Seculo

 

Em Paul, moradores querem fiscalização de caminhões


15/04/2017 às 17:51


O tráfego intenso de caminhões oriundos do Porto de Capuaba está incomodando moradores de Paul e bairros como Vila Batista, Chácara do Conde, Argola e São Torquato, em Vila Velha. Moradores alegam que, em reunião no último dia sete com representantes da Guarda Municipal, ficou acordado que os veículos sairiam do porto por dentro de Paul e voltariam pelo bairro Alvorada. 
 
Segundo eles, porém, não é o que está acontecendo: os caminhões estão indo e voltando por Paul. “Estamos vivendo um inferno. É um transtorno principalmente para quem mora na Estrada Jerônimo Monteiro”, diz o líder comunitário de Paul, Paulo César Fróes. O tráfego, que inclui caminhões bitrem, provoca tremor nas residências junto à tradicional estrada.
 
O que, igualmente, está incomodando os moradores é que a Guarda Municipal não está cumprindo outro acordo, que, segundo Fróes, é fiscalizar o tráfego dos veículos. A Guarda garantiu que posicionaria veículos nas entradas do porto e de São Torquato e colocaria placas de sinalização no bairro. Não foi feito. O líder comunitário afirma que a Prefeitura de Vila Velha disponibilizou apenas um guarda municipal na entrada do porto do turno matutino.
 
O problema acontece em função das obras para a remoção da pedra de duas toneladas que, em março, caiu sobre a linha de trem em Cobi de Baixo. O trabalho interditou a via por onde usualmente passam os caminhões que atendem o Porto de Capuaba. A obra de uma ponte em Nova América, segundo Fróes para acesso à Rodovia Leste-Oeste, também causou mudanças de itinerário no local.
 
O incômodo dos moradores com o tráfego veicular na região é antigo. A Jerônimo Monteiro é acessada de segunda a segunda, ao dia, à tarde ou à noite, por caminhões pesados, às vezes em alta velocidade. 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Namoro firme

Deputado federal Marcus Vicente não resiste aos assédios de Hartung para incluir o PP no arco de alianças de 2018

OPINIÃO
Editorial
A Vitória que Luciano não conhece
Prefeitura se omitiu do processo de desocupação do IAPI porque o prefeito não reconhece a “Vitória feia” como parte da cidade
Renata Oliveira
Vulnerabilidade de Hartung
Em outros tempos, Gilson Daniel estaria no caderninho de personas non gratas do governador, mas hoje ele se torna um aliado da noite pro dia
JR Mignone
O repórter e a polícia
A vítima não foi repórter, foi a professora
Geraldo Hasse
O 'pacto social' goela abaixo
As mudanças na legislação trabalhistas abrem a porteira para o caos na economia
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Sizino, o pioneiro
Panorama Atual

Roberto Junquilho

O cinismo explícito e a esperança de fora Temer renovada
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

O presente
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Falta de diálogo com a tropa aumenta tensão com o Comando da PM

Servidores denunciam crime ambiental dentro do Iema

Namoro firme

Secretário-geral do PSB, Casagrande segue distante da crise da nacional do partido

Anunciada em março, repactuação de contrato da ECO-101 diz a que veio