Seculo

 

Ambientalistas se emocionam ao flagrar macaco agonizando no Mestre Álvaro


20/03/2017 às 17:38
Ambientalistas se emocionam ao flagrar um macaco agonizando no Mestre Álvaro, na Serra. O registro foi feito por membros da ONG Associação Ambientalista dos Amigos do Mestre Álvaro, durante uma trilha monitorada, de subida ao topo do monte, realizada no último domingo (19).

O bugio foi avistado por um outro grupo, que também fazia um passeio na região, e avisou aos ambientalistas. O animal estava no alto de uma árvore e caiu dela, visivelmente muito doente. Orientados pelo Projeto Muriqui e autorizados pela Secretaria Municipal de Meio ambiente, os membros da Associação de Amigos retiraram o bugio do local e o levaram para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) da Lagoa Jacunem, onde ele faleceu.

Em sua página no Facebook, a ong afirmou que está triste, “porém isso nos motiva a garantir a preservação da natureza encontrada na APA Mestre Álvaro. Continuaremos com os monitoramentos e ações para que sejam minimizados ao máximo os estragos causados por esse surto”, relatam, junto a fotos e vídeo do ocorrido.

O corpo do animal foi levado para exames e confirmação ou não da suspeita de febre amarela. É o segundo bugio encontrado morto na APA, novamente pela ONG. O primeiro, no início do mês, já estava em avançado estado de decomposição e não foi retirado pela Prefeitura para análises. No município da Serra, foram confirmadas duas mortes de primatas pela doença este ano. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Crônica de uma eleição

Vagões do trem do governador Paulo Hartung estão acima da capacidade da locomotiva. Haja peso para carregar...

OPINIÃO
Editorial
Futuro interrompido
Onde estão os promotores, delegados, políticos e demais agentes públicos para berrarem em defesa da infância? Mortes no Heimaba são alarmantes e inadmissíveis!
JR Mignone
Nova rádio
Tudo modificado, tudo moderno na Rádio Globo
Roberto Junquilho
Para onde ir?
A crítica vazia e sem fundamento à classe política coloca em risco a democracia
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Arrogância também conta?
MAIS LIDAS

Flic-ES: 'As livrarias não vendem obras capixabas'

Vitória já poderia ter identificado as fontes de emissão de pó preto

'Pensar a educação como a preparação do corpo para sentir, aprender e sonhar'

Webdoc Corpo Flor reflete sobre negritude e sexualidade