Seculo

 

Cesan assinou contrato milionário com Odebrecht em 2008


21/04/2017 às 20:02
As passagens pela Odebrecht do atual diretor da Cesan, Pablo Ferraço Andreão, e de um de seus antecessores, Paulo Ruy Carnelli, vêm sendo bastante criticada nos meios políticos e sindicais, desde que as delações de ex-executivos da empreiteira envolveram lideranças políticas do Estado no esquema de caixa 2. Pablo Ferraço foi diretor da divisão ambiental da empresa; Canelli, conselheiro. 
 
A propósito, à parte das delações da Odebrecht, o nome de Carnelli também é alvo de uma denúncia do Ministério Público Estadual (PMDB), que traz à tona a relação suspeita da Cesan com outra empreiteira, a Delta Construções S/A.
 
Se hoje o nome Odebrecht causa repulsa nos meios políticos, num passado recente, os projetos formados com a empreiteira eram comemorados como grandes conquistas pelo governador Paulo Hartung (PMDB).
 
Em 2008, a Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan) firmou um contrato milionário com a empreiteira para  obras de esgotamento sanitário nos municípios da Grande Vitória. À época, o contrato foi considerado o maior que a Cesan já assinara até então.
 
O então secretário estadual de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Paulo Ruy Valim Carnelli, durante a solenidade de assinatura do contrato com Odebrecht, na Residência Oficial, na Praia da Costa, em Vila Velha, anunciou a aprovação de um financiamento junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para as novas obras. Com isso, festejou Carnelli, à ocasião, “o investimento total em saneamento chegará a R$ 760 milhões até 2011. O contrato assinado hoje, no valor total de R$ 240,4 milhões, para obras de esgotamento sanitário vão beneficiar diretamente cerca de 210 mil  habitantes.
 
O contrato foi anunciado com pompa no site da própria Cesan, com fotos das autoridades para registrar o momento histórico. Dos R$ 240,4 milhões, R$ 121,2 milhões viriam de recursos do Banco Mundial (Bird) e R$ 119,2 milhões de contrapartida da companhia. Esse montante correspondia ao pacote de obras mais significativo do Programa Águas Limpas, dentro dos mais de R$ 700 milhões previstos para serem aplicados em saneamento no Estado até 2010, num investimento histórico na área.
 
À época da celebração do contrato, o presidente da Cesan era Ricardo Maximiliano Goldschmidt, que ficaria à frente da companhia por menos de dois anos. Em outubro de 2009, Goldschmidt passaria o bastão para Carnelli.
 
Homem de confiança do governador, Carnelli voltaria para acompanhar os novos contratos assinados com a Odebrecht. Sob sua gestão à frente da Cesan, como publicado nessa quinta-feira (21) pelo portal de notícias G1, Carnelli aparece envolvido num esquema que teria causado prejuízo de R$ 8,27 milhões à companhia. 
 
Os fatos teriam ocorridos, segundo a denúncia do MPES, entre 2008 e 2013. Até abril de 2003, a Cesan esteve sob o comando de Carnelli, que saiu para assumir a Secretaria de Transportes e Obras Públicas. Ele retornaria em outubro de 2009 para substituir Goldschmidt, que seria mantido na empresa na Diretoria de Relações com o Cliente. Goldschmidt é um dos investigados do MPES ao lado de outros diretores da Cesan.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Dependência total

Tendência é Colnago crescer cada vez mais, pois PH não tem outra saída. Se a oposição não souber contê-lo, vai perder o bonde

OPINIÃO
Gustavo Bastos
Black Block
Pensou que a poeira iria baixar, que ele estava mascarado e ninguém iria identificá-lo. Resolveu ir ao RJ...
Geraldo Hasse
Vendilhões no comando
Os governos petistas deram mole aos Mercados, mas o MDB escancara a prática do entreguismo
Roberto Junquilho
Nem tudo o que parece é!
Investigação a Ferraço, exoneração no Iema...casos podem dar dor de cabeça aos envolvidos em ano de eleição
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Admirável mundo novo
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Anama expõe argumentos ineptos da ArcelorMittal para se livrar de ação na Justiça

Tenente-coronel é demitido por participar da greve da PMES

Fraude com material hospitalar pode aumentar processos contra hospitais

Novo regulamento da Caixa dificulta retorno de dirigentes afastados

Tribunal de Justiça abre seleção para juiz substituto no TRE-ES