Seculo

 

Secretário de Transportes não garante, de novo, melhorias no Porta a Porta


04/04/2017 às 15:58
Em reunião com a Frente Parlamentar em Defesa da Acessibilidade da Câmara de Vitória, nessa segunda-feira (3), o secretário de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória (Setran), Oberacy Emmerich Júnior, apresentou mais uma estratégia para protelar o cumprimento da decisão judicial de 2015 que obriga a prefeitura a fazer melhorias no Porta a Porta, serviço municipal de oferta de transporte para pessoas com deficiência.
 
Após, mais uma vez, afastar qualquer garantia de aumento de frota do programa, como cobram os usuários, o secretário propôs uma reunião com a Procuradoria Geral do Município (PGM), com participação de representantes do Movimento Organizado de Valorização da Acessibilidade (Mova) e da seccional capixaba da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-ES). O Porta a Porta tem uma lista de espera de 340 pessoas. 
 
O secretário disse que depende de orientação da Procuradoria para tomar medidas em relação ao assunto. E citou um acordo que, em resposta à Justiça, a PGM está propondo para contornar o problema. Segundo o chefe da Setran, o município não tem amparo legal para exigir aumento de frota do Porta a Porta dos empresários, uma vez que, sustenta a PGM, o serviço não está previsto no contrato de concessão do sistema municipal de transporte. 
 
O documento a que se refere Emmerich Júnior foi remetido à Justiça em agosto de 2016. Nele, o secretário propõe a elaboração de critério de atendimento pelo Porta a Porta segundo a localização do usuário, priorizando aqueles que moram em locais não atendidos pela frota convencional acessível.
 
O presidente do Mova, José Olympio Rangel, rebate o argumento do secretário. “O Porta a Porta é amparado por lei. Como estão cobrando dinheiro, então, se ele não existe?”, diz. Uma reunião do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito (Comuttran), em 2010, estabeleceu que a partir dali R$ 0,05 da passagem do sistema municipal seriam destinados para a renovação da frota do programa. 
 
Foi proposta ainda a efetivação do funcionamento de cinco veículos, sendo um posto em reserva. O secretário também propôs que o município passe a agendar o atendimento dos táxis acessíveis, cuja frota é de 11 veículos.
 
Emmerich Júnior repisou a queda do número de passageiros no sistema municipal provocada pela concorrência com o Sistema Transcol. Foi a brecha para, novamente, defender a integração entre os dois sistemas. “Não temos alternativa para o Sistema municipal fora da integração”, disse. 
 
A próxima reunião da frente será dia 17 de maio.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Prefeitura da Serra
‘Liberou geral’

Foi só o prefeito Audifax Barcelos ver ameaçada sua costura com o empresariado, que logo apareceu para ‘colocar a mão’ na Câmara da Serra

OPINIÃO
Editorial
Sem mérito
Governo Hartung explora gestão florestal para tentar esconder atuação pífia e direcionada na área
Piero Ruschi
Pets: uma questão de responsabilidade socioambiental
Felizes as pessoas que podem ter um animal de estimação! Felizes os animais de estimação que têm um dono responsável!
Gustavo Bastos
Odessey and Oracle
''uma pérola do psicodelismo e do pop barroco britânico''
Bruno Toledo
Por que negar os Direitos Humanos?
Não há nada de novo nesse discurso verde e amarelo que toma as ruas. É a simples manutenção das bases oligárquicas do Brasil
Eliza Bartolozzi Ferreira
Políticas de retrocesso
Dados educacionais do governo Paulo Hartung são alarmantes
Roberto Junquilho
Que novo é esse?
O presidenciável do PRB, Flávio Rocha, apresenta velhas fórmulas de gestão e envolve jovens lideranças
Geraldo Hasse
Tchernóbil 32 anos
Por causa do acidente nuclear de 1986, a longevidade da Bielorrússia caiu abaixo de 60 anos
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Para, relógio
MAIS LIDAS

Sindipol denuncia 'mentiras' do governo sobre médicos legistas

'O PT não se preparou para a disputa majoritária no Estado'

Advogado se defende da acusação de injúria em ação aberta pelo prefeito de Vitória

Encontro Regional de Agroecologia será realizado neste fim de semana no Estado

Secretária de Educação de Vitória cancela prestação de contas na Câmara