Seculo

 

Desmonte em curso


18/04/2017 às 11:03
O movimento sindical tem que se dar conta de que o desmonte vai se dar querendo ou não. Embora o sistema possa ajudar sem querer, acabando com o imposto sindical, mas isso não é certo que aconteça. Todos os órgãos do governo estão fazendo o desmonte na calada da noite. O INSS, por exemplo, está tirando os aposentados dos bancos públicos e passando para a iniciativa privada.
 
Isso sinaliza que a greve geral é um dos pontos importantíssimos para conter a voracidade do mercado, ansioso para retirar todos os direitos dos trabalhadores, conseguindo assim aumentar seu lucro à custa da sociedade.
 
O que mais impressiona é que tudo isso acontece enquanto o movimento sindical continua inerte, sem se articular para reagir. Há uma articulação para a greve para o dia 28, mas isso tem sido difundido pelas redes sociais, de cidadão para cidadão, o movimento não tem tomado à frente da organização do movimento.
 
As lideranças sindicais têm que investir sua energia nisso, trazer o trabalhador para esse movimento, fazer a sociedade entender os riscos que envolvem os vários golpes que estão se desenvolvendo com a maquiagem de reformas trabalhista e previdenciária.
 
Também não se pode aceitar que as lideranças comprometidas com as pautas trabalhistas se escondam nesse momento. Os deputados e senadores devem atuar de forma dura e crítica com essas reformas. Não se pode ficar de braços cruzados enquanto o rolo compressor do governo continua passando.
 
Outra coisa é definir o lado de se lutar. Neste caso, chama atenção o papel de Eliezer Tavares, aliado da corrente de João Coser no PT capixaba, que defende a permanência do partido em um governo que não tem compromisso algum com o trabalhador. Uma verdadeira afronta à pauta trabalhista. É hora de mudar e não de fazer de conta.
 
Que venha a greve geral

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Mesmo barco

Se Majeski deixar o PSDB e decidir por uma candidatura majoritária, primeiro tucano a revoar atrás será Luiz Paulo Vellozo Lucas

OPINIÃO
Editorial
Fosso social
No Espírito Santo, população negra é mais vulnerável à violência, é maioria no sistema carcerário e nas filas de desempregados
Renata Oliveira
Só espuma
Os pretensos vices-presidentes Paulo Hartung e Magno Malta se mostram ao mercado, mas só terão seus encaixes em 2018
JR Mignone
Rádio bandeira
A trajetória deste segmento de rádio em capitais é grande
Geraldo Hasse
Os golpes se sucedem
Em plena era do GPS, a reforma trabalhista sugere multiplicar os ''chapas''
Caetano Roque
Agora é tarde
Não adianta a bancada fazer discurso a favor do trabalhador se ela votou quase à unanimidade a favor do impeachment
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Fuga do Paraíso
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Conselheiro José Antônio Pimentel vira réu em ação penal por corrupção

MPES quer fim do uso de comissionados na segurança da Assembleia

Mesmo barco

Mesa Diretora da Assembleia 'desomenageia' ex-presidente Lula

Arquivada denúncia de irregularidades na compra de software pelo IPAJM