Seculo


  • Lava Jato no ES

 

Marcelo Santos critica possível retirada de concessão da Cesan na Capital


03/04/2017 às 14:58

Em reunião da Comissão de Infraestrutura realizada no final da manhã desta segunda-feira (3) com a presença de técnicos da Cesan, o presidente do colegiado, deputado Marcelo Santos, fez duras críticas à intenção da Prefeitura de Vitória de retirar a concessão da gestão de água e esgoto da Cesan para entregá-la a outra empresa.

“Trata-se de uma decisão politicamente incorreta e tecnicamente inviável. Estou acompanhando esse tema pessoalmente e não há base legal para isso. Acontece que o Estatuto Nacional de Saneamento não definiu quem seria o titular do serviço. Daí a importância da pacificação do tema no Supremo Tribunal Federal, desde 2013. O órgão deu parecer pelo compartilhamento dos serviços, o que impede uma decisão unilateral do município”, disse o presidente da Comissão.

Além disso, sustentou o deputado, Vitória não tem autonomia em seu abastecimento, utilizando água de Serra e Vila Velha. Uma possível obra de captação de água de outros municípios ou de dessanilização da água do mar exigiria um investimento altíssimo. “Se a intenção inicial era a redução da taxa, o efeito para o cidadão de Vitória seria exatamente o contrário, de aumento da tarifa”, completou Marcelo Santos.

Ele lembrou ainda que Vitória é o município com maior cobertura de rede de esgoto da Região Metropolitana, com 89%, seguido por Serra (77%), Vila Velha (58%) e Cariacica (45%), sendo ainda o município com mais ativos contábeis aplicados pela Cesan entre esses municípios, cerca de R$ 670 milhões.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Ensaiado

Mudança de planos de Ricardo Ferraço na condução da Reforma Trabalhista atende à estratégia de Temer e da classe empresarial. Falou de empresário, é com ele mesmo!

OPINIÃO
Editorial
Defesa burocrática
Secretário Júlio Pompeu fez um discurso burocrático para defender o governo Hartung na Corte Interamericana de Direitos Humanos
Piero Ruschi
Colibris de Santa Teresa pedem socorro
Das 34 espécies de beija-flores conhecidas no município, 12 não são vistas em períodos que variam de 10 a 40 anos
Renata Oliveira
O universo conspira
A onda de falta de sorte do governador, iniciada em fevereiro, insiste em não passar
Caetano Roque
Venceu o pragmatismo
Ao reeleger o grupo que se perpetua na direção, PT perde um pouco mais de sua ideologia
Nerter Samora
Lavando as mãos
A omissão da União sobre ação contra poluição de praias de Vitória é inaceitável
JR Mignone
Sérgio Bermudes, sempre atual
''Existe uma crise no Judiciário, que vai da falta de juízes, da infraestrutura adequada, até a postulação e prestação precárias''
Caetano Roque
A hora do Judiciário
O Supremo tem que mostrar a que veio e a serviço de quem está
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Nenna – parte II: early years na ilha
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Odebrecht quebrou a "Omertá", e agora?
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A sombra
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

CNMP pode acabar com pagamento de ‘horas-extras’ a promotores no Espírito Santo

Disputa pelo poder em Itapemirim reacende tensão entre prefeito e vice

Ensaiado

Esgoto na Praia de Santa Helena não se resolve com teste de balneabilidade

O universo conspira