Seculo

 

Militantes fazem abaixo-assinado contra recontagem de votos no PT


21/04/2017 às 19:25

Começou  circular nas redes sociais um abaixo-assinado, de autoria da militância do PT capixaba, em repúdio à decisão da executiva do partido, da última terça-feira (18), que cassou 321 votos – 298 da chapa deles da chapa  “Pra voltar a sonhar”, encabeçada pelo deputado Givaldo Vieira. A chapa de Givaldo tinha larga vantagem na disputa, e a vitória era dada como certa.

Chapa de Givaldo vai recorrer à nacional por recontagem de votos

Com manobra interna, Executiva do PT não reconhece vitória da chapa de Givaldo

A recontagem dos votos não repercutiu bem nem dentro, nem fora do partido. O processo avaliou questões burocráticas e os defensores da recontagem apontam irregularidades, mas a forma atropelada como aconteceu a decisão, deixou transparecer a ideia de que houve uma manobra para beneficiar os grupos do deputado estadual, José Carlos Nunes, que ficou em segundo lugar na votação, e do ex-prefeito João Carlos Coser, que ficou em terceiro lugar.

Coser e Nunes sempre foram aliados e tinham o controle do partido. O resultado da eleição dava a Givaldo a maioria dos votos, com a recontagem, a união de Coser e Nunes, que já era prevista nos meios políticos, garante que eles superem os votos da chapa de Givaldo.

No texto que acompanha o abaixo-assinado, os proponentes afirmam que a decisão foi tomada sem permitir o direito de defesa dos dirigentes municipais acusados de cometerem irregularidades no PED 2017 e sequer de analisar os recursos por eles apresentados.

“Esta atitude confirma o distanciamento e o desrespeito para com a base do PT, que luta cotidianamente pela sua construção. Mais uma vez esses dirigentes estaduais não aceitaram o clamor por mudanças no partido e fizeram uma manobra já amplamente denunciada na imprensa capixaba. Queremos autonomia para o PT, queremos transparência, queremos comprometimento com a derrubada do golpe e queremos nos afastar dos golpistas aninhados no governo Paulo Hartung”, diz o abaixo-assinado.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Cara e crachá

Uns publicaram vídeos e notas nas redes sociais, outros só notas, outros nada. Mas a CPI da Lava Jato continua na conta dos deputados arrependidos

OPINIÃO
Editorial
A Ponte da Discórdia
Terceira Ponte entra novamente no centro dos debates políticos em ano eleitoral. Enquanto isso, a Rodosol continua rindo à toa...
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Gustavo Bastos
Conto surrealista
''virei pasta para entrar mais fácil na pintura de Dalí''
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
Geraldo Hasse
Mundo velho sem catraca
Cinquenta anos depois, é possível fazer um curso técnico por correspondência via internet
Roberto Junquilho
Hartung, o suspense
O governador Paulo Hartung mantém o suspense e pode até não disputar a reeleição em 2018
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Entre a salada e o vinho
MAIS LIDAS

‘Lutava contra um sistema podre e falido com os braços amarrados. Agora estou livre’

Visita de interlocutores de Hartung a Rodrigo Maia sinaliza mudança de cenário

Juiz Leopoldo mais próximo de ir a Júri Popular por assassinato de Alexandre Martins

Hartung, o suspense

Agenda Cultural: festa do Caboclo Bernardo em Linhares