Seculo

 

Desmonte em curso


18/04/2017 às 11:03
O movimento sindical tem que se dar conta de que o desmonte vai se dar querendo ou não. Embora o sistema possa ajudar sem querer, acabando com o imposto sindical, mas isso não é certo que aconteça. Todos os órgãos do governo estão fazendo o desmonte na calada da noite. O INSS, por exemplo, está tirando os aposentados dos bancos públicos e passando para a iniciativa privada.
 
Isso sinaliza que a greve geral é um dos pontos importantíssimos para conter a voracidade do mercado, ansioso para retirar todos os direitos dos trabalhadores, conseguindo assim aumentar seu lucro à custa da sociedade.
 
O que mais impressiona é que tudo isso acontece enquanto o movimento sindical continua inerte, sem se articular para reagir. Há uma articulação para a greve para o dia 28, mas isso tem sido difundido pelas redes sociais, de cidadão para cidadão, o movimento não tem tomado à frente da organização do movimento.
 
As lideranças sindicais têm que investir sua energia nisso, trazer o trabalhador para esse movimento, fazer a sociedade entender os riscos que envolvem os vários golpes que estão se desenvolvendo com a maquiagem de reformas trabalhista e previdenciária.
 
Também não se pode aceitar que as lideranças comprometidas com as pautas trabalhistas se escondam nesse momento. Os deputados e senadores devem atuar de forma dura e crítica com essas reformas. Não se pode ficar de braços cruzados enquanto o rolo compressor do governo continua passando.
 
Outra coisa é definir o lado de se lutar. Neste caso, chama atenção o papel de Eliezer Tavares, aliado da corrente de João Coser no PT capixaba, que defende a permanência do partido em um governo que não tem compromisso algum com o trabalhador. Uma verdadeira afronta à pauta trabalhista. É hora de mudar e não de fazer de conta.
 
Que venha a greve geral

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Facebook/Eliana
Território político

Inferno astral do prefeito de Linhares, Guerino Zanon, deixa o campo aberto para a deputada estadual Eliana Dadalto

OPINIÃO
Editorial
'Gestão compartilhada'
Ofensiva de Luciano Rezende contra movimento dos professores revela autoritarismo e inabilidade política
Piero Ruschi
Pets: uma questão de responsabilidade socioambiental
Felizes as pessoas que podem ter um animal de estimação! Felizes os animais de estimação que têm um dono responsável!
Gustavo Bastos
Para que Filosofia?
''é melhor existir do que o nada''
Bruno Toledo
Por que negar os Direitos Humanos?
Não há nada de novo nesse discurso verde e amarelo que toma as ruas. É a simples manutenção das bases oligárquicas do Brasil
Eliza Bartolozzi Ferreira
Políticas de retrocesso
Dados educacionais do governo Paulo Hartung são alarmantes
Roberto Junquilho
Que novo é esse?
O presidenciável do PRB, Flávio Rocha, apresenta velhas fórmulas de gestão e envolve jovens lideranças
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Para, relógio
MAIS LIDAS

Território político

Procon multa imobiliária e construtora responsáveis por condomínio em Setiba

TJES adia pela quinta vez processo de Dr. Hércules sobre dívida de campanha

Justiça realiza audiência do processo contra seminarista de Boa Esperança

Sindipol denuncia 'mentiras' do governo sobre médicos legistas