Essa Casa tem que enfrentar esse problema”, disse.
 
O deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) também criticou a decisão. “Espero que o Ministério Público Estadual recorra dessa decisão da Justiça”.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Leonardo Duarte/Secom
Uma coisa só

Enquanto no campo nacional PRB e MDB ainda estão em fase de namoro, no Estado o partido já é um “puxadinho” de Hartung. E tudo começou com Roberto Carneiro...

OPINIÃO
Editorial
MPES omisso
Ministério Público decidiu não participar das audiências de custódia. Um dos prejuízos: denúncias contra tortura, comumente relatada por presos
Piero Ruschi
Pets: uma questão de responsabilidade socioambiental
Felizes as pessoas que podem ter um animal de estimação! Felizes os animais de estimação que têm um dono responsável!
Gustavo Bastos
Para que Filosofia?
''é melhor existir do que o nada''
Bruno Toledo
Por que negar os Direitos Humanos?
Não há nada de novo nesse discurso verde e amarelo que toma as ruas. É a simples manutenção das bases oligárquicas do Brasil
Eliza Bartolozzi Ferreira
Políticas de retrocesso
Dados educacionais do governo Paulo Hartung são alarmantes
Geraldo Hasse
Vampirismo neoliberal
O governo oferece refrescos aos trabalhadores enquanto suga seu sangue
Roberto Junquilho
Quem governa?
Um novo porto na região de Aracruz demonstra que, para as corporações, as minorias não importam
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Uh, Houston, temos um problem
MAIS LIDAS

Uma coisa só

Marcos Vicente mantém vice-presidência da CBF e amplia influência no Estado

MPES omisso

Processo de Valci Ferreira e Gratz por crime de peculato será remetido ao STF

Cedrolândia ainda aguarda resposta do prefeito sobre escola condenada