Seculo

 

Delações jogam luz sobre passagens obscuras da política capixaba


23/04/2017 às 14:09
Depois do impacto inicial causado pelas delações dos ex-executivos da Odebrecht, que devastaram a classe política do País e consequentemente a capixaba, o segundo momento é de reflexão. 
 
Os conteúdos das delações jogam luz sobre passagens obscuras da política capixaba. Os relatos ajudam a entender, por exemplo, que a rivalidade entre Paulo Hartung (PMDB) e Renato Casagrande (PSB) é anterior à decisão do peemedebista de disputar as eleições de 2014 com o socialista, quebrando a unanimidade firmada por ambos em 2010. Ao delator, Casagrande teria confidenciado que queria ser tratado com mais deferência em relação a Hartung, no que se referia ao montante da doação da campanha de 2012. 
 

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Próximos capítulos

Com Colnago no comando, dá para imaginar como ficaria o PSDB em 2018, inserido no projeto de Hartung...mas e se Max Filho levasse o pleito, como seria a relação do partido com o governador?

OPINIÃO
Renata Oliveira
Uma nova bandeira se ergue
O programa de combate à violência contra a mulher leva o governador Paulo Hartung a nova narrativa para 2018
Gustavo Bastos
O verão do amor e o movimento hippie
O que representava o movimento hippie como tal era a utopia
Geraldo Hasse
As abelhas e o Agro
Alguns líderes se dão conta da mútua dependência entre animais e plantas
BLOGS
Flânerie

Manuela Neves

Quem me ensinou a nadar
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Este blog fica por aqui
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Algo de novo no ar
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Próximos capítulos

Conselho de Ética libera Colnago para disputar a presidência do PSDB

Tribunal de Justiça mantém bloqueio dos bens de ex-prefeito de Aracruz

Programação cultural do fim de semana

Avenida fica sem semáforo, pedestres ficam a perigo e a Prefeitura de Vitória só assiste